Colégio Distrital Porfirio Barba Jacob / Leonardo Álvarez Yepes arquitectos

Colégio Distrital Porfirio Barba Jacob / Leonardo Álvarez Yepes arquitectos

© Rodrigo Dávila© Rodrigo Dávila© Rodrigo Dávila© Rodrigo Dávila+ 17

Bogotá, Colômbia
  • Área Área deste projeto de arquitetura Área:  7023
  • Ano Ano de conclusão deste projeto de arquitetura Ano:  2009
  • Fotógrafo Fotografias:  Rodrigo Dávila
  • Fabricantes Marcas com produtos usados neste projeto de arquitetura
    Fabricantes: Docol, Alumina, Cemex, Polyglass, ladrillera San José
  • Construção:Secretaria de educación de Bogotá
  • Interventores De Projeto:Carlos Benavides Suescún. Martha Isabel Rodriguez.
  • Cálculo Estrutural:Jorge Granados, Pablo Barrera, Álvaro León, Nicolás Bernal.
  • Gestor De Intervenção:Universidad Nacional de Colombia / Nicolás Bernal Rojas.
  • Arquiteto Autor Da Obra:Leonardo Álvarez Yepes
  • Equipe De Projeto:Carlos Méndez, Carolina López, Mauricio Romero, Johann Murcia, Andrés Fernandez, Diego Morillo, Luis Rodriguez.
  • Cidade:Bogotá
  • País:Colômbia
Mais informaçõesMenos informações
© Rodrigo Dávila
© Rodrigo Dávila

Descrição enviada pela equipe de projeto. A proposta, no caso deste projeto, se fundamenta na valorização da atividade cotidiana própria de um colégio público. O equipamento educacional deve ser flexível e permeável para as diversas atividades das comunidades, para o uso da bicicleta e o espaço multiuso deve se integrar à morfologia do tecido urbano.

© Rodrigo Dávila
© Rodrigo Dávila
Módulo
Módulo

A utilização do sistema modular permitiu o desenho simultâneo de cinco colégios. Neste caso, utilizou-se a tipologia de claustro como estratégia para organizar os blocos de atividades no lote e dar forma final ao edifício. Além disso, os claustros são envolvidos por uma sequência de pátios pequenos e intimistas, ligados uns aos outros por um extenso percurso arquitetônico que utiliza as escadas estrategicamente localizadas para evitar a continuidade vertical direta entre pisos, prolongando a experiência do espaço e, ao mesmo tempo, gerando recintos para o encontro e a convivência.

© Rodrigo Dávila
© Rodrigo Dávila
Planta - Primeiro Pavimento
Planta - Primeiro Pavimento

A leitura do corte transversal do edifício em três volumes claramente diferenciados coloca em evidência a intenção de construir diversas relações do interior das salas com os espaços comuns e públicos da rua, permitindo, a partir de cada pavimento, uma perspectiva diferente do espaço interno do próprio edifício e da paisagem do entorno próximo e distante da cidade.

© Rodrigo Dávila
© Rodrigo Dávila
Implantação
Implantação

As relações com o tecido urbano circundante foram fundamentais para definir a organização das diversas áreas do colégio. Recorreu-se aos parâmetros tradicionais das quadras e, aproveitando a proporção alongada do edifício, se implantou o Centro Integrado de Recursos Educativos (CIRE) de forma autônoma para permitir o acesso à comunidade do bairro nas atividades complementares que presta esse edifício.

© Rodrigo Dávila
© Rodrigo Dávila

Reflexão sobre o caráter público nos novos colégios

O aprendizado refere-se a inúmeras atividades onde se propicia o reconhecimento e desenvolvimento das diferentes condições do indivíduo, tendo em conta sua natureza física, intelectual e espiritual.

Elevação Sul
Elevação Sul

Do ponto de vista público, é prioritária a formação de cidadãos responsáveis por suas próprias liberdades e, particularmente, deve-se atingir um alto valor na relação entre indivíduos e o coletivo. A princípio, o público é o coletivo. De maneira análoga à uma estrutura urbana, a atividade cotidiana entre o público e o privado define um padrão de rituais que se materializam na organização formal do edifício.
A atividade no colégio está ligada ao encontro e à socialização, dentro e fora da sala de aula, e ao compromisso ético com base em um sistema de regras de comportamento do indivíduo no coletivo.

© Rodrigo Dávila
© Rodrigo Dávila

A possibilidade dos indivíduos de socializar e de se integrar a partir de espaços destinados para o encontro casual, além dos espaços de movimentação, contemplação e permanência, são a base da configuração formal do edifício. Surgem, assim, os corredores, os ambulatórios, os pátios, a praça cívica ou o claustro como formalização dos diversos tipos de espaço comum dentro do edifício.

© Rodrigo Dávila
© Rodrigo Dávila

Galeria do Projeto

Ver tudoMostrar menos

Localização do Projeto

Endereço:Cl. 70b Sur #81i-24, Bogotá, Colômbia

Clique para abrir o mapa
Localização aproximada, pode indicar cidade/país e não necessariamente o endereço exato.
Sobre este escritório
Cita: "Colégio Distrital Porfirio Barba Jacob / Leonardo Álvarez Yepes arquitectos" [Colegio Distrital Porfirio Barba Jacob / Leonardo Álvarez Yepes arquitectos] 02 Dez 2018. ArchDaily Brasil. Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/904420/colegio-distrital-porfirio-barba-jacob-leonardo-alvarez-yepes-arquitectos> ISSN 0719-8906

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.