O site de arquitetura mais visitado do mundo
i

Inscreva-se agora e organize a sua biblioteca de projetos e artigos de arquitetura do seu jeito!

Inscreva-se agora para salvar e organizar seus projetos de arquitetura

i

Encontre os melhores produtos para o seu projeto em nosso Catálogo de Produtos

Encontre os produtos mais inspiradores do nosso Catálogo de Produtos

i

Instale o ArchDaily Chrome Extension e inspire-se a cada nova aba que abrir no seu navegador. Instale aqui »

i

En todo el mundo, arquitectos están encontrando maneras geniales para reutilizar edificios antiguos. Haz clic aquí para ver las mejores remodelaciones.

Quer ver os melhores projetos de remodelação? Clique aqui.

i

Mergulhe em edifícios inspiradores com nossa seleção de 360 ​​vídeos. Clique aqui.

Veja nossos vídeos imersivos e inspiradores de 360. Clique aqui.

Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
Navegue entre os artigos utilizando o teclado
  1. ArchDaily
  2. Projetos
  3. Apartamentos
  4. Portugal
  5. M2.senos
  6. 2016
  7. Apartamento em Alcântara / M2.senos

Apartamento em Alcântara / M2.senos

Apartamento em Alcântara / M2.senos
Apartamento em Alcântara / M2.senos, © Fernando Guerra | FG+SG
© Fernando Guerra | FG+SG

© Fernando Guerra | FG+SG © Fernando Guerra | FG+SG © Fernando Guerra | FG+SG © Fernando Guerra | FG+SG + 26

Descrição enviada pela equipe de projeto. Numa Rua de Alcântara, com uma magnífica vista para o Tejo e para o Palácio da Ajuda, o cliente comprou dois apartamentos T2, num velho edifício construído nos anos 70, com o objetivo de os transformar num único apartamento.

© Fernando Guerra | FG+SG
© Fernando Guerra | FG+SG
Planta Original
Planta Original

Na parte posterior, persistem memórias de grandes naves industriais, que caracterizam o bairro.

© Fernando Guerra | FG+SG
© Fernando Guerra | FG+SG
Planta de Alterações
Planta de Alterações

Estes apartamentos tinham a particularidade de partilhar a caixa de escadas e elevadores no centro do edifício, o que acentuava positivamente uma simetria absoluta, mas que por outro lado lhes conferia uma leitura de esquerdo e direito, cuja desconstrução, foi desde o início o tema de projeto.

© Fernando Guerra | FG+SG
© Fernando Guerra | FG+SG

Neste sentido, tentou desvirtuar-se esta percepção, utilizando os grandes espaços comuns, a cozinha e a sala, como os grandes eixos de comunicação transversal entre os dois polos, retirando-se as ligações através de corredores, mas mantendo-se dois halls de distribuição. A utilização do ripado de madeira nestes espaços pretende, por um lado qualificar estas transições e por outro ocultar as portas de entrada (inutilizando uma delas) e os quadros elétricos existentes.

© Fernando Guerra | FG+SG
© Fernando Guerra | FG+SG

A relação dos diferentes espaços com os vãos e a luz exterior é muito particular, tendo sido otimizada com a retirada das portas de entrada na sala.

© Fernando Guerra | FG+SG
© Fernando Guerra | FG+SG

Para reforçar a composição simétrica, evidenciou-se a estrutura pré-existente da divisão dos quartos, mesmo quando esta já não era necessária, como na sala, cuja divisória está indicada, configurando a zona de entrada e espaço de jantar.

© Fernando Guerra | FG+SG
© Fernando Guerra | FG+SG

Para a frente, a estreita mas extensa varanda acompanha toda a fachada, servindo a sala e a suite. Para o tardoz, a opção foi reocupar a área de marquise, e conferir-lhe um caráter habitável, ganhando área nos quartos.

© Fernando Guerra | FG+SG
© Fernando Guerra | FG+SG

A cozinha, também voltada para o tardoz, tira proveito do grande vão em toda a fachada. Construiu-se um pequeno muro, que esconde a zona de serviços e lavandaria, e configura o balcão, quase como um ilha, contendo uma mesa para refeições ligeiras.

© Fernando Guerra | FG+SG
© Fernando Guerra | FG+SG

Sempre que possível reutilizou-se os materiais existentes, como o pavimento em soalho, ou a pedra utilizada no balcão de cozinha. As portas e madeiras foram reparadas e pintadas. Procurou-se manter a sobriedade, através das cores claras, apenas com exceção do mobiliário escuro no topo do volume central, quer na cozinha, quer na sala.

© Fernando Guerra | FG+SG
© Fernando Guerra | FG+SG

Durante a obra, encontraram-se todas as surpresas, algumas previsíveis outras não tanto, referentes à estrutura, canalizações, eletricidade. O que parecia ser uma dificuldade revelou o grande caráter do apartamento. Em todos os espaços desenharam-se sancas, que permitiram regularizar todas as vigas visíveis e ao mesmo tempo retirar do chão as infraestruturas, tendo sido uma opção menos intrusiva e que permitiu reutilizar o soalho. Por vezes, como na sala ou nos quartos, esta sanca ganha espessura e transforma-se em espaço de arrumação.

© Fernando Guerra | FG+SG
© Fernando Guerra | FG+SG

O processo revelou-se interessante, por equilibrar as pré-existências, com uma concepção projetual que se adaptava continuamente à obra e ao caráter do apartamento.

© Fernando Guerra | FG+SG
© Fernando Guerra | FG+SG

Ver a galeria completa

Localização aproximada, pode indicar cidade/país e não necessariamente o endereço exato.
Sobre este escritório
M2.senos
Escritório
Cita: "Apartamento em Alcântara / M2.senos" [Alcântara Flat / M2.senos] 19 Mai 2017. ArchDaily Brasil. (Trad. Delaqua, Victor) Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/871689/apartamento-em-alcantara-menos> ISSN 0719-8906

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.