O site de arquitetura mais visitado do mundo
i

Inscreva-se agora e organize a sua biblioteca de projetos e artigos de arquitetura do seu jeito!

Inscreva-se agora para salvar e organizar seus projetos de arquitetura

i

Encontre os melhores produtos para o seu projeto em nosso Catálogo de Produtos

Encontre os produtos mais inspiradores do nosso Catálogo de Produtos

i

Instale o ArchDaily Chrome Extension e inspire-se a cada nova aba que abrir no seu navegador. Instale aqui »

i

En todo el mundo, arquitectos están encontrando maneras geniales para reutilizar edificios antiguos. Haz clic aquí para ver las mejores remodelaciones.

Quer ver os melhores projetos de remodelação? Clique aqui.

i

Mergulhe em edifícios inspiradores com nossa seleção de 360 ​​vídeos. Clique aqui.

Veja nossos vídeos imersivos e inspiradores de 360. Clique aqui.

Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
Navegue entre os artigos utilizando o teclado
  1. ArchDaily
  2. Projetos
  3. Instalações Temporárias
  4. Brasil
  5. SuperLimão Studio
  6. 2017
  7. Cenografia do Dekmantel Festival São Paulo / Atelier Marko Brajovic + Estudio Guto Requena + SuperLimão Studio

Cenografia do Dekmantel Festival São Paulo / Atelier Marko Brajovic + Estudio Guto Requena + SuperLimão Studio

  • 09:00 - 23 Março, 2017
Cenografia do Dekmantel Festival São Paulo / Atelier Marko Brajovic + Estudio Guto Requena + SuperLimão Studio
Cenografia do Dekmantel Festival São Paulo /  Atelier Marko Brajovic + Estudio Guto Requena  + SuperLimão Studio, © Edu Castello
© Edu Castello

Divulgação © Eduardo Magalhães © Edu Castello © Felipe Gabriel + 17

© Felipe Gabriel
© Felipe Gabriel

Descrição enviada pela equipe de projeto. São Paulo sediou em fevereiro o holandês Dekmantel Festival, um dos mais importantes festivais de música eletrônica do mundo. O Jockey Club de São Paulo atraiu 6 mil pessoas que puderam vivenciar um evento para além da música. A ideia geral da cenografia foi a simbiose entre cada um dos palcos e a própria arquitetura do Jockey, cujo projeto data da década de 40, feito pelo arquiteto francês Henri Sajous.

© Felipe Gabriel
© Felipe Gabriel

Para a criação da cenografia de três palcos do festival, um time de arquitetos foi convidado para participar do projeto: SuperLimão Studio, Atelier Marko Brajovic e Estúdio Guto Requena. A linguagem e programa dos palcos seguiu o evento original desenvolvido pelo holandês Bob Roijen (Light & Stage Designer). O projeto de iluminação é do Sala 28 e a execução da cenografia da GTM. 

© Eduardo Magalhães
© Eduardo Magalhães

Main Stage

© Ariel Martini
© Ariel Martini

O palco principal se aproveitou da atmosfera do Jockey e o skyline de São Paulo, com suas diversas torres de luzes espalhadas. Por lá se apresentaram grandes nomes da música eletrônica do passado e presente. O cenário está desenhado com base em uma atmosfera mais próxima a ambientações industriais de cenografia minimalista da música eletrônica. Paineis de madeiras pintadas com uma textura foram instalados em 8 torres; neles, painéis de led com projeções de Bob Roijen foram exibidos em sinergia com cada artista que se apresentou. Por entre esses paineis, faixas lineares de luzes se projetaram verticalmente, criando uma atmosfera mística sobre os artistas e o palco. A cobertura, com um grande balanço, seguiu a linguagem da cobertura das arquibancadas do Jockey Club.

Goptun

© Edu Castello
© Edu Castello

Neste palco houve a transmissão do canal Boiler Room, palco que teve clima intimista e imersivo. Os arquitetos imprimiram uma linguagem mais transparente, que valorizasse o Tattersall do Jockey a partir da construção de uma cobertura leve de estrutura metálica e com iluminação difusa: canhões de luz instalados sob do piso do praticável refletiam na cobertura existente. Como recebeu Djs e bandas, o palco foi pensado em dois níveis. 

Selectors

© Ariel Martini
© Ariel Martini

Este palco fala sobre uma seleção sofisticada e incomum dos DJs que lá se apresentaram, no estilo de um ambiente interno e acolhedor de uma loja de discos. Abrigou uma área envolta por construções e árvores. A madeira foi o material escolhido para o contato com as pessoas e o clima do espaço. Foram criados 3 pórticos que suportavam a cobertura formada por vigas de madeira, e que desciam atrás do DJ, formando o backdrop no mesmo clima. A impressão é que há um ponto de fuga e todas as atenções se voltam para o artista que se apresentou. 

Ver a galeria completa

Sobre este escritório
Atelier Marko Brajovic
Escritório
Estudio Guto Requena
Escritório
SuperLimão Studio
Escritório
Cita: "Cenografia do Dekmantel Festival São Paulo / Atelier Marko Brajovic + Estudio Guto Requena + SuperLimão Studio" 23 Mar 2017. ArchDaily Brasil. Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/867761/cenografia-do-dekmantel-festival-sao-paulo-atelier-marko-brajovic-plus-estudio-guto-requena-plus-superlimao-studio> ISSN 0719-8906