Arquitetura do leste europeu: o modernismo futurista de hotéis e resorts

Arquitetura do leste europeu: o modernismo futurista de hotéis e resorts

Este artigo faz parte da série colaborativa Arquitetura do Leste Europeu: 50 Edifícios que Definiram uma Era”, desenvolvida em parceria entre o The Calvert Journal e o ArchDaily. Celebrando alguns dos principais ícones da arquitetura do leste europeu, publicaremos periodicamente uma lista com cinco projetos —organizados por tipologia — construídos no então Bloco de Leste.

Resort dos Escritores no Lago Sevan / Gevorg Kochar e Mikael Mazmanyan

Sevan, Armênia
1930s

Gevorg Kochar's 1963 extension to his original Writers' Resort © Owen Hatherley
Gevorg Kochar's 1963 extension to his original Writers' Resort © Owen Hatherley

Com vista para o belíssimo Lago Sevan, na Armênia, o Resort dos Escritores é uma obra-prima da arquitetura modernista. Foi construído no início dos anos 1930 pelos arquitetos vanguardistas Gevorg Kochar e Mikael Mazmanyan para a então União de Escritores da República Socialista Soviética da Armênia. Em seus anos dourados, este hotel idílico chegou a receber alguns dos mais aclamados escritores de seu tempo como Simone de Beauvoir, Jean-Paul Sartre e Vasily Grossman. Logo após a inauguração do edifício, os arquitetos responsáveis pelo projeto, Gevorg Kochar e Mikael Mazmanyan foram presos e exilados no Círculo Polar Ártico, uma consequência da forte opressão stalinista sobre os países membros da União Soviética naquela época.

O primeiro volume do complexo é um edifício racionalista de quatro pavimentos com varandas curvas e uma torre de vidro com uma vistas para o lago. No início dos anos 60, quase trina anos depois da abertura do Resort, Gevorg Kochar foi recontratado para projetar uma segunda ala para o hotel dos escritores. Concebido para abrigar um café, Kochar projetou um longo volume curvo de vidro que parece flutuar acima da paisagem rochosa às margens do lago, sustentado apenas por uma delicada coluna de concreto. De caráter ousado e formas atraentes, a estética futurista do edifício do café refletia a atmosfera vanguardista de um país que estava enviando astronautas para o espaço naqueles anos. Atualmente, apesar de seu péssimo estado de manutenção, o resort segue em operação e um ambicioso projeto de reforma está sendo desenvolvido. Entretanto, neste momento, o edifício permanece tal qual era no passado, uma testemunha viva de outra época, onde a opressão stalinista foi ofuscada pelo sonhos de vanguarda do modernismo soviético da URSS de Nikita Khrushchov.

Sanatório Druzhba / Igor Vasilevsky

Yalta, Crimea
1985

Druzhba Sanatorium. @ Dimant under a CC license
Druzhba Sanatorium. @ Dimant under a CC license

Outrora um destino bucólico de férias de verão, o Sanatório Druzhba mais se parece com uma nave espacial de concreto estacionada em uma encosta às margens do Mar Negro. Projetado pelo arquiteto soviético Igor Vasilevsky, o Resort Druzhba, que se traduz literalmente como “sanatório da amizade”, foi inaugurado em 1985 como resultado de uma iniciativa conjunta entre a então Tchecoslováquia e a URSS. Concebida como atração turística para os cidadãos soviéticos do alto escalão, o Sanatório Druzhba deveria ser o “paraíso na Terra”, uma lugar para relaxar e acolher eventos culturais importantes, além é claro, de promover a saúde física e mental dos camaradas do partido.

A forma singular e implantação pouco usual do Sanatório Druzhba é tanto resultado das tendências futuristas da época quanto o produto da sua localização geográfica. Inicialmente, o sanatório deveria ser construído à beira-mar, entretanto, devido à falta de espaço, os arquitetos decidiram implantá-lo junto à colina. Sua forma excêntrica e exuberante, semelhante a uma nave espacial futurista, causou certo espanto em muitos dos governos ocidentais, que acreditavam cegamente que o Resort servia como uma espécie de base militar secreta. Ainda em operação, o Sanatório da Amizade passou recentemente por um amplo projeto de reforma.

