Escola de Ciências e Esportes da Brighton College / OMA

Escola de Ciências e Esportes da Brighton College / OMA

© Laurian Ghinitoiu© Laurian Ghinitoiu© Laurian Ghinitoiu© Laurian Ghinitoiu+ 62

  • Arquitetos: OMA
  • Área Área deste projeto de arquitetura Área:  7425
  • Ano Ano de conclusão deste projeto de arquitetura Ano:  2020
  • Fotógrafo Fotografias:  Killian O. Sullivan, Laurian Ghinitoiu, Liz Finlayson/Vervate
  • Fabricantes Marcas com produtos usados neste projeto de arquitetura
    Fabricantes: Hunter Douglas, Coba Flooring, Conder Allslade, Creagh Concrete, Designworks Tiles, Elefant Gratings, Fieldform, Forbo Flooring Systems, GE Door, Galldris, Hunter Douglas Architectural (Europe), Linit, Pura Facades, Schuco, Taylor Maxwell, Timco Wood, Togoma
  • Sócio Responsável:Ellen van Loon
  • Diretor De Projeto:Carol Patterson
  • Equipe Do Concurso:Ellen van Loon, Rem Koolhaas, Carol Patterson, Gabriela Bandeira, Jan Barta, Marlies Boterman, Matthew Davis, Emile Estourgie, Alain Fouraux, Mindaugas Glodenis, Airat Khusnutdinov, Can Liu , Hans Larsson, Nikki Mulder, Edward Nicholson, Betty Ng, Francesca Pagliaro, , Tom Shadbolt, Liheng Zhang, Hongchuan Zhao, Ellen van Loon, Carol Patterson Kees van Casteren, Alain Fouraux, Daniel Gonzales, Leonardos Katsaros, Hans Larsson, Ellen van Loon, Francesco Moncada, Martin Murrenhoff, Betty Ng, Vitor Oliveira, Pawel Panfiluk, Jad Semaan, Timur Shabaev, Jonathan Telkamp
  • Desenho Esquemático:Carol Patterson, Marina Cogliani, Cristina Marin de Juan, Dinka Beglerbegovic
  • Desenvolvimento Do Projeto:Carol Patterson, Marina Cogliani, Michalis Hadjistyllis, Mario Rodriguez
  • Construção:Carol Patterson, Isabel da Silva, Marina Cogliani, Tom Pailing, Magdalena Stanescu
  • Engenharia De Serviços:Skelley and Couch
  • Engenharia De Estruturas:Fluid Engineering
  • Paisagismo:Bradley-Hole Schoenaich
  • Acústica:Ramboll
  • Segurança Contra Incêndio:The Fire Surgery
  • Sustentabilidade:Eight Associates
  • Construtora:McLaren
  • Representantes Dos Empregadores:Gardiner & Theobald
  • Cidade:Brighton
Mais informaçõesMenos informações
© Laurian Ghinitoiu
© Laurian Ghinitoiu

Descrição enviada pela equipe de projeto. Desenvolvido pelo OMA, o projeto da Escola de Ciências e Esportes da Brighton College procura responder ao desafio - de maneira até um pouco provocativa - de como inserir um novo projeto de arquitetura contemporânea em um Campus de caráter muito mais convencional. Vencedora do concurso por convite em 2013, a proposta apresentada pela equipe do Office for Metropolitan Architecture oferece uma solução para este problema, sobrepondo os espaços programáticos dos departamentos de Ciências e Esportes para então construir um edifício dinâmico e com espaços descomplicados onde a regra é não seguir regra nenhuma. Considerando que os processos de aprendizagem ocorrem tanto fora quanto dentro de sala de aula, o projeto do novo edifício da Brighton College se insere no Campus da mesma maneira como pretende articular uma novo conceito de espaço de ensino, o qual enfatiza a interação e o intercâmbio entre a comunidade acadêmica em geral.

