Figueroa Arq+Urb vence concurso para anexo do Museu Casa Lacerda em Curitiba

Figueroa Arq+Urb vence concurso para anexo do Museu Casa Lacerda em Curitiba

A Casa Lacerda, um dos principais patrimônios arquitetônicos da região da Lapa (PR), vai ganhar vida nova em breve. O espaço que atualmente funciona como museu e Casa de Patrimônio — com a ambientação que reproduz a casa de uma família tradicional lapeana — será ampliado através da construção de um anexo. Nesta quarta-feira (18), o Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) e o Departamento do Estado do Paraná do Instituto de Arquitetos do Brasil (IAB-PR) revelaram os projetos vencedores do concurso público nacional que darão origem à nova construção.

A casa de estilo luso-brasileiro construída entre 1842 e 1845 reproduz a residência de uma família típica da Lapa, com mobiliário e objetos originais. Foto: Hedeson Alves/Arquivo Gazeta do Povo
A casa de estilo luso-brasileiro construída entre 1842 e 1845 reproduz a residência de uma família típica da Lapa, com mobiliário e objetos originais. Foto: Hedeson Alves/Arquivo Gazeta do Povo

A Casa Lacerda foi construída na década de 1840 para servir de residência do comerciante português Manoel José Corrêa de Lacerda. Até hoje preserva suas características de arquitetura luso-brasileira. Localizada no Centro Histórico, ela tem grande importância histórica para a região: nela foi assinada a ata que pôs fim ao Cerco da Lapa, batalha ocorrida em 1894. Atualmente, ela é propriedade do Iphan e tombada como patrimônio federal e estadual.

Anna Finger, chefe da divisão técnica da superintendência do Iphan no Paraná, explica que o uso duplo da casa criou, ao longo do tempo, uma necessidade de ampliar seu espaço. “Ela funciona como museu-casa, com uma ambientação que reproduz a casa de uma família tradicional da Lapa. Além disso, a gente faz ações educativas e cursos em uma sala aos fundos”, lembra. “Já há algum tempo a gente falava em criar um anexo pra abrigar exposições temporárias e fazer oficinas. A casa tem uma visitação muito intensa, com milhares de visitantes por mês.”

Primeiro lugar do concurso foi concedido ao escritório paulista Figueroa ARQ + URB. Imagem: reprodução/Figueroa
Primeiro lugar do concurso foi concedido ao escritório paulista Figueroa ARQ + URB. Imagem: reprodução/Figueroa

Foram enviadas 72 propostas de 11 estados diferentes. Os vencedores foram selecionados por uma comissão julgadora composta por dois profissionais indicados pelo IAB-PR e um pelo Iphan. Segundo Finger, os principais critérios de avaliação foram o atendimento à proposta, uma boa resolução de fluxo de visitantes e o cuidado com que o anexo se relaciona ao patrimônio. “Não pode brilhar mais que a casa”, ela comenta. “[É fundamental] respeitar a escala, os materiais e dialogar com o conjunto”.

O resultado final será divulgado no dia 26 de dezembro, após a fase de recursos. O primeiro lugar recebe o prêmio de R$ 20 mil e a assinatura de contrato para os projetos executivos no valor de R$ 265 mil, previsto para maio de 2020. O segundo e o terceiro lugares recebem, respectivamente, R$ 10 e R$ 5 mil. A previsão é de que as obras se iniciem em 2021.

Confira abaixo os vencedores:

1º lugar: Figueroa Arq+Urb (São Paulo, SP)

Imagem: reprodução/Figueroa
Imagem: reprodução/Figueroa

O projeto vencedor tem autoria dos arquiteto Mario Figueroa e Leticia Tamisari, do escritório paulista Figueroa Arq+Urb. O projeto gira em torno do conceito de uma “promenade architectural”: quando o percurso a ser seguido pelos visitantes já está implícito na construção de um espaço. O anexo forma um “L” com relação ao terreno, criando um quintal nos fundos da casa que naturalmente leva ao novo espaço.

O anexo, por sua vez, tem dois pavimentos. São previstos um café, uma biblioteca, um salão multiuso, uma loja, entre outros usos. Os arquitetos também destacam estratégias voltadas à sustentabilidade da edificação, como ventilação cruzada, coberturas verdes, fachadas duplas ventiladas, captação de água pluvial, uso de sistemas construtivos pré-fabricados, entre outros.

