Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos

Dicas para trabalhar bem em equipe e não morrer tentando

Dicas para trabalhar bem em equipe e não morrer tentando

Você precisa desenvolver um projeto em colaboração com mais colegas, está recentemente começando um curso, quer se aventurar em uma nova empresa com um amigo ou, simplesmente, entrou no mundo corporativo. Seja qual for o momento profissional ou acadêmico no qual você se encontra, é preciso enfrentar a realidade colaborativa que nossa disciplina implica. 

Trabalhar em equipe compreende muitos aspectos positivos e de aprendizagem que o trabalho individual não é capaz de atingir. Além disso, não saber administrar de maneira adequada pode implicar momentos incômodos, acaloradas discussões, términos de amizades, entre outros riscos. Por isso, seja trabalhando com seu melhor amigo, companheiro, algum colega de faculdade ou de escritório, existem certas pautas que nunca devem ser esquecidas. 

via Pxhere. Licença CC0 Domínio Público
via Pxhere. Licença CC0 Domínio Público

1.- Primeiro, o projeto

Enfrentar uma demanda com mais pessoas significa não ser o autor absoluto sobre as decisões que são tomadas, de modo que é recomendável, no momento de iniciar, realizar uma apresentação das diferentes visões que a equipe traz. Nesse sentido, é importante ser auto-crítico e estar aberto a escutar opiniões distintas. Não se deve, de jeito nenhum, querer fazer da proposta um projeto pessoal, trata-se de ser capaz de identificar as potencialidades de cada ideia e, de alguma maneira, considerá-las.

No caso de estar trabalhando diretamente em um projeto, tenha consciência de que o que você mais quer que seja feito não é necessariamente o mais adequado: deve-se reconhecer quando as ideias dos outros são melhores. Seja capaz de escutar e reconhecer potencialidades nas propostas dos colegas, embora a forma proposta seja repensada muitas vezes, pode ser que, ao final, aquilo que não parecia uma boa ideia resultou em um bom projeto. 

via Pxhere. Licença CC0 Domínio Público
via Pxhere. Licença CC0 Domínio Público

2.- Dividir para vencer

Com o passar dos anos e uma vez que tenha adquirido mais experiência na profissão, será possível identificar quais são suas maiores habilidades. Reconheça quais são elas e também as dos seus colegas, ninguém é bom em tudo. Pode ser que você faça melhores modelos 3D, mas talvez não faça melhores edições no Photoshop. Concluindo, trabalhe colaborativamente. 

As habilidades são diferentes em cada pessoa, assim como os graus de dificuldade em matéria de desenvolvimento gráfico são sempre relativas. Deve-se ter muito claro em quais tarefas você é bom e em quais nem tanto. 

via Pxhere. Licença CC0 Domínio Público
via Pxhere. Licença CC0 Domínio Público

3.- Momento para cada coisa

Sobretudo quando trabalha-se com amigos, não se deve esquecer que haverá momentos de distração e relaxamento. Mas, lembre-se sempre que também haverá aqueles de trabalho árduo. Além disso, pode ser que no começo, os objetivos esperados não sejam alcançados, seja por uma má gestão de tempo, porque os prazos não foram bem estabelecidos ou qualquer outro motivo. Dado isso, é muito importante separar as coisas desde o princípio e começar um projeto acordando tempos, diferenciando e estabelecendo momentos de trabalho e recreação. 

É essencial ser honesto com o restante da equipe. Para trabalhar em grupo, como corresponde, você não deve ter segundas intenções ou viver supondo que os demais as têm, deve-se cultivar um ambiente de abertura e confiança suficiente onde você e todos possam se expressar tranquilamente. 

via Pxhere. Licença CC0 Domínio Público
via Pxhere. Licença CC0 Domínio Público

4.- Honestidade absoluta

Para que não haja mal-entendidos, é importante que todos sejam claros, tanto em relação às tarefas executadas como nos gastos e responsabilidades. Faça as coisas da maneira mais formal possível, para que não restem dúvidas em quem vai fazer que coisa ou quem comprou o que. 

É recomendável uma organização por áreas e semanas, assim como reservar um tempo para realizar pequenas reuniões administrativas, repassando os compromissos adquiridos para cada um, os resultados, próximas tarefas e estabelecendo um calendário de trabalho. 

As tarefas agendadas devem ser de conhecimento de todos e estabelecidas em acordo, a fim de cultivar um bom ambiente de trabalho. E aconteça o que acontecer, procure sempre cumprir com sua parte ou avisar com antecipação prévia, para poder resolver inconvenientes da maneira mais rápida e melhor possível. 

via Pixabay. Licença CC0 Creative Commons
via Pixabay. Licença CC0 Creative Commons

5.- Definir locais de trabalho

Se você não está diretamente trabalhando em um escritório, pode ser pouco provável que conte com um espaço estabelecido de trabalho, diante disso, se você tem um projeto acadêmico ou pessoal em colaboração, é muito importante acordar um lugar que resulte cômodo e acessível para todos. 

Idealmente, optem por espaços onde todos os integrantes sintam-se cômodos e que permita desenvolver as atividades acordadas a cada reunião. Provavelmente, se precisam conversar e manejar diferentes tipos de desenhos em papel, uma biblioteca de estudos não seja o lugar mais apto; frente a isso, alguns leitores nos recomendam fazer reuniões em alguma cafeteria ou em lugares que permitam conversas e discussões moderadas. 

via Pxhere. Licença CC0 Domínio Público
via Pxhere. Licença CC0 Domínio Público

6.- Compartilhar experiência e receber críticas

Ninguém é dono da verdade e nessa disciplina, em que a experiência faz o mestre, é importante ser humilde, aceitar críticas construtivas e, ao mesmo tempo, compartilhar o conhecimento com os demais. Quando se empreende projetos com pessoas mais jovens, é importante reconhecer o que elas têm para compartilhar, ao mesmo tempo em que deve-se permitir que elas se expressem em um ambiente amável, onde não tenham medo. Dessa forma, ao entrar em um novo lugar, não se deve ter medo de enfrentar novos desafios, perguntar quando não está seguro de algo ou manifestar uma postura, sempre desde a perspectiva pessoal e não como imposição. 

A fim de estabelecer um melhor ambiente de trabalho, é importante contar também com momentos de distração, conhecer a equipe e compartilhar com ela, isso fará com que todos se sintam mais cômodos no momento de manifestar uma impressão ou apresentar uma ideia. 

Sobre este autor
Cita: Mariman Ramos, Cynthia. "Dicas para trabalhar bem em equipe e não morrer tentando " [Claves para trabajar en equipo y no morir en el intento] 01 Ago 2018. ArchDaily Brasil. (Trad. Sbeghen Ghisleni, Camila) Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/899160/dicas-para-trabalhar-bem-em-equipe-em-nao-morrer-tentando> ISSN 0719-8906

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.