Os curiosos enigmas projetuais da Pirâmide de Chichén Itzá

Os curiosos enigmas projetuais da Pirâmide de Chichén Itzá

Este artigo foi originalmente publicado por Ezra Schwartz no LinkedIn. Reproduzido aqui com a permissão do autor.

Após uma visita familiar recente a Chichén Itzá, fiquei um tanto obcecado com alguns enigmas projetais que encontrei:

Enigma de projeto número 1: A grande pirâmide e objeto central deste incrível complexo arqueológico, conhecido como o Templo de Kukulkán, é de uma simetria assombrosa. Mas a primeira coisa que me chamou à atenção quando a observava a partir de sua fachada oeste, é que a estrutura superior da pirâmide (A acima), não está centralizada, como seria de esperar *. Os eixos visuais 1 e 2 mostram este desalinhamento (imagens acima e abaixo).

Cortesia de Ezra Schwartz

Observando mais de perto, notei também que, embora a porta (B acima) encontre-se centralizada no eixo da escada (C), ela está deslocada no volume superior (A é menor do que B - veja a foto detalhada abaixo). Finalmente, como também podemos ver no detalhe abaixo, a porta (1) não está alinhada com o retângulo inserido acima dela (2). Esta relação, no entanto, é perfeita na fachada oposta.

Cortesia de Ezra Schwartz

Para mim, essas assimetrias contrastam fortemente em um projeto estrutural magnificamente simétrico.

Enigma de projeto número 2: Naturalmente, comecei a procurar uma explicação e fiquei surpresa ao descobrir que os outros visitantes não perceberam este desequilíbrio, e que, dos inúmeros sites que fazem análises minuciosas do Templo de Kukulkán, nenhum deles menciona esta assimetria no topo da pirâmide.

Artistas e designers costumam usar a assimetria para criar composições interessantes e dinâmicas, mas para mim, a assimetria do principal templo de uma das cidades mais importantes da civilização Maia, parece estranha. Como se fosse um erro de cálculo, que, devido a proeminência visual da estrutura e sua importância, poderia ter sido imediatamente corrigida durante a construção.

Pontos de vista de outros projetistas são muito bem vindas para desvendar este mistério.

Notas de rodapé

#1. Observe que quando observamos a pirâmide no eixo Norte-Sul (#3 na primeira imagem), a estrutura superior está alinhada pelo centro.

#2. Todas as fotos são de domínio público e podem ser encontradas no artigo da Wikipedia sobre Chichén Itzá.

#3. Em resposta ao comentário de Sam Parker, adicionei em 22 de janeiro a foto abaixo, que mostra a forma da serpente a que se refere. Segundo a Wikipedia: "Nos equinócios da Primavera e do Outono, no final da tarde, o canto noroeste da pirâmide lança uma série de sombras triangulares contra a balaustrada ocidental no lado norte que evoca a silhueta de uma serpente descendo pela escada, que alguns estudiosos sugerem ser uma representação do "Deus Serpente Emplumada" ou em maia, "Kukulkán".

Cortesia de Ezra Schwartz
Sobre este autor
Cita: Schwartz, Ezra. "Os curiosos enigmas projetuais da Pirâmide de Chichén Itzá" [The Curious Design Enigmas of Chichén Itzá's Temple of Kukulkán] 18 Mar 2018. ArchDaily Brasil. (Trad. Libardoni, Vinicius) Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/890675/os-curiosos-enigmas-projetuais-da-piramide-de-chichen-itza> ISSN 0719-8906

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.