O site de arquitetura mais visitado do mundo
Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
  1. ArchDaily
  2. Projetos
  3. Outros Edíficios Governamentais
  4. Suprema Corte dos Países Baixos / KAAN Architecten

Suprema Corte dos Países Baixos / KAAN Architecten

  • 09:00 - 5 Abril, 2016
Suprema Corte dos Países Baixos / KAAN Architecten
Suprema Corte dos Países Baixos / KAAN Architecten, © Fernando Guerra | FG+SG
© Fernando Guerra | FG+SG

© Fernando Guerra | FG+SG © Fernando Guerra | FG+SG © Fernando Guerra | FG+SG © Fernando Guerra | FG+SG + 49

  • Equipe de projeto

    Allard Assies, Luca Baialardo, Christophe Banderier, Bas Barendse, Dennis Bruijn, Timo Cardol, Sebastian van Damme, Marten Dashorst, Luuk Dietz, Willemijn van Donselaar, Paolo Faleschini, Raluca Firicel, Michael Geensen, Cristina Gonzalo Cuairán, Joost Harteveld, Walter Hoogerwerf, Michiel van der Horst, Marlon Jonkers, Jan Teunis ten Kate, Marco Lanna, Giuseppe Mazzaglia, Ana Rivero Esteban, Joeri Spijkers, Koen van Tienen, Noëmi Vos
  • Cliente

    Rijksvastgoedbedrijf
  • Empreiteiro Geral

    Consortium Poort van Den Haag: BAM PPP B.V., PGGM, BAM Bouw en Techniek B.V., ISS Nederland B.V. and KAAN Architecten
  • Engenharia estrutural

    Arup Nederland
  • Engenharia elétrica

    BAM Bouw en Techniek
  • Engenharia mecânica

    Arup Nederland
  • Supervisão local

    KAAN Architecten, BAM Bouw en Techniek
  • Construtor de instalações mecânicas e elétricas

    BAM Bouw en Techniek
  • Combate e prevenção a incêndio, conforto térmico, acústica e segurança

    DGMR
  • Acústica espacial

    Level Acoustics
  • Controle de construção

    CBB
  • Consultoria de estacionamentos

    Wim van Vlierden
  • Custo

    59.000.000 € (realization)
  • Mais informações Menos informações
© Sebastian van Damme
© Sebastian van Damme

A Suprema Corte dos Países Baixos foi desenhada pela KAAN Architecten como o início de uma competição Público Privada Internacional (Publiek Private Samenwerking - PPS) conquistada em 2012 pelo Poort van Den Haag, consórcio formado entre BAM PPP BV, PGGM, BAM Bouw en Techniek BV, ISS Nederland BV e KAAN Architecten.

© Fernando Guerra | FG+SG
© Fernando Guerra | FG+SG

O edifício, que mede 18.000 m² e abriga uma equipe de 350 pessoas, está localizado no elegantemente histórico centro da  cidade de Haia. Ele está situado ao lado do parque Malieveld e ao longo da Korte Voorhout, uma rota real que conecta vários edifícios institucionais ao edifício do Parlamento. Neste local o novo design, com a vibração medida de suas fachadas, interage com as árvores do outro lado da rua,anunciando a porta de entrada da cidade.

© Fernando Guerra | FG+SG
© Fernando Guerra | FG+SG

A entrada principal é marcada por seis estátuas de bronze de juristas sentadas em pedestais, com um único painel de vidro sutilmente marcando a transição da rua para o interior. A transparência do edifício significa tanto a acessibilidade ao público, quanto a solidez e a clareza de julgamento.

© Fernando Guerra | FG+SG
© Fernando Guerra | FG+SG

O hall de entrada, onde os tribunais e sala de imprensa estão localizados, constitui a área pública. Possuem um pé direito duplo que se estende por todo o comprimento do edifício. Os pisos e paredes são de limestone cinza claro que emana uma textura aveludada. As grandes e pequenas salas de audiência, que detêm 400 e 80 visitantes, respectivamente, são distinguidas por paredes de alabastro translúcido marrom-gamo. No meio do hall de entrada, entre os dois tribunais, se encontra a obra de arte "Hoge Raad" pela pintora holandesa Helen Verhoeven, encomendada especialmente para a Suprema Corte.

© Fernando Guerra | FG+SG
© Fernando Guerra | FG+SG

Os andares superiores acomodam escritórios, uma biblioteca com áreas de estudo, um restaurante, salas de reunião e a sala do Conselho. A luz do dia permeia o edifício através de várias clarabóias, formando o núcleo dos distintos domínios do     Conselho e do Escritório do Procurador Geral. Os dois departamentos são identificados pelo uso de diferentes materiais: o verticalmente listrado mármore Marmara Equador no Conselho, e o orgânico mármore Skyline na área de Escritório do Procurador Geral. Na circunferência das aberturas cada andar possui copas com máquinas de café, assentos e estantes. 

© Fernando Guerra | FG+SG
© Fernando Guerra | FG+SG

A luz, as linhas de visibilidade através do espaço e a perspectiva aberta inspiraram a interação social, encorajando o intercâmbio de idéias e opiniões e permitindo encontros  informais.

© Fernando Guerra | FG+SG
© Fernando Guerra | FG+SG

Três lados do edifício são expostos ao sol ao longo do dia. Estas fachadas possuem climatização através do uso de uma cavidade espaçosa nas carcaças de vidro: caixas de vidro que não só mantêm o calor e frio, mas também o som de tráfego do lado de fora. No entanto, as janelas podem ser abertas se assim desejado, enquanto persianas e filtros de luz também podem ser regulados individualmente. Esta dupla proteção controlada produz uma fachada em camadas, plana e contudo oblíqua, uma nuance sutil que acrescenta ainda mais elegância ao  conjunto.

© Fernando Guerra | FG+SG
© Fernando Guerra | FG+SG

Ver a galeria completa

Sobre este escritório
Cita: "Suprema Corte dos Países Baixos / KAAN Architecten" [Supreme Court of the Netherlands / KAAN Architecten ] 05 Abr 2016. ArchDaily Brasil. Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/784859/suprema-corte-dos-paises-baixos> ISSN 0719-8906

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.