O site de arquitetura mais visitado do mundo
i

Inscreva-se agora e organize a sua biblioteca de projetos e artigos de arquitetura do seu jeito!

Inscreva-se agora para salvar e organizar seus projetos de arquitetura

i

Encontre os melhores produtos para o seu projeto em nosso Catálogo de Produtos

Encontre os produtos mais inspiradores do nosso Catálogo de Produtos

i

Instale o ArchDaily Chrome Extension e inspire-se a cada nova aba que abrir no seu navegador. Instale aqui »

i

En todo el mundo, arquitectos están encontrando maneras geniales para reutilizar edificios antiguos. Haz clic aquí para ver las mejores remodelaciones.

Quer ver os melhores projetos de remodelação? Clique aqui.

i

Mergulhe em edifícios inspiradores com nossa seleção de 360 ​​vídeos. Clique aqui.

Veja nossos vídeos imersivos e inspiradores de 360. Clique aqui.

Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
Navegue entre os artigos utilizando o teclado
  1. ArchDaily
  2. Notícias
  3. Vilanova Artigas, 100 +1

Vilanova Artigas, 100 +1

Vilanova Artigas, 100 +1
Vilanova Artigas, 100 +1, © Acervo Vilanova Artigas
© Acervo Vilanova Artigas

Hoje, 23 de junho de 2016, Vilanova Artigas faria 101 anos e por isso  se encerram as homenagens pelo seu centenário, inevitavelmente.

Quando começamos a formular o projeto que resultou nos eventos de comemoração ao centenário do arquiteto, éramos alguns poucos da família e alguns amigos próximos  que queríamos aproveitar a oportunidade para recuperar para as novas gerações um pouco do legado do arquiteto para a cultura brasileira, em especial para a arquitetura e urbanismo. O ponto de partida foi o desejo de tornar público e acessível, por meios digitais, a documentação pessoal e profissional do arquiteto que começamos a organizar em 2011  quando, extinta a Fundação Vilanova Artigas,  ela ficou sob responsabilidade da família. Um site e um documentário foram as primeiras ideias que vingaram.  Depois vieram o livro, uma exposição e o festejado livro infantil.

A documentação pessoal instruiu o conceito geral que organizou o conjunto das comemorações porque revelaram aspectos da época, da geração e da personalidade de Artigas que já estavam perdidos ou transformados em memória e linguagem, trinta anos após a sua morte.  O rico material - os manuscritos, cartas, esboços, desenhos, estudos, fichas, anotações, rascunhos, rabiscos – apareciam diante de nós solicitando explicações sobre o contexto da modernidade de país periférico e sobre os embates históricos para a elaboração  de projetos para o  futuro, no Brasil .

Quando começamos a trabalhar na pesquisa e na elaboração mais efetiva do projetado para o centenário do Artigas, vivíamos – como ainda vivemos – um tempo de revisão nacional dos anos pós-golpe de 1964. Havia a atuação das Comissões da Verdade nos diferentes âmbitos das instituições,  repensando a anistia política  que nos fez descobrir os segredos do combate pela democracia. Também  houve a retomada dos movimentos sociais e populares reivindicando reformas e ocupando as cidades, produzindo  um debate nervoso e acelerado pelas mídias sociais sobre as eleições gerais de 2014, que se aproximavam.  Nossa pesquisa entrou nesse clima de recuperação e reorganização de aspectos da história, de um lado, e da memória afetiva, de outro da geração do Artigas que também viveu os grandes embates políticos do século XX.  

O pequeno grupo inicial que desenhou os festejos do centenário, formado por familiares e amigos, foi ampliado muitas vezes, agregando gente querida e amiga disposta a retomar o debate sobre o legado da geração moderna sob um novo olhar crítico.  Várias instituições nos acolheram, multiplicaram-se os eventos e as publicações. Fizemos palestras pelo Brasil, nas universidades, em museus, em escolas secundárias, em feiras de livro, bibliotecas.  Participamos de festivais de cinema e até recebemos prêmios. Por tudo isso, o Centenário de Vilanova Artigas  foi muito maior do que podíamos imaginar e desejar. Agora quando se encerra formalmente, com a chegada dos 101 anos, deixa um caminho aberto para um olhar sobre o presente,  sob inspiração do pensamento coletivo, do humanismo,  do debate democrático e inteligente para construir o futuro  livre  e feliz para as novas gerações. Como desejou e desenhou o Professor Artigas. 

Cita: Rosa Artigas. "Vilanova Artigas, 100 +1" 23 Jun 2016. ArchDaily Brasil. Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/790117/vilanova-artigas-100-plus-1> ISSN 0719-8906