Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos

Adega em Mont-Ras / Jorge Vidal + Víctor Rahola

Adega em Mont-Ras / Jorge Vidal + Víctor Rahola

© José Hevia © José Hevia © José Hevia © José Hevia + 22

Mont-ras, Espanha
  • Área Área deste projeto de arquitetura Área:  573
  • Ano Ano de conclusão deste projeto de arquitetura Ano:  2016
  • Fotógrafo Fotografias:  José Hevia
  • Fabricantes Marcas com produtos usados neste projeto de arquitetura
    Fabricantes: Ceramica Elies
  • Estrutura: BAC
Mais informações Menos informações
© José Hevia
© José Hevia

Descrição enviada pela equipe de projeto. A construção de uma adega e a fabricação de vinho estão conectadas a uma experiência com a terra. O vinho é olfato, sabor, corpo e essência da uva. Essa formação de sentidos e percepções deve ser acompanhada por um lugar capaz de enfatizar esse processo de transformação. Para isso trabalhamos em quatro aspectos chaves:

© José Hevia
© José Hevia

1.- O programa da adega responde a necessidade de produzir vinho e organizar uma relação com a edificação existente. Para a produção de vinho são dispostas quatro naves com espaços intermediários que contem as instalações. Na primeira nave, começando pelo lado direito, são armazenadas as ferramentas de desenvolvimento agrícola e os laboratórios, áreas de engarrafamento e câmara frigorífera. A segunda das naves está destinada as cubas de maceração de vinho. A terceira armazena durante longos períodos as barricas e as garrafas em repouso. Por último, a quarta nave está destinada a área de degustação, desfrute e armazenagem das garrafas a serem utilizadas. Um acesso em forma de túnel desde a parte superior da edificação até a nave de degustação organiza o percurso dos proprietários. O acesso às outras 3 naves é feito diretamente desde as vinhas;

© José Hevia
© José Hevia
Diagrama
Diagrama
© José Hevia
© José Hevia

2.- A umidade da terra ajuda na conservação. Escavamos a adega para manter a temperatura ideal e definir a plataforma da edificação;

Corte
Corte
Corte
Corte

3.- A profundidade do espaço é a absorção de som, de vazio e de sombra. A luz organiza o espaço que vai da claridade à escuridão e vice-versa;

© José Hevia
© José Hevia

4.- Utiliza-se muita técnica para organizar o espaço e otimizar esforços. O edifício é uma plataforma escavada. Seu telhado jardim descarrega o peso da terra por meio de abóbodas de concreto cujo cálculo desenha uma secção de arcos hiperbólicos. A plataforma se transforma em um captador e receptor de água que é enviada a um depósito para sua posterior reutilização. Os muros de contenção perimetrais respondem a melhor geometria para descarregar os esforços de compressão da terra. Resolve-se por meio de abóbodas de tijolo na vertical para permitir a entrada da luz do dia.

© José Hevia
© José Hevia

Originalmente publicado em 21 Junho, 2017

Galeria do Projeto

Ver tudo Mostrar menos

Localização do Projeto

Endereço: Lugar Barri Canyelles, 17, 17253 Mont-ras, Girona, Espanha

Localização aproximada, pode indicar cidade/país e não necessariamente o endereço exato.
Sobre este escritório
Cita: "Adega em Mont-Ras / Jorge Vidal + Víctor Rahola" [Bodega en Mont-Ras / Jorge Vidal + Víctor Rahola] 08 Set 2019. ArchDaily Brasil. Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/874140/adega-em-mont-ras-jorge-vidal-plus-victor-rahola> ISSN 0719-8906

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.