Ponte Dividida/ Jane Z Studio

Ponte Dividida/ Jane Z Studio

© Yu Bai© Yu Bai© Yu Bai© Yu Bai+ 11

Shenzhen, China
  • Arquitetos: Jane Z Studio
  • Área Área deste projeto de arquitetura Área:  700
  • Ano Ano de conclusão deste projeto de arquitetura Ano:  2017
  • Fotógrafo Fotografias:  Yu Bai
  • Arquiteto Responsável:Jane JH Zhang
  • Equipe De Projeto:Thijs van Oostrum, Shitao Wang
  • Cliente:Bureau of Construction Engineering Affairs, Yantian District, Shenzhen
  • Comprimento:160 metros
  • Cidade:Shenzhen
  • País:China
Mais informaçõesMenos informações
© Yu Bai
© Yu Bai

Descrição enviada pela equipe de projeto. Shenzhen é a cidade que mais cresce no mundo atualmente, uma expansão urbana de aproximadamente 1000 novos hectares de áreas urbanizadas a cada ano. Não muito distante dali, cerca de 35 quilômetros à leste, encontra-se um pequeno povoado litorâneo chamado de Xiaomeisha. Implantada junto à Baía de Dapeng e cercada por montanhas em três de seus quadro lados, a cidade de Xiaomeisha sempre foi uma espécie de refúgio natural para aqueles que procuram escapar do caos da vida na cidade grande. É neste contexto que surge o projeto da Ponte Dividida, uma passarela convidativa sobre a superfície tranquila do pequeno lago que corta a cidade. A ideia proposta pela equipe do Jane Z Studio divide a passarela em dois percursos distintos: um mais direto e linear, e outro contemplativo e topográfico.

© Yu Bai
© Yu Bai
© Yu Bai
© Yu Bai

A ponte, com um total de oito metros de largura, foi dividida em duas faixas de quatro metros. A primeira fornece uma ligação direta entre uma margem e outra, e foi pensada pra ser utilizadas para caminhadas, corridas, ciclismo, cadeiras de rodas e carrinhos de bebê. A segunda, por sua vez, opera como uma espécie de trilha, com pontos altos e baixos que permitem aos transeuntes aproximarem-se da superfície do lago ou observá-lo desde pontos mais altos, como mirantes. Como resultado disso surge uma ponte de design aerodinâmico que faz com que as pessoas desacelerem o passo, ou em outras palavras, oferece aos visitantes uma oportunidade para reduzirem de marcha.

© Yu Bai
© Yu Bai

Buscando inspiração na arquitetura das famosas pontes dos clássicos jardins chineses, tal como a Ponte do Cinto de Jade, a Ponte Dividida foi projetada como um elemento da própria paisagem. Enquanto a sua faixa contínua e linear remete à tranquilidade e horizontalidade da paisagem litorânea da província de Guangong, a topografia do segundo elemento nos faz pensar na geografia acidentada e na exuberante paisagem natural das montanhas que cercam a cidade. Estes dois  componentes, aparentemente contraditórios, operam então como uma espécie de síntese da paisagem específica de Xiaomeisha.

© Yu Bai
© Yu Bai

Em nossos projetos, buscamos sempre empregar soluções construtivas bastante simples. Em planta, o desenho da ponte é composto por uma linha reta e um arco tangente. Estes são os mesmos elementos encontrados nos desenhos em elevação, com uma sutil mudança de ritmo e proporção. Durante o processo de projeto, procuramos otimizar a geometria de suas formas, ajustando as curvaturas em planta e elevação até encontrar um denominador comum que facilitasse o processo de execução.

© Yu Bai
© Yu Bai

Para equalizar uma distribuição equitativa das cargas, e assim utilizarmos vãos estruturais simples e portanto, econômicos, projetamos a ponte como um elemento contínuo, o qual minimiza as deformações sem comprometer a distribuição racional dos pilares. A fim de manter a altura máxima da viga de base em 750 mm, os vãos entre os pilares variam entre 15 e 22 metros de distância. Para fechar, o corpo da ponte foi dividido em três elementos, com 4 metros de balanço nas duas extremidades.

© Yu Bai
© Yu Bai

Como este foi um projeto patrocinado pelo governo municipal, com recursos bastante limitados, o nosso maior desafio estava em projetar uma ponte de estrutra expressiva porém, sem resultar em custos adicionais desnecessários. O projeto da Ponte Dividida nasce deste confronto, de construir uma máxima expressividade utilizando o mínimo de recursos possíveis. A economia de recursos que nos foi imposta também se refere a manutenção da estrutura, outro importante elemento considerado durante o processo de projeto. Portanto, optamos por utilizar materiais construtivos acessíveis e padronizados: asfalto colorido, paralelepípedos e guarda-corpos metálicos. Além disso, devido a forte maresia do clima úmido de Guangdong, a estrutura principal da ponte foi construída em concreto armado moldado no local.

Hoje em dia, o valor das pequenas escolhas individuais está sendo esquecido e até negligenciado por todos nós. A eficiência e a produtividade são as regras que predominam no jogo da vida nas cidades. Ao proporcionar dois caminhos de características diferentes, a Ponte Dividida pode ser vista como uma instalação artística que pretende resgatar o valor dos pequenos prazeres da vida.

© Yu Bai
© Yu Bai

Galeria do Projeto

Ver tudoMostrar menos

Localização do Projeto

Endereço:Haikui Road, Yantian District, Shenzhen, China

Clique para abrir o mapa
Localização aproximada, pode indicar cidade/país e não necessariamente o endereço exato.
Sobre este escritório
Cita: "Ponte Dividida/ Jane Z Studio" [Split Bridge / Jane Z Studio] 19 Nov 2020. ArchDaily Brasil. Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/951569/ponte-dividida-jane-z-studio> ISSN 0719-8906

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.