O site de arquitetura mais visitado do mundo
i

Inscreva-se agora e organize a sua biblioteca de projetos e artigos de arquitetura do seu jeito!

Inscreva-se agora para salvar e organizar seus projetos de arquitetura

i

Encontre os melhores produtos para o seu projeto em nosso Catálogo de Produtos

Encontre os produtos mais inspiradores do nosso Catálogo de Produtos

i

Instale o ArchDaily Chrome Extension e inspire-se a cada nova aba que abrir no seu navegador. Instale aqui »

i

En todo el mundo, arquitectos están encontrando maneras geniales para reutilizar edificios antiguos. Haz clic aquí para ver las mejores remodelaciones.

Quer ver os melhores projetos de remodelação? Clique aqui.

i

Mergulhe em edifícios inspiradores com nossa seleção de 360 ​​vídeos. Clique aqui.

Veja nossos vídeos imersivos e inspiradores de 360. Clique aqui.

Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
Navegue entre os artigos utilizando o teclado
  1. ArchDaily
  2. Notícias
  3. "ReframingBack/ImperativeConfrontations": Pavilhão do Egito na Bienal de Veneza 2016

"ReframingBack/ImperativeConfrontations": Pavilhão do Egito na Bienal de Veneza 2016

"ReframingBack/ImperativeConfrontations": Pavilhão do Egito na Bienal de Veneza 2016
"ReframingBack/ImperativeConfrontations": Pavilhão do Egito na Bienal de Veneza 2016, © Michela di Savino, Morgane Quere
© Michela di Savino, Morgane Quere

Como parte da cobertura do ArchDaily sobre a Bienal de Veneza de 2016, apresentamos uma série de artigos escritos pelos curadores das exposições e instalações à mostra no evento.

A Bienal de Arquitetura de Veneza é parte essencial da cultura arquitetônica mundial. No entanto, o ciclo deste ano, “Reporting from the Front”, é único, destacando a capacidade e o potencial do papel da arquitetura dentro das comunidades; "arquitetura faz a diferença", como põe Alejandro Aravena, diretor da Bienal de Arquitetura de Veneza.

O pavilhão egípcio comissionado e curado pelo arquiteto Ahmad Hilal com uma equipe composta de Eslam Salem, Gabriele Secchi, Luca Borlenghi e Mostafa Salem, procura revelar várias histórias de sucesso da arquitetura narrando as dificuldades e desafios dentro do ambiente construído das cidades egípcias. Os trabalhos dentro do pavilhão revelam como a arquitetura está ativamente criando mudanças na comunidade. Em lugar algum estes confrontos são mais evidentes do que no contexto urbano, e em lugar algum mais que nas cidades egípcias.

© Michela di Savino, Morgane Quere © Michela di Savino, Morgane Quere Contrinuição do MAS Urban Design para o pavilhão do Egito - ETH Zurique. Imagem © Michela di Savino, Morgane Quere Contrinuição do PennDesign para o pavilhão do Egito - University of Pennsylvania . Imagem © Michela di Savino, Morgane Quere + 23

© Michela di Savino, Morgane Quere
© Michela di Savino, Morgane Quere

O objetivo da exposição é reestruturar e se posicionar num fórum global que o que pensamos são exemplos de sucessos em resoluções de conflitos arquitetônicos e urbanos onde arquitetos, através de seu trabalho, foram mediadores da mudança, esta medida tomou forma de projetos construídos, ou até mesmo propostas de pesquisas e mapeamentos que tentaram destacar os problemas existentes.

A exposição, intitulada  Reframing Back//Imperative Confrontations, responde diretamente ao tema da bienal deste ano "Reporting from the Front" ao apresentar projetos arquitetônicos de iniciativas populares, de estudantes e jovens arquitetos. Os trabalhos apresentados podem se dividir em duas categorias – mapeamento de investigações e projetos construídos e propostas experimentais.

Contrinuição do MAS Urban Design para o pavilhão do Egito - ETH Zurique. Imagem © Michela di Savino, Morgane Quere
Contrinuição do MAS Urban Design para o pavilhão do Egito - ETH Zurique. Imagem © Michela di Savino, Morgane Quere

Egito. É, no entanto, uma tentativa de introduzir para uma grande audiência o trabalho destes indivíduos e coletivos, estudantes e profissionais, que durante a última década, têm buscado novos modelos operacionais no Egito e engajando na arquitetura como campo de pesquisa intelectual crítica. Os trabalhos aqui apresentados demonstram o interesse de uma vasta gama de atuadores - governo, universidades, centros de pesquisa, praticantes independentes - na condição urbana egípcia, criando uma ocasião para trazer a tona todas aquelas perspectivas e abordagens num espaço e refletir sobre a natureza do conhecimento produzido na década passada. É, ao mesmo tempo, uma oportunidade de avaliar seu potencial para ação e transformação.

Contrinuição do PennDesign para o pavilhão do Egito - University of Pennsylvania . Imagem © Michela di Savino, Morgane Quere
Contrinuição do PennDesign para o pavilhão do Egito - University of Pennsylvania . Imagem © Michela di Savino, Morgane Quere

Numa chamada aberta, muitos trabalhos foram selecionados para serem expostos como, entre outro, o MAS Urban Design do ETH Zurique, School of Design de University of Pennsylvania, Mittelmeerland da AA School of Architecture, Lund University, e MSA architecture department. Além de Baladilab, Cairobserver, CLUSTER, Community Design Collaborative, GUC Architecture Department, (IN)formal Pattern Language, MADA Architecture Studio, Studio Meem, Takween, Traslochi Emotivi, e Œcumene Studio.

© Michela di Savino, Morgane Quere
© Michela di Savino, Morgane Quere

Ver a galeria completa

Sobre este autor
Ahmad Hilal, Eslam Salem, Gabriele Secchi, Luca Borlenghi & Mostafa Salem
Autor
Cita: Hilal, Ahmad. ""ReframingBack/ImperativeConfrontations": Pavilhão do Egito na Bienal de Veneza 2016" [ ReframingBack/ImperativeConfrontations: Inside Egypt's Pavilion at the 2016 Venice Biennale] 31 Jul 2016. ArchDaily Brasil. (Trad. Ferber, Amanda) Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/792323/reframingback-imperativeconfrontations-pavilhao-do-egito-na-bienal-de-veneza-2016> ISSN 0719-8906