O site de arquitetura mais visitado do mundo
i

Inscreva-se agora e organize a sua biblioteca de projetos e artigos de arquitetura do seu jeito!

Inscreva-se agora para salvar e organizar seus projetos de arquitetura

i

Encontre os melhores produtos para o seu projeto em nosso Catálogo de Produtos

Encontre os produtos mais inspiradores do nosso Catálogo de Produtos

i

Instale o ArchDaily Chrome Extension e inspire-se a cada nova aba que abrir no seu navegador. Instale aqui »

i

En todo el mundo, arquitectos están encontrando maneras geniales para reutilizar edificios antiguos. Haz clic aquí para ver las mejores remodelaciones.

Quer ver os melhores projetos de remodelação? Clique aqui.

i

Mergulhe em edifícios inspiradores com nossa seleção de 360 ​​vídeos. Clique aqui.

Veja nossos vídeos imersivos e inspiradores de 360. Clique aqui.

Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
Navegue entre os artigos utilizando o teclado
  1. ArchDaily
  2. Projetos
  3. Universidade
  4. Marrocos
  5. Ricardo Bofill
  6. 2011
  7. Universidade Politécnica Mohammed VI / Ricardo Bofill

Universidade Politécnica Mohammed VI / Ricardo Bofill

  • 13:00 - 3 Julho, 2017
  • Traduzido por Camilla Sbeghen
Universidade Politécnica Mohammed VI / Ricardo Bofill
Universidade Politécnica Mohammed VI / Ricardo Bofill, © Gregori Civera
© Gregori Civera

© Gregori Civera © Gregori Civera © Gregori Civera © Lluis Carbonell + 30

  • Arquiteto Local

    Elie Mouyal
  • Arquiteto Associado

    Jean-Pierre Carniaux
  • Coordenador de Projeto

    Dimitri Davoise
  • Urbanista

    Giorgio Cui
  • Arquitetos Principais

    Eduardo Wachs, Hilario Pareja Jr., Jose Mariá Rociás
  • Equipe de Arquitetos

    Alvaro Miranda Bermudez, Arnau Roca, Margarida Dinis, Angelina Solms, Francesco Marchi, Lars Sorensen, Martin Plante, Ricardo Levi, Suchi Vora
  • Arquiteto de Interiores

    Marta Vilallonga
  • Equipe de Arquitetos de Interiores

    Alba Agüera, Benjamin Migliore, Hécto Gascó, Melanir Weitz
  • Mais informações Menos informações
© Gregori Civera
© Gregori Civera

Descrição enviada pela equipe de projeto. Benguerir é uma cidade próxima de Marrakesh, Fes e Meknes não estão longe, cidades cujas sinuosas medinas estão entre as mais belas do mundo.
E podemos ignorar as avenidas brancas de Casablana, moldadas pelo movimento Art Deco? Os jardins de Rabat? Os oásis do Vale Draa? O ksour e os palácios de terra ao sul do Atlas? Não. É impossível construir em solo marroquino como se faria na China ou no deserto de Las Vegas. 

Planta
Planta

Aqui, mais do que em outros lugares, era necessário levar em conta o contexto. A arte de viver. Uma civilização. Restabelecer um vínculo com o que costumava ser uma fonte nacional de orgulho: a arte de construir uma cidade. Cidade que o mundo continua admirando, desde o coração palpitante da antiga Marrakesh, Jemaa el-Fna, até a mesquita de Córdoba, na Espanha.

© Lluis Carbonell
© Lluis Carbonell

Este projeto reforçou minha convicção de que era possível unir a riqueza patrimonial de Marrocos com a modernidade. Reconhecer a força de uma tradição não significa olhar somente para trás; Aproximar-se do futuro com uma mentalidade antiquada seria fatal. As condições econômicas, técnicas e sociais nas quais se constrói hoje o campus Mohammed VI, para não mencionar a totalidade da Cidade Verde, estão completamente separadas das que originaram Koutoubia e a Bacia Agdal. Em Benguerir teriam arcadas, ruas cobertas ou semi-cobertas, espaços públicos relativamente estreitos. Detalhes apresentados por aqueles que nasceram no Reino ou que, pelo menos, provam suas sutilezas. Inventei uma arquitetura que enfatiza a geometria da praça, que trabalha através de todas as variantes do pátio e que traz de volta as figuras mais importantes da cultura marroquina como o muxarabi ou o arabesco árabe-andaluz. 

© Lluis Carbonell
© Lluis Carbonell

Obviamente, todos estes elementos que unem uma comunidade e criam uma identidade foram atualizados. Re-trabalhados. Adaptados. Como a maioria das cidades marroquinas, por exemplo, o campus possui uma praça central e uma passarela pedonal que percorre de um extremo ao outro. Suas cores evocam as cidades do deserto. Está repleta de oliveiras, ciprestes e palmeiras, as árvores emblemáticas de Marrocos. Mas também possui uma cobertura que não existe em nenhum outro lugar. Esta estrutura é fruto de longos cálculos matemáticos. A realização de algoritmos através de aço e vidro, que somente um software computacional poderia dominar. Estar seguro das referências modernas a serem utilizadas - é também papel do arquiteto. É porque o campus Mohammed VI está tão arraigado em solo marroquino que a estrutura só pode ser vista como uma obra de vanguarda. 

© Gregori Civera
© Gregori Civera

O projeto da Universidade Politécnica Mohammed VI é único. Por seu tamanho. Por seu acondicionamento climático. Por suas ambições. Por sua metodologia. E pela gama de habilidades que deveria reunir. A industrialização do processo de construção foi necessária, junto com a rápida tomada de decisões. Fortes e legítimas expectativas ambientas e tecnológicas foram satisfeitas. A história urbana está sendo escrita agora mais do que nunca, mas em um tempo que carrega séculos de cultura. 

© Gregori Civera
© Gregori Civera

Ver a galeria completa

Localização aproximada, pode indicar cidade/país e não necessariamente o endereço exato.
Sobre este escritório
Ricardo Bofill
Escritório
Cita: "Universidade Politécnica Mohammed VI / Ricardo Bofill" [Université Mohammed VI Polytechnique / Ricardo Bofill] 03 Jul 2017. ArchDaily Brasil. (Trad. Sbeghen Ghisleni, Camila) Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/874798/universidade-politecnica-mohammed-vi-ricardo-bofill> ISSN 0719-8906

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.