O site de arquitetura mais visitado do mundo
i

Inscreva-se agora e organize a sua biblioteca de projetos e artigos de arquitetura do seu jeito!

Inscreva-se agora para salvar e organizar seus projetos de arquitetura

i

Encontre os melhores produtos para o seu projeto em nosso Catálogo de Produtos

Encontre os produtos mais inspiradores do nosso Catálogo de Produtos

i

Instale o ArchDaily Chrome Extension e inspire-se a cada nova aba que abrir no seu navegador. Instale aqui »

i

En todo el mundo, arquitectos están encontrando maneras geniales para reutilizar edificios antiguos. Haz clic aquí para ver las mejores remodelaciones.

Quer ver os melhores projetos de remodelação? Clique aqui.

i

Mergulhe em edifícios inspiradores com nossa seleção de 360 ​​vídeos. Clique aqui.

Veja nossos vídeos imersivos e inspiradores de 360. Clique aqui.

Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
Navegue entre os artigos utilizando o teclado
  1. ArchDaily
  2. Projetos
  3. Casas
  4. Estados Unidos
  5. Herb Greene
  6. 1961
  7. Clássicos da Arquitetura: Casa Prairie Chicken / Herb Greene

Clássicos da Arquitetura: Casa Prairie Chicken / Herb Greene

Clássicos da Arquitetura: Casa Prairie Chicken / Herb Greene
Clássicos da Arquitetura: Casa Prairie Chicken / Herb Greene, © Julius Shulman
© Julius Shulman

Descrição enviada pela equipe de projeto. A Residência Greene, apelidada pela Life Magazine como "Prairie Chicken House (algo como Casa Frango da Pradaria)", foi construída nas pradarias de Norman, Oklahoma em 1961 e rapidamente tornou-se um símbolo do modernismo orgânico. O arquiteto Herb Greene levou o movimento orgânico de Frank Lloyd Wright e Bruce Goff para um novo nível livre no projeto da casa para ele e sua família, transmitindo um sentido de pertencimento e propósito.

© Bob Bowlby © "Look" Magazine © Bob Bowlby © "Look" Magazine + 19

© "Look" Magazine
© "Look" Magazine

A "Casa Prairie Chicken" utiliza uma construção simples de madeira, materiais naturais e um estilo nostálgico local para incorporar o entorno e um senso estético de domesticação. Seu apelido deriva de sua semelhança com um frango de pradaria. Embora isso possa parecer uma comparação estranha, exemplifica os objetivos de incorporar a forma natural e um forte sentido de lugar em suas origens. Com dois pavimentos em 195 metros quadrados, a casa procura evocar sentimentos de individualidade e delicada privacidade.

Fachada
Fachada

As áreas comuns da cozinha e da sala de estar enfrentam o leste para capturar os raios diretos do nascer do sol do meio oeste americano. O afloramento estreito do dormitório principal recebe a luz da tarde e abraça os ventos fortes da pradaria. Esta luz natural, junto com as telhas de madeira que contornam o interior, adicionam uma sensação de calor e melancolia à estrutura; com seu padrão de sobreposição abrangendo o caos.

© "Look" Magazine
© "Look" Magazine

Uma interação seccional entre os níveis permite um aspecto social visceral e uma separação física, com sua abertura acrescentando à sensação de um galpão arejado de pradaria.

Corte
Corte

As formas naturalistas das tábuas rústicas de cedro e das telhas de cedro sem acabamentos emulam os arredores do edifício, mas proporcionam um alívio contra o claro e aberto céu da pradaria. O metal suave e singular da garagem e o toldo fornecem um contraste aos outros materiais do exterior. Um sentimento geral bruto é reforçado por uma extensão orgânica interior da circulação dentro e ao redor do epicentro da casa, promovido por um avanço no carpete que cobre o chão em contraste com as paredes internas.

© Bob Bowlby
© Bob Bowlby

Corredores concentrados de luz são atratores como óculos para o mundo exterior. As vistas da interminável pradaria e do céu ficam em contraste com a escala íntima e carregada atribuída à casa.

© Bob Bowlby
© Bob Bowlby

O deslocamento natural oval da planta sugere erosões causadas pelo vento, espelhando-se nas planícies circundantes. A discordância aparente na colocação da placa e nas dimensões pretende ecoar a natureza errática ainda fluindo da relva. As variações na forma e no espaço permitem uma experiência íntima que é individual para o observador.

