Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos

ICD Aggregate Pavilion 2018 / ICD University of Stuttgart

ICD Aggregate Pavilion 2018 / ICD University of Stuttgart

© ICD University Stuttgart © Roland Halbe © ICD University Stuttgart © Roland Halbe + 36

Stuttgart, Alemanha, Alemanha
  • Robótica De Cabos: Ondrej Kyjanek, Martin Loucka
  • Produção: Wilhelm Weber GmbH & Co. KG
  • Financiamento: GETTYLAB, ITASCA Consulting Inc.
  • Dimensões: 105 metros cúbicos (Altura: 3.00 metros, Largura: 5.00 metros, Comprimento: 7.00 metros)
  • Peso: 2.500 quilogramas aproximadamente
  • Número De Partículas: circa 120 000 non-convex particles (circa 70 000 hexapods and circa 50 000 dekapods) and circa 725 convex particles (spheres)
Mais informações Menos informações
© Roland Halbe
© Roland Halbe
© Roland Halbe
© Roland Halbe

Descrição enviada pela equipe de projeto. Em meio à natureza, o constante e vagaroso processo de erosão e decomposição transforma a materialidade das coisas. Montanhas transformam-se em pedras e estas em grãos de areia. O que seria da arquitetura se ela pudesse reconfigurar-se à si mesma com o passar do tempo, metamorfoseando a sua própria matéria?

© Roland Halbe
© Roland Halbe

O projeto do Aggregate Pavillion, desenvolvido pelo Instituto de Design e Construção Computacional ICD da Universidade de Stuttgart, nos apresenta o que há de mais novo no mundo da construção civil, o resultado de mais de dez anos de pesquisas e desenvolvimento de novos materiais. O pavilhão do ICD possui o título de primeiro projeto de arquitetura completamente desenvolvido a partir de elementos desconexos, delicadamente encaixados. A disposição destes elementos- sem nenhum tipo de vínculo rígido-, demostra a capacidade única de alcançar tanto a estabilidade física quanto a flexibilidade de reconfiguração de um espaço construído através de elementos avulsos. Se utilizarmos de estratégias como esta, produzido elementos sob medida para diferentes projetos, seria possível alcançar um outro nível de sustentabilidade na construção de edifícios e pavilhões nesta escala, permitindo a total reconfiguração e reutilização de tais elementos. Para o projeto do Aggregate Pavillion foram utilizados mais de 70.000 "estrelas" brancas produzidas à partir de plástico reciclado. Estes pequenos "ouriços" são estão despejados um à um através de um sistema computadorizado com uma impressionante precisão e velocidade. O projeto do pavilhão desenvolvido na Universidade de Stuttgart apresenta algo inédito no mundo da arquitetura, abrindo uma nova perspectiva à respeito do paradigma das estruturas estáveis, e com isso, poderíamos começar a pesar em projeto de arquitetura que podem ser rapidamente construídos e desconstruídos, assim como reconstruídos ou reutilizados.

© ICD University Stuttgart
© ICD University Stuttgart

OS MATERIAS GRANULARES

O Aggregate Pavillion é um campo de exploração e desenvolvimento de novos materiais. Chamados de "materiais granulares", estes são elementos capazes de constituir sistemas construtivos à partir de um grande número de grânulos ou partículas. O curioso fato é que estas partículas não possuem nenhum vínculo rígido, ou seja, estão soltas umas das outras. Como um todo, elas constituem uma estrutura estável ainda que possam ser movidas ou removidas individualmente. Na natureza, encontramos paralelo em uma caixa de areia, uma pilha de pedra ou até mesmo em montanhas de neve. Em um material granular, estas partículas são produzidas artificialmente e, consequentemente, sua geometria e seus materiais podem ser definidos pelo projetista.

© ICD University Stuttgart
© ICD University Stuttgart
© Roland Halbe
© Roland Halbe

MODELO DE PROJETO

O Aggregate Pavillion de 2018 utiliza dois tipos de elementos com diferentes características: esferas convexas, que podem fluir livremente, e os hexápodes e decápodes, completamente o oposto das esferas, elementos que por natureza tem a capacidade de intertravar-se. As esferas convexas são elementos de preenchimento, enquanto que os hexápodes e decápodes são capazes de criar diversos sistemas de contenção. Ambos os elementos podem ser utilizados de diferentes maneiras, principalmente porque são partículas avulsas, sem qualquer tipo de conexão física entre elas. Assim, partículas utilizadas em um determinado projeto, como no Pavilhão do ICD por exemplo, podem ser reutilizadas em projetos completamente diferentes no futuro. Os hexápodes foram produzidos com o auxílio de moldes e plástico reciclado. As esferas também são feitas de plástico, em finas camadas e depois infladas com ar. Em larga escala, estas partículas transformam-se em um material de construção à granel. Além disso, elementos insufláveis podem ser altamente compactados, muito leves e fáceis de transportar.

© ICD University Stuttgart
© ICD University Stuttgart
Diagrama © ICD University Stuttgart
Diagrama © ICD University Stuttgart

PROCESSO DE CONSTRUÇÃO

Estruturas complexas produzidas uma à uma precisam de um sistema bastante eficiente e automatizado. Para isso foi utilizado um sistema computadorizado, feito sob medida e altamente flexível, o qual foi fixado no teto da estrutura onde seria construído o pavilhão definindo um espaço total de trabalho de aproximadamente 100 metros quadrados.

© ICD University Stuttgart
© ICD University Stuttgart
© ICD University Stuttgart
© ICD University Stuttgart

As caixas de armazenamento das partículas são utilizadas como uma espécie de gabarito para o robô, conduzindo e orientando o processo de implantação dos elementos. Consequentemente, estas caixas vazias funcionam como uma espécie de fôrma, a qual pode ser posteriormente removida. Dessa maneira, cada componente do sistema também cumpre um duplo papel, sendo útil em diferentes partes do processo de construção.

© ICD University Stuttgart
© ICD University Stuttgart

O sistema computadorizado de construção é acionado por um programa de interface e modelagem paramétrica. O processo de concepção e construção funciona através de algoritmos matemáticos e sistemas de visualização que permitem verificar tanto a precisão geométrica da estrutura quando o resultado final do projeto. Duas abóbadas interconectadas revelam o enorme potencial destas estruturas espaciais, construídas inteiramente com pequenas partículas, como magníficos castelos de areia. 

Galeria do Projeto

Ver tudo Mostrar menos
Sobre este escritório
Cita: "ICD Aggregate Pavilion 2018 / ICD University of Stuttgart" [ICD Aggregate Pavilion 2018 / ICD University of Stuttgart] 09 Mar 2019. ArchDaily Brasil. Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/912878/icd-aggregate-pavilion-2018-icd-university-of-stuttgart> ISSN 0719-8906

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.