O site de arquitetura mais visitado do mundo
Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
  1. ArchDaily
  2. Projetos
  3. Arquitetura De Escritórios
  4. Estados Unidos
  5. Frank Lloyd Wright
  6. 1939
  7. Clássicos da Arquitetura: Edifício Administrativo S.C. Johnson and Son / Frank Lloyd Wright

Clássicos da Arquitetura: Edifício Administrativo S.C. Johnson and Son / Frank Lloyd Wright

Clássicos da Arquitetura: Edifício Administrativo S.C. Johnson and Son / Frank Lloyd Wright
Clássicos da Arquitetura: Edifício Administrativo S.C. Johnson and Son / Frank Lloyd Wright, © Jeff Dean
© Jeff Dean

Descrição enviada pela equipe de projeto. Localizado em Racine, Wisconsin, o Edifício Administrativo SC Johnson and Son é uma das declarações mais importantes de Frank Lloyd Wright sobre a natureza dos edifícios de escritórios. H.F. Johnson Jr. encomendou a Wright o projeto para um edifício administrativo para a sede mundial da empresa familiar e, em 1936, os desenhos de Wright foram aprovados e o edifício inaugurado oficialmente em abril de 1939.

© Rafael A Garcia © Rafael A Garcia © Flickr – User: catasterist © Rafael A Garcia + 10

© Rafael A Garcia
© Rafael A Garcia

Muitas vezes referido como o edifício Johnson Wax, seu elemento mais identificável são as colunas dendriformes, o nome usado por Wright por conta de sua forma de árvore. A capacidade de Wright para incorporar sem esforço a metáfora orgânica em sua arquitetura é revelada no edifício através das colunas esbeltas que chegam a lajes cogumelos, estreitando-se até uma base de apenas 23 centímetros de diâmetro.

Estas elevam-se a mais de 9 metros e terminam no nível da cobertura como grandes "almofadas circulares" de concreto com 5,60 metros de largura. A imaginação de Wright levou à criação dessas colunas ocas internamente que servem como drenos de águas pluviais e possuem bases com conexões de sapatas de bronze artiuladas.

© Rafael A Garcia
© Rafael A Garcia

Os "capitéis" circulares de concreto são conectadas por uma membrana de vidro Pyrex que ilumina os espaços com luz natural. O uso de tubos de vidro Pyrex permitiu que muita luz difusa entrasse no interior do edifício e tornou a grande sala muito bem iluminada com luz indireta e muito pouco ofuscamento, resultando em um ambiente de trabalho propício à criatividade.

© Rafael A Garcia
© Rafael A Garcia

As paredes exteriores não são estruturais e foram construídas usando tijolos vermelhos. Outros materiais utilizados na construção do edifício Johnson Wax incluíram arenito vermelho Kasota e concreto armado com malha estirada a frio utilizada para o reforço. Ele também projetou mais de 200 formas diferentes de tijolos que podem ser vistas no edifício. As cores terrosas que ele usou, incluindo a assinatura da cor vermelha Cherokee, eram típicas das obras de Wright na época.

© Rafael A Garcia
© Rafael A Garcia

Os pilares cogumelo e o teto de vidro formaram um enorme espaço de trabalho, com mais de 2.0000 metros quadrados. A Grande Sala, como é referida, está decorada com peças específicas projetadas por Wright, dois elevadores circulares e um mezanino.

© Flickr – User: catasterist
© Flickr – User: catasterist

Ele realmente forneceu um projeto completo para o edifício desenhando cuidadosamente mais de 40 peças de mobiliário. Os elevadores tomaram uma aparência de gaiola semelhante a uma vista panorâmica da Grande Sala, deslocando-se do porão à cobertura.

© Flickr – User: catasterist
© Flickr – User: catasterist

Estar no edifício é um pouco como estar em uma floresta. Uma estacionamento mais baixo, com colunas menores,  leva ao saguão. Quando alcança-se a Grande Sala, o céu se abre e você está cercado por esbeltas colunas cogumelos e raios de luz.

Houve muita discussão envolvendo o projeto de Wright, especificamente relacionadas aos pilares. A maioria apostava que eles romperiam quando recebessem a quantidade total de cargas para suportar a cobertura.

© Flickr – User: catasterist
© Flickr – User: catasterist

Em antecipação a isso, Wright construiu um protótipo de uma coluna, com a qual provou que o projeto poderia suportar mais de cinco vezes qualquer carga que seria solicitado a transportar.

Wright forneceu espaço de trabalho quase utópico, auto-suficiente e um tanto quanto futurista. A atmosfera moderna e racional foi comunicada através de uma linguagem circular consistente; Perfis de canto curvos, formas arredondadas em peças de mobiliários e o uso do vidro Pyrex, que se estendem além dos materiais de cobertura para divisórias de paredes e substituem as janelas convencionais.

© Flickr – User: catasterist
© Flickr – User: catasterist

Frank Lloyd Wright foi citado no Racine Times, que descreveu o Edifício Administrativo SC Johnson como "simplesmente e sinceramente uma interpretação das condições das empresas modernas, concebido para ser tão inspirador para viver e trabalhar como qualquer catedral jamais foi para adorar".

© Rafael A Garcia
© Rafael A Garcia

Ver a galeria completa

Localização do Projeto

Localização aproximada, pode indicar cidade/país e não necessariamente o endereço exato.
Sobre este escritório
Cita: Minner, Kelly. "Clássicos da Arquitetura: Edifício Administrativo S.C. Johnson and Son / Frank Lloyd Wright" 07 Jun 2017. ArchDaily Brasil. (Trad. Souza, Eduardo) Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/873090/classicos-da-arquitetura-edificio-administrativo-sc-johnson-and-son-frank-lloyd-wright> ISSN 0719-8906

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.