Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
  1. ArchDaily
  2. Projetos
  3. Apartamentos
  4. Espanha
  5. HUSOS
  6. Um homem, seu bulldog, uma horta e a casa que compartilham / HUSOS

Um homem, seu bulldog, uma horta e a casa que compartilham / HUSOS

  • 17:00 - 19 Maio, 2019
  • Curadoria de Clara Ott
  • Traduzido por Camilla Sbeghen
Um homem, seu bulldog, uma horta e a casa que compartilham / HUSOS
Um homem, seu bulldog, uma horta e a casa que compartilham / HUSOS, © José Hevia
© José Hevia
  • Arquitetos

  • Localização

    Las Acacias, Madri, Espanha
  • Equipe de Projeto

    Camilo García, Diego Barajas
  • Colaboradores

    Giulia Poma, Francesca Beltrame, Agustina Zaratiegui, Álvaro Heredia, Estafanía Roiko, Wiktoria Stepien.
  • Área

    46.0 m2
  • Fotografias

  • Coordenação Geral

    Husos
  • Carpintaria

    Verticales formé
  • Alvenaria, instalações e outros

    Atipical
  • Cliente

    Particular
  • Engenharia

    Mecanismo
  • Paisagismo

    Husos
© José Hevia
© José Hevia

Descrição enviada pela equipe de projeto. Este é um projeto de reabilitação social e bioclimática de um pequeno apartamento de 46 metros quadrados para Jaime, médico de emergência e Almondega, seu bulldog. Embora o apartamento original tenha uma orientação dupla a leste e oeste, a maior parte da ventilação cruzada foi bloqueada por várias divisórias, de modo que sua distribuição não respondeu adequadamente às altas temperaturas dos verões de Madri. Esta foi uma questão central a ser abordada no novo desenho para o conforto de Jaime e Almondega. Sendo uma raça muito delicada, os bulldogs são sensíveis ao calor. Por esta razão, o interior foi redistribuído para criar uma sala-cozinha aberta ao leste e oeste, facilitando a circulação de ar.

© José Hevia
© José Hevia
© José Hevia
© José Hevia

Para a climatização passiva da casa também foi construído um jardim vertical na varanda voltada ao oeste. A vegetação impede o superaquecimento no verão e funciona como um colchão térmico, resfriando o interior e evitando o uso de ar-condicionado. Madri, assim como o território que a circunda, sofre com uma importante escassez de água que se agrava com o aumento das temperaturas, deste modo, para a irrigação de tomates, ervas e outras plantas, foi projetado um sistema de reutilização da água do chuveiro com a ajuda de agrônomos e programadores. Deve-se ter em mente que, ao longo deste século, 80% da Espanha estará em risco de desertificação e as grandes cidades espanholas exercerão uma enorme pressão sobre as fontes de água regionais.

© José Hevia
© José Hevia

No limite da varanda é criada uma micro-paisagem composta por tubos e filtros que vão desde o chuveiro até o jardim, tornando visível o fluxo de água e seu tratamento de forma didática. Essa micro-paisagem é um protótipo de possíveis novos pequenos objetos de desejo para uma nova era sustentável hipotética que poderia ser replicada em muitos outros lares.

© José Hevia
© José Hevia
© José Hevia
© José Hevia

Como Jaime tem horários de trabalho muito diferentes, ele se recupera dos turnos noturnos tirando sonecas durante o dia. Portanto, em vez de se concentrar no dormitório como uma área única para descanso, criou-se um cápsula-periscópio como local para o cochilo na sala de estar, que é uma alternativa à cama. Além disso, serve para receber companheiros íntimos. No caso de encontros ocasionais, a sala é frequentemente um lugar central na cultura sexual gay em Madri, muitas vezes reservando o dormitório apenas para relações mais próximas.

© José Hevia
© José Hevia

A cápsula do cochilo também se torna um espaço para receber hóspedes que ficam para dormir sem que isso implique em um sofá-cama que invada a sala a ser utilizada. É também um lugar para ver filmes quando você desliza uma porta que serve como tela de projeção ou janela periscópio que oferece luz natural e vista para a rua arborizada.

A cápsula está inscrita em uma faixa de 1,50m de largura, na qual também há um closet, um depósito e a cama principal para o descanso noturno. Almôndega, além de se beneficiar do ar condicionado natural, tem um conjunto de ilhas de algodão nas quais ele pode deitar sobre. Elas são elementos macios de efeito refrescante, pois permitem a circulação de ar e são fixados ao chão por meio de ventosas, o que permite que sua posição mude a qualquer momento.

© José Hevia
© José Hevia

O apartamento está localizado em um prédio típico os anos 60. Nesta tipologia, o acesso às moradias é feito através de um corredor aberto que facilita a interação entre os vizinhos, por exemplo, quando estão pendurando roupas do lado de fora, uma prática difundida em Madri como em outros lugares da Espanha. No entanto, neste caso, o pátio central é ocupado por um espaço comercial, o que enfraquece o caráter típico da comunidade deste tipo de edifícios. Nos tradicionais, o pátio é um espaço muito importante que estimula a troca entre vizinhos.

© José Hevia
© José Hevia

Neste projeto, nós investigamos a natureza socializante dos edifícios tradicionais de Madri não mais através da sua escala, mas através do design de interiores e do jardim: espera-se que os tomateiros, plantas aromáticas e outras espécies implantadas no novo jardim doméstico produzam alguns excedentes que Jaime não poderá consumir sozinho. Portanto, a opção de compartilhar com os outros, sejam vizinhos do prédio, colegas de trabalho ou entes queridos, surge. Desta forma, o jardim fornece alimentos e, ao mesmo tempo, tem o potencial de expandir as capacidades relacionais da moradia, questionando a ideia generalizada de entender o apartamento moderno como um núcleo residencial isolado.

© José Hevia
© José Hevia

Neste projeto, exploramos novas possibilidades sócio-bioclimáticas no espaço doméstico em torno de outras masculinidades diferentemente das heteronormativas e formas expandidas de comunidade.

© José Hevia
© José Hevia

Ver a galeria completa

Localização do Projeto

Localização aproximada, pode indicar cidade/país e não necessariamente o endereço exato.
Sobre este escritório
Escritório
Cita: "Um homem, seu bulldog, uma horta e a casa que compartilham / HUSOS" [Un chico, su bulldog, un huerto y la casa que comparten / HUSOS] 19 Mai 2019. ArchDaily Brasil. (Trad. Sbeghen Ghisleni, Camila) Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/917196/um-homem-seu-bulldog-uma-horta-e-a-casa-que-compartilham-husos> ISSN 0719-8906

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.