O site de arquitetura mais visitado do mundo
i

Inscreva-se agora e organize a sua biblioteca de projetos e artigos de arquitetura do seu jeito!

Inscreva-se agora para salvar e organizar seus projetos de arquitetura

i

Encontre os melhores produtos para o seu projeto em nosso Catálogo de Produtos

Encontre os produtos mais inspiradores do nosso Catálogo de Produtos

i

Instale o ArchDaily Chrome Extension e inspire-se a cada nova aba que abrir no seu navegador. Instale aqui »

i

En todo el mundo, arquitectos están encontrando maneras geniales para reutilizar edificios antiguos. Haz clic aquí para ver las mejores remodelaciones.

Quer ver os melhores projetos de remodelação? Clique aqui.

i

Mergulhe em edifícios inspiradores com nossa seleção de 360 ​​vídeos. Clique aqui.

Veja nossos vídeos imersivos e inspiradores de 360. Clique aqui.

Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
Navegue entre os artigos utilizando o teclado
  1. ArchDaily
  2. Projetos
  3. Edifícios De Escritórios
  4. Itália
  5. Andrea Maffei
  6. 2015
  7. Torre ALLIANZ / Arata Isozaki + Andrea Maffei

Torre ALLIANZ / Arata Isozaki + Andrea Maffei

  • 19:00 - 7 Fevereiro, 2016
  • Traduzido por Maria Julia Martins
Torre ALLIANZ / Arata Isozaki + Andrea Maffei
Torre ALLIANZ / Arata Isozaki  + Andrea Maffei, © Alessandra Chemollo
© Alessandra Chemollo

© Alessandra Chemollo © Alessandra Chemollo © Alessandra Chemollo © Alessandra Chemollo + 26

  • Arquitetos

  • Localização

    Milão, Itália
  • Cliente

    Citylife S.p.A. / Armando Borghi, Marco Beccati - Diretor de Projeto, Roberta Pasinetti - Diretor Técnico, Roberto Russo, Andrea Zerbini, Gianni Armas, Martino Negri
  • Área

    81615.0 m2
  • Ano do projeto

    2015
  • Fotografias

  • Equipe de Projeto

    Pietro Bertozzi, Takeshi Miura, Alessandra De Stefani, Chiara Zandri, Vincenzo Carapellese, Roberto Balduzzi, Francesca Chezzi, Takatoshi Oki, Stefano Bergagna, Paolo Evolvi, Elisabetta Borgiotti, Davide Cazzaniga, Adolfo Berardozzi, Hidenari Arai, Higaki Seisuke, Taro Hayashi, Takuichiro Yamamoto, Giuliano Godoli, Giorgio Ramponi, Carlotta Maranesi, Atsuko Suzuki, Sofia Bedynski, Antonietta Bavaro, Mauro Mazzali, Sofia Cattinari, Haruna Watanabe, Madoka Tomita, Ayako Fujisawa
  • Estrutura

    Mutsuro Sasaki, Hiroki Kume, Takeshi Suzuki / Sasaki and Partners, Tokyo; project: Maurizio Teora, Luca Buzzoni, David Scott, Matteo Baffetti, Valeria Migliori, Francesco Petrella, Angelo Mussi / Arup, Milano and New York, basement structures: Holzner Bertagnolli, Cap Engineering
  • Fachadas

    Mikkel Kragh, Mauricio Cardenas, Matteo Orlandi, Maria Meizoso, Carlos Prada / Arup Milano and Madrid
  • Plantas

    P.T. Morimura, Tóquio; Projeto: Gianfranco Ariatta, Roberto Menghini, Riccardo Lucchese, Sylvia Zoppo Vigna, Andrea Ambrosi / Ariatta Ingegneria dei sistemi, Milano
  • Projeto de Prevenção Contra Incêndios

    Salvatore Mistretta, Milão
  • Transporte Vertical

    Hans Jappsen / Jappsen Ingenieure, Frankfurt
  • Iluminação

    LPA – Light Planners Associates, Tóquio
  • Certificação LEED

    Fabio Viero, Gioargio Butturini / Manens-Tifs s.p.a.
  • Gerenciamento de Projeto

    Giorgio Montagna, Valentina Guagenti, Francesca Milani, Valentina Grassi / J&A, Milão, Alberto Ferrari, Pietro Baccarelli / Ramboll, Londres
  • Construção

    Colombo Costruzioni S.p.A. , Focchi S.p.A.
  • Gerenciamento de Obra

    Claudio Guido / In.Pro s.r.l.
  • Projeto Executivo

    Andrea Matricardi / Mpartner, Franco Mola / ECDS, Francesco Iorio / Studio Iorio, Michele Capè / Studio Capè, Ariatta Ingegneria dei Sistemi
  • Segurança

    Donato Bertoncelli / Gestione Progetti
  • Orçamento

    Aldo Bottini, Stefano Rocca / BMS Progetti
  • Mais informações Menos informações
© Alessandra Chemollo
© Alessandra Chemollo

Descrição enviada pela equipe de projeto. Milão é a cidade que melhor representa a face internacional da Itália, comparável a Londres, Frankfurt ou Paris. Ao contrário de muitas cidades hisóricas italianas, Milão está mais relacionada ao seu desenvolvimento no século XIX e XX, mais precisamente após a revolução industrial.

Planta - Térreo
Planta - Térreo

Neste sentido, o desenