O site de arquitetura mais visitado do mundo
i

Inscreva-se agora e organize a sua biblioteca de projetos e artigos de arquitetura do seu jeito!

Inscreva-se agora para salvar e organizar seus projetos de arquitetura

i

Encontre os melhores produtos para o seu projeto em nosso Catálogo de Produtos

Encontre os produtos mais inspiradores do nosso Catálogo de Produtos

i

Instale o ArchDaily Chrome Extension e inspire-se a cada nova aba que abrir no seu navegador. Instale aqui »

i

En todo el mundo, arquitectos están encontrando maneras geniales para reutilizar edificios antiguos. Haz clic aquí para ver las mejores remodelaciones.

Quer ver os melhores projetos de remodelação? Clique aqui.

i

Mergulhe em edifícios inspiradores com nossa seleção de 360 ​​vídeos. Clique aqui.

Veja nossos vídeos imersivos e inspiradores de 360. Clique aqui.

Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
Navegue entre os artigos utilizando o teclado
  1. ArchDaily
  2. Eventos
  3. 30/10 - Escola da Cidade abre EXposição "Dr. Pacheco - A metrópole do mal, de Rafael Augustaitiz"

30/10 - Escola da Cidade abre EXposição "Dr. Pacheco - A metrópole do mal, de Rafael Augustaitiz"

  • 16:00 - 29 Outubro, 2017
30/10 - Escola da Cidade abre EXposição "Dr. Pacheco - A metrópole do mal, de Rafael Augustaitiz"
30/10 - Escola da Cidade abre EXposição "Dr. Pacheco - A metrópole do mal, de Rafael Augustaitiz", A exposição faz parte da programação da 11ª Bienal de Arquitetura de São Paulo, evento que tem o apoio da Escola da Cidade.
A exposição faz parte da programação da 11ª Bienal de Arquitetura de São Paulo, evento que tem o apoio da Escola da Cidade.

ESCOLA DA CIDADE ABRE EXPOSIÇÃO “DR. PACHECO - A METRÓPOLE DO MAL, DE RAFAEL AUGUSTAITIZ"

EXposição sobre a arte do pixo reunirá vídeos, fotos, gravuras e pinturas e abre dia 30 de outubro às 19h30; evento é parte da 11ª Bienal de Arquitetura de São Paulo

A Escola da Cidade – Faculdade de Arquitetura e Urbanismo abre, no dia 30 de outubro, a EXposição “Dr. Pacheco - A Metrópole do Mal, de Rafael Augustaitiz", apresentando 20 obras, entre elas vídeos, fotos, gravuras e pinturas do artista sobre a arte do pixo. A exposição faz parte da programação da 11ª Bienal de Arquitetura de São Paulo, evento que tem o apoio da Escola da Cidade.

Nas palavras do curador, Laymert Garcia dos Santos, “Rafael Augustaitiz é um artista rebelde – coisa rara nesta época conturbada em que predominam o medo, o controle e o politicamente correto”. Segundo Laymert, radical porque vai na raiz da criação estética, que é criação de mundo. Rafael mantém ao longo dos anos rigorosa coerência. Sua trajetória é regida por um princípio que perpassa tudo o que cria: a transgressão à ordem estabelecida, em vários planos de nossa existência social e individual.

Artista da periferia, sua primeira transgressão é espacio-temporal nutrida pela recusa e pela ruptura com o ideal dominante de cidade, mais especificamente de São Paulo. Assim, à neoliberal Cidade “Limpa” ou “Linda”, Rafael contrapõe, não a simples pichação, mas a arte do pixo.

Introdutor da pintura, em vez do spray, nessa modalidade de expressão, ele se apropria da arquitetura e do urbanismo paulistanos para assinar na superfície cinza a marca do demoníaco e da desordem: Opus 666. Sua palavra-de-ordem é Arte como Crime Crime como Arte, escrita vertiginosamente na fachada do arranha-céu.

Foi nessa primeira transgressão-apropriação que o artista viveu seu batismo de fogo. O anúncio de que o maldito está na cidade, emergindo de sua periferia, de seu avesso, prenunciou outras intervenções estético-políticas concebidas, com outros protagonistas do pixo, agora contra o sistema de arte. Deu-se então a pichação da Escola de Belas Artes, de uma galeria de street art, de grafites decorativos nas avenidas e, enfim, da própria Bienal de São Paulo.

A arte do pixo de Rafael não consiste, portanto, numa inscrição narcisista ingênua e pobre na paisagem urbana. Trata-se de uma transgressão-apropriação em escala mega, que interpela os cidadãos tanto no espaço público da cidade, quanto nos circuitos fechados das instituições de arte. Em resumo: trata-se de levar para as ruas e outros espaços a lição de Marcel Duchamp.

“Com efeito, se há um artista contemporâneo brasileiro coerente com a lógica inaugurada por Duchamp, esse artista é Rafael Augustaitiz. A arte do pixo não aponta apenas para a apropriação do urbanismo e da arquitetura – o que já seria muito – mas também para a apropriação de uma simbologia místico-religiosa (o Pentagrama Invertido e o 666, o nome da Besta no Apocalipse), e de signos-chave da História da Arte (o Cristo de Velásquez, o autorretrato de Michelangelo na Capela Sixtina, a Mona Lisa, apropriada de Leonardo por Duchamp e apropriada da apropriação por Rafael...)”, diz Laymert.

> Manifesto por Rafael Augustaitiz:

“Não faça Terrorismo Poético para outros artistas, faça-o para aquelas pessoas que não perceberão (pelo menos não imediatamente) que aquilo que você fez é arte. Evite categorias artísticas reconhecíveis, evite politicagem, não argumente, não seja sentimental. Seja brutal, assuma riscos, vandalize apenas o que deve ser destruído, faça algo de que as crianças se lembrarão por toda a vida – mas não seja espontâneo a menos que a musa do Terrorismo Poético tenha se apossado de você. Vista-se de forma intencional. Deixe um nome falso. Torne-se uma lenda. O melhor Terrorismo Poético é contra a lei, mas não seja pego. Arte como crime; crime como arte”, Hakim Bey.

Gratuito e aberto ao público

SERVIÇO

EXposição “Dr. Pacheco - A Metrópole do Mal, de Rafael Augustaitiz” –

*A EXposição faz parte da programação da 11ª Bienal de Arquitetura de São Paulo, evento que tem o apoio da Escola da Cidade.

• Período: 30.10 a 20.11
• Horário de visitação:
Abertura: 30.10, às 19h30
Demais dias: segunda à sexta, das 10h às 20h / sábados e feriados, das 10h às 14h
• Local: Escola da Cidade – Rua General Jardim, 65
• Informações: www.escoladacidade.edu.br

  • Título

    30/10 - Escola da Cidade abre EXposição "Dr. Pacheco - A metrópole do mal, de Rafael Augustaitiz"
  • Tipo

    Exposição
  • Organizadores

    Escola da Cidade
  • De

    30 de Outubro de 2017, 19:30
  • Até

    20 de Novembro de 2017, 19:30
  • Onde

    Escola da Cidade
  • Endereço

Este evento foi enviado por um usuário de ArchDaily. Se você quiser, pode também colaborar utilizando "Enviar um evento". As opiniões expressas nos anúncios enviados pelos usuários archdaily não refletem necessariamente o ponto de vista de ArchDaily.

Cita: "30/10 - Escola da Cidade abre EXposição "Dr. Pacheco - A metrópole do mal, de Rafael Augustaitiz"" 29 Out 2017. ArchDaily Brasil. Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/882571/30-10-escola-da-cidade-abre-exposicao-dr-pacheco-a-metropole-do-mal-de-rafael-augustaitiz> ISSN 0719-8906

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.