© Julius Shulman
© Julius Shulman

"Ao projetar a casa da pradaria, escolhi um terreno de 2 hectares ao leste de Norman, onde nenhuma outra casa era visível. O solo no local era de barro vermelho, visto em barrancos sob a vegetação rasteira. Tentei relacionar os lados da casa, o que foi feito pregando placas de cedro em blocos ocultos de madeira que foram padronizados sobre uma camada impermeabilizante preta revestindo a casa inteira em padrões relacionados com as penas de aves e os barrancos de argila vermelha.

© Julius Shulman
© Julius Shulman

A planta elíptica e a principal janela virada para oeste, enfrentam a direção das tempestades que chegam, proporcionando resistência aos ventos vindos do oeste. O tempo foi projetado e construído, influenciado pelo livro de Whitehead sobre "processo e realidade". Ele mostra como qualquer forma de pensamento, ideia e sensação podem ser relacionados.

© Julius Shulman
© Julius Shulman

Nem todos os aspectos, mas alguns, e é por isso que a janela faceando o oeste remete a um olho; A janela do meio-círculo pode assim sugerir um olho, uma criatura ou um pássaro pelo processo criativo da percepção.

© Bob Bowlby
© Bob Bowlby

"No aspecto mais informativo da percepção, estou interessado na tactilidade. A cor quente e a textura do carpete e as paredes internas trabalham com isso no interior, enquanto o relevo de tábuas levantadas e telhas abordam esse aspecto externamente. Eu queria criar uma curiosidade, um quebra-cabeça, uma gestalt. Algumas pessoas foram às lágrimas ao experienciar o interior, mas o exterior assusta e intriga a maioria. Um homem uma vez abordou a casa de um ônibus de turismo e perguntou "É aqui que o tornado atingiu?"

© Bob Bowlby
© Bob Bowlby

Eu tento projetar uma variedade de sentimentos na casa. Um sentido derivado da implacabilidade do universo. Sentimentos do pathos ou da tragédia que se levantam fora da aparência de "criatura ferida" da imagem. Um sentimento de proteção expresso pela sensação de um revestimento envolvente de uma mãe galinha "pairando sobre", bem como pelo interior que lembra uma caverna. As texturas macias, a escala humana, a cor morna, e os ritmos de vida contribuem a um sentimento que a casa seja, em alguma maneira, humana.

Fachada
Fachada

"A aparência sensível, porém terrível, pode transmitir ideias de expectativa e saudade. Os padrões das tábuas e a forma afilada da casa complementam a imagem da fachada para sugerir uma criatura ferida amarrada à terra, desejando ser livre. Anseio e aspiração como objetivos de projetos me ocuparam desde que estudei arquitetura com Bruce Goff, em suas conferências sobre aspiração como um ingrediente necessário da experiência humana feita como impressão duradoura. Ele pensava que a arquitetura, além de expressar técnicas éticas de construção, a natureza dos materiais, e respostas ao terreno e clientes, também deveria expressar o esforço humano para expressões de sensibilidade, sentimento, saudade e aspiração.

© Bob Bowlby
© Bob Bowlby

Rousseau salientou a necessidade do anseio. Ele temia que o anseio se perdesse na cultura à medida que a crescente sociedade burguesa se concentrasse na segurança e na satisfação material. Como arquiteto, aceitei muitos atributos burgueses; conforto, a coleção e exibição de bens materiais, projetos de telhado cauteloso para evitar vazamentos, e o gosto estético de clientes reais. Perguntei-me como expressar o desejo porque o conforto, a segurança e o gosto não são adequados para satisfazer a curiosidade humana, a expressão do espírito e a atração para alcançar uma compreensão mais abundante.

Planta Baixa
Planta Baixa

Esses contrastes chocantes produzem uma matriz incomum de sentimentos pungentes".

Ver a galeria completa

Sobre este escritório
Herb Greene
Escritório
Cita: LeMaire, Greg. "Clássicos da Arquitetura: Casa Prairie Chicken / Herb Greene" 15 Mar 2017. ArchDaily Brasil. (Trad. Souza, Eduardo) Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/867206/classicos-da-arquitetura-casa-prairie-chicken-herb-greene> ISSN 0719-8906

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.