Não é a primeira vez que Figueroa fica em primeiro lugar em concursos de arquitetura. Um dos destaques de seu currículo é o Museu da Memória e Direitos Humanos, na capital do Chile. No Brasil, já venceu concursos Em São Paulo, Paraná, Santa Catarina, Bahia e Rio de Janeiro.

2º lugar: Zanatta Figueiredo Arquitetos Associados (São Paulo, SP)

Foto: reprodução/Zanatta Figueiredo
Foto: reprodução/Zanatta Figueiredo

No projeto do escritório Zanatta Figueiredo Arquitetos Associados, o museu e seu anexo são separados por um Pátio das Tijoleiras, que cria uma convergência entre os edifícios do complexo. Uma alameda atravessa o terreno, conectando os dois espaços com uma escadaria.

O pavimento térreo concentra espaços ‘privados’ como a administração do museu e salas do Iphan, além de uma área de exposição com pé-direito duplo e escadaria central. Na parte superior, concentram-se café, livraria, oficina e varanda. A cozinha, centralizada, atende tanto a área de oficinas como o café.

Entre os materiais escolhidos, estão a tijoleira, concreto aparente e aço, no qual seria gravada a história da Lapa com homenagens aos heróis da cidade. O paisagismo também é destaque do projeto, com espécies que valorizam os espaços conforme as estações.

3º lugar: Conceito Arquitetura (Brasília, DF)

Foto: reprodução/Conceito Arquitetura
Foto: reprodução/Conceito Arquitetura

O tijolo cerâmico é um dos pontos principais do projeto do escritório Conceito Arquitetura. Usado no piso da praça, ele se estende como base do novo edifício, criando unidade ao conjunto. A ele, outros materiais se mesclam. O pavimento inferior mistura concreto armado com pilares e lajes aparentes; o superior leva estrutura metálica.

O projeto cria “dois térreos”: um que se liga ao pátio existente, outro que se estende pela nova entrada aos fundos do terreno, na travessa paralela à rua da Casa Lacerda.

Menção honrosa: Mote 85 Arquitetos (Porto Alegre, RS)

Foto: reprodução/Mote 85
Foto: reprodução/Mote 85

A essência do projeto do escritório Mote 85 é uma “passagem-passeio”: um percurso que liga ruas, edifícios e diferentes espaços do complexo. Dois tipos de espaços são propostos: um “núcleo rígido” que concentra espaços como sanitários, vestiários e copa, e espaços livres e fluidos que recebam as funções culturais e administrativas do anexo. A ideia é que novos arranjos possam ser feitos com o tempo. A edificação propõe uso de concreto aparente, alvenarias de tijolos, alumínio, madeira em esquadrias e vidro.

Menção honrosa: Estúdio BG (São Paulo, SP)

Foto: reprodução/BG Estúdio
Foto: reprodução/BG Estúdio

O tijolo novamente é foco na proposta assinada pelo Estúdio BG, desta vez criando fachadas translúcidas. A construção valoriza técnicas e elementos tradicionais da construção civil brasileira. No projeto, a edificação fica disposta na lateral do terreno, permitindo duas visões do anexo: uma pela própria Casa Lacerda e seu pátio, e a segunda pela entrada da travessa inferior. “Essa condição cria entre os elementos uma respeitosa competição pelo olhar, além de sobrepor diferentes momentos da história da casa e da cidade”, explica o memorial do projeto.

Menção honrosa: Pagus Arquitetura (Curitiba, PR)

Foto: reprodução/Pagus Arquitetura
Foto: reprodução/Pagus Arquitetura

O escritório curitibano Pagus Arquitetura propôs três diferentes níveis de pátios para o complexo. Com entrada para a rua inferior, o pavimento inferior recebe uma praça de acolhimento, do qual já se vê a casa histórica. Nela, pode-se receber exposições ao ar livre e apresentações culturais. O nível intermediário amplia a área do quintal da casa e conta com um mirante para a paisagem. O pavimento superior, por sua vez, tem uma grande varanda. O prédio se liga por uma pequena passarela ao pátio, que por sua vez leva à Casa Lacerda.

Confira aqui os projetos completos dos vencedores.

Via Haus

Galeria de Imagens

Ver tudoMostrar menos
Sobre este autor
Cita: Aléxia Saraiva. "Figueroa Arq+Urb vence concurso para anexo do Museu Casa Lacerda em Curitiba" 20 Dez 2019. ArchDaily Brasil. Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/930605/figueroa-arq-plus-urb-vence-concurso-para-anexo-do-museu-casa-lacerda-em-curitiba> ISSN 0719-8906

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.