Hotel Salute de Kiev / Avraam Milestly, N. Slogostkaya e Vladimir Shevchenko

Kiev, Ucrânia
1984

Hotel Salute © Andriy155 under a CC licence
Hotel Salute © Andriy155 under a CC licence

Implantado em pleno coração da cidade de Kiev, o Hotel Salute é um edifício massivo de forma cilíndrica apoiado apenas em uma simples e enorme coluna de concreto aparente. Construído em 1984, este edifício de formas tão pouco usuais quanto ousadas, é a corporificação do modernismo soviético tardio — elevado à sua potência máxima.

De acordo com o projeto original dos arquitetos Avraam Milestly, N. Slogostkaya e Vladimir Shevchenko, o Hotel Salute havia sido concebido como um arranha-céu. Devido aos muitos conflitos com as principais lideranças do partido, a altura total do edifício foi então reduzida pela metade. A sensação de estranheza que esta estrutura nos passa se deve fundamentalmente ao fato de que o edifício do hotel, de sete pavimentos, foi construído sobre uma base monolítica de concreto concebida para suportar uma torre muito mais alta e portanto, esbelta. Interiormente, o hotel conta com 19 paredes portantes de concreto armado que irradiam do centro da torre, uma solução que faz com que os quartos só possam ser acessados através dos elevadores centrais ou de uma rampa circular. Abrigando um total de cem quartos, divididos em 90 suítes standard e 10 quartos de luxo, sua estrutura compacta e à incapacidade de expandi-la, faz com que este hotel gere mais despesas que receitas desde o dia de sua inauguração. De qualquer forma, o Salute segue operando na cidade de Kiev e caso você queira visitar a surpreendente capital ucraniana, uma noite no Salute custa cerca de R$300 a noite.

Resort Panorama / Zdeněk Řihák

Štrbské Pleso, Eslováquia
1969

Panorama Resort Slovakia. © Fortepan under a CC license
Panorama Resort Slovakia. © Fortepan under a CC license

Construído em 1969, o Resort Panorama é uma estrutura que parece desafiar as leis da gravidade. Inaugurado por ocasião do Campeonato Mundial de Esqui e 1970, o Panorama foi concebido como elemento integral da nova vila de Štrbské Pleso, uma espécie de vila olímpica com estação de esqui no coração das Montanhas Tatra.

Projetado pelo arquiteto tcheco Zdeněk Řihák, conhecido por seu estilo de vanguarda, o Panorama Hotel se materializa através de uma impressionante fachada escalonada de forma invertida, projetando-se para fora a medida que avança em altura —oferecendo uma vista deslumbrante para as montanhas a 1355 metros acima do nível do mar. Extremamente popular quando inaugurado, o hotel contava com fácil acesso uma vez que foi construído junto à uma das principais estações ferroviárias da então Tchecoslováquia. O Resort Panorama foi recentemente reformado e, embora sua forma icônica ainda permaneça praticamente inalterada, a antiga fachada em concreto aparente foi completamente descaracterizada.

Todor Zhivkov Residence / Pavel Nikolov

Sofia, Bulgária
1977

Todor Zhivkov Residence. © Emil Iliev
Todor Zhivkov Residence. © Emil Iliev

Localizado nos arredores de Sofia, o Complexo Todor Zhivkov encontra-se atualmente abandonado, esquecido em meio à bucólica paisagem búlgara. Cinquenta anos atrás, em seu auge, o conjunto recebia com frequência um dos seus mais ilustres personagens, o antigo líder comunista que deu nome ao edifício: Todor Zhivkov.

Construído em 1977 e concebido para ser um spa e retiro de final de semana para funcionários de alto escalão do governo búlgaro, o edifício caiu nas graças do então líder do partido comunista que o mesmo decidiu fazer do hotel sua residência principal e um hotel de luxo para seus hóspedes de honra. Depois da trágica morte de sua filha Lyudmila, Zhikvkov passou a morar permanentemente no complexo, onde residiu até ser deposto em 1989, logo após o colapso do Bloco de Leste. Desde então, o complexo de cinco edifícios principais e seus anexos anexos, além do parque que circunda a área, passou de mãos em mãos, passando de um privativo clube de golfe, um hotel e um centro de treinamento da Agência de Segurança Nacional da Bulgária, até ser completamente abandonado.

Traduzido por Vinicius Libardoni.

Galeria de Imagens

Ver tudoMostrar menos
Sobre este autor
Cita: Lucía de la Torre. "Arquitetura do leste europeu: o modernismo futurista de hotéis e resorts" 01 Jul 2020. ArchDaily Brasil. Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/942372/arquitetura-do-leste-europeu-o-modernismo-futurista-de-hoteis-e-resorts> ISSN 0719-8906

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.