Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos

Residência SR32 / HARDT Planejamento

Residência SR32 / HARDT Planejamento

© Jefferson Carollo Filho © Jefferson Carollo Filho © Jefferson Carollo Filho © Jefferson Carollo Filho + 44

Casas  · 
  • Arquitetos Autores deste projeto de arquitetura HARDT Planejamento
  • Área Área deste projeto de arquitetura
  • Fotógrafo Created with Sketch.
  • Fabricantes Marcas com produtos usados neste projeto de arquitetura
    Bronpi Calefacción, Dometal, Madeiras Monte Claros, O Quintaleiro, V Martins
  • Arquiteto Responsável

    Marlos Hardt
  • Ano do projeto

    2017
  • Execução

    CM2 Engenharia Civil
  • Paisagismo

    Valéria Romão Morellato Hardt
  • Equipe

    Alessandra Franco, Fernanda Einsfeld, Mônica Ferreira da Silva
Mais informações Menos informações
© Jefferson Carollo Filho
© Jefferson Carollo Filho

Descrição enviada pela equipe de projeto. Localizado próximo aos maciços verdes ao norte de Curitiba, a residência SR32 ocupa um lote de 240 m², com desnível de mais de 2 metros no sentido longitudinal e 3 testadas livres de edificações no entorno, sendo sua porção noroeste orientada a uma área de preservação permanente, e a nordeste ao parque Bacacheri, referência da cidade. Para tirar proveito dessas condições, o projeto foi estabelecido com uma empena cega voltada ao sul (por imposição legal) e 3 fachadas abertas à paisagem de entorno. Do ponto de vista de relevo, adotou-se a cota mais alta do terreno para o térreo, aproveitando o desnível para criar um pavimento subsolo, que na realidade apresenta-se praticamente nivelado com a cota exterior. Com esses condicionantes e visando atender demandas de baixo custo e aproveitamento do espaço e visuais, setorizou-se os usos de maneira vertical, com o subsolo abrigando garagem e depósitos, o térreo com áreas sociais e de serviços, o superior com espaços íntimos e o ático com atividades de lazer e contemplação da paisagem. A conexão entre os diferentes pavimentos se dá pela escada metálica com degraus engastados à parede cega ao sul. Cabos metálicos fazem a proteção e delimitação da circulação vertical.

© Jefferson Carollo Filho
© Jefferson Carollo Filho
Planta Térreo
Planta Térreo
© Jefferson Carollo Filho
© Jefferson Carollo Filho

Devido às pequenas dimensões do lote, buscou-se maximizar a área de jardim no térreo, recuando a edificação e mantendo parte do pavimento superior como cobertura do espaço de churrasqueira e deck, em frente ao quintal. Desta maneira, 160 m² - equivalente a 2/3 do terreno - cumprem a função de jardins e áreas livres no térreo. Com exceção da pequena área de serviço, escritório e lavabo, todos os demais ambientes são integrados e voltados ao jardim, proporcionando uma sensação de amplitude e conexão com o jardim e o bosque. O pavimento superior circunda um vazio central que proporciona a conexão visual e espacial deste com o térreo. Possui 2 demi-suítes orientadas para o parque e a suíte-master para o bosque. Há ainda uma sala de estar reversível em outra suíte, cujo banheiro atualmente é adaptado para rouparia. No ático, o espaço de pizzaria possui portas de vidro que fazem a conexão visual com o jardim suspenso, assim como com o parque Bacacheri ao fundo. 

© Jefferson Carollo Filho
© Jefferson Carollo Filho

A maioria dos materiais utilizados foram desenvolvidos ou transformados em conjunto pelas equipes de arquitetura e engenharia, assim como fornecedores locais.  Os tijolos de revestimento foram concebidos diretamente na Olaria, auxiliando inclusive na agregação de valor ao produto artesanal confeccionado ao sul de Curitiba. O piso do térreo é de concreto lapidado. A própria laje foi lixada e polida até adquirir brilho e relevar as pedras do agregado. Com exceção do piso do pavimento superior, todo o restante da madeira utilizada foi pinus autoclavado com acabamento flameado, ressaltando ainda mais os veios de verão-inverno da madeira e adquirindo aspereza necessária para evitar escorregamentos na escada e decks. Com a madeira remanescente dos lotes, balcões e mesas foram confeccionados. O revestimento da fachada foi realizado com combinações de cimento, pigmento e massa acrílica aplicados sobre o reboco enriquecido com vermiculita, visando melhoria de sua condição térmica. 

© Jefferson Carollo Filho
© Jefferson Carollo Filho

O edifício conta com diversas soluções para melhoria de sua qualidade ambiental. A iluminação natural é garantida durante todo o dia por uma cobertura de vidro sobre a escada que atua em conjunto com o vazio do pavimento superior, que, por sua vez, permite a conexão entre todos os pavimentos, possibilitando um efeito chaminé, com a entrada de ar puro proveniente do bosque no térreo e saída do ar exausto pelo ático. Nos meses frios. Uma recuperadora de calor instalada no térreo, além de aquecer os ambientes sociais, possui uma câmara quente criada pelos projetistas que, com o auxílio de tubulações térmicas e uma bomba de ar, permite a distribuição do calor para os quartos no pavimento superior. Ambas as alternativas para calor e frio permitem que a casa não possua nenhum aparelho de ar condicionado instalado. Os sistemas de reuso de água pluvial e aquecimento solar completam as estratégias de baixo impacto da residência.

© Jefferson Carollo Filho
© Jefferson Carollo Filho
Corte A
Corte A
© Jefferson Carollo Filho
© Jefferson Carollo Filho

Galeria do Projeto

Ver tudo Mostrar menos
Sobre este escritório
Cita: "Residência SR32 / HARDT Planejamento" 23 Abr 2019. ArchDaily Brasil. Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/915541/residencia-sr32-hardt-planejamento> ISSN 0719-8906

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.