© Laurian Ghinitoiu
© Laurian Ghinitoiu
Axonométrica
Axonométrica
© Laurian Ghinitoiu
© Laurian Ghinitoiu

Por que deveríamos isolar o departamento de Ciências do departamento de Esportes? Porque este edifício deveria isolar-se de seu contexto específico? Ao invés disso, os dois programas foram embaralhados dentro de um volume singular, implantado bem em frente ao campo de de grama do Colégio e completamente aberto ao Campus. Os espaços dedicados ao ensino e a prática do esporte encontra-se instalados no mesmo nível do campo  com o ginásio diretamente integrado à ele. O departamento de ciências, que inclui salas de aula, laboratórios e até uma estufa, sobrevoa o programa esportivos do edifício com certa leveza, proporcionando proteção aos espaços abertos do térreo. O desenho da fachada do edifício foi inspirado em parte pelo ritmo presente na moradia estudantil em frente a ele. Além disso, a cobertura acessível opera como um anfiteatro ao ar livre, desde onde é possível ter uma vista panorâmica do Campus e do Mar do Norte mais além.

© Laurian Ghinitoiu
© Laurian Ghinitoiu

O estímulo à comunicação entre os alunos dos dois departamentos foi um elemento fundamental no desenvolvimento deste projeto. Procuramos criar uma série de espaços abertos e generosos fora das salas de aula, proporcionando maiores oportunidades de interação entre os alunos em um ambiente mais descontraído. A onipresente transparência do edifício, serve para conectar visualmente os espaços e atividades que se desenvolvem nos dois departamentos, articulando suas dinâmicas mudanças de nível, e provocando trocas e atravessamentos inesperados no dia-a-dia do Campus. Componentes diversos, anteriormente contraditórios, foram compatibilizados: a pista de corrida coberta no térreo pode ser vista a partir das salas de aula nos níveis superiores, estas últimas contam com janelas de piso ao teto, até as capelas de exaustão dos laboratórios de química são transparentes neste edifício - permitindo que os alunos que passam pelos corredores possam testemunhar as atividades empreendidas por seus colegas dentro das salas de aula.

© Killian O. Sullivan
© Killian O. Sullivan
© Killian O. Sullivan
© Killian O. Sullivan

O projeto do OMA foi escolhido em um concurso por convite realizado no ano de 2013, quando a Brighton College decidiu empreender um amplo projeto de expansão do Campus, da Escola de Ciências e de suas instalações esportivas. No resumo do concurso, os organizadores propunham o Centro Esportivo e o Departamento de Ciências como dois projetos separados. Após a reavaliação do briefing, realizada depois de concluída a primeira etapa do concurso em 2013, o projeto proposto pelo OMA foi escolhido em 2014 como o grande vencedor da segunda fase do concurso. O escritório holandês foi então contratado pelo Brighton College em 2015 e a construção iniciada em 2017. O projeto foi construído cumprindo o orçamento inicial total de 36 milhões e 600 mil libras esterlinas.

© Killian O. Sullivan
© Killian O. Sullivan
© Laurian Ghinitoiu
© Laurian Ghinitoiu

Fundada em 1845, a Brighton College é uma instituição particular de ensino médio da cidade de Brighton, no sul da Inglaterra, que ao longo dos anos consolidou sua reputação como uma das mais importantes escolas do Reino Unido. O Campus é composto de duas áreas principais: o quadrilátero histórico, composto por edifícios tombados pelo patrimônio histórico do Reino Unido, a maioria deles projetados por arquitetos como Sir Gilbert Scott e Sir Thomas Jackson no século XIX; e o centro esportivo, onde a maioria dos edifícios foram construídos durante as décadas de 1970 e 1980.

© Laurian Ghinitoiu
© Laurian Ghinitoiu

Galeria do Projeto

Ver tudoMostrar menos

Localização do Projeto

Endereço:Eastern Rd, Brighton BN2, Reino Unido

Clique para abrir o mapa
Localização aproximada, pode indicar cidade/país e não necessariamente o endereço exato.
Sobre este escritório
Escritório
Cita: "Escola de Ciências e Esportes da Brighton College / OMA" [Brighton College / OMA] 26 Jan 2020. ArchDaily Brasil. Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/932229/escola-de-ciencias-e-esportes-da-brighton-college-oma> ISSN 0719-8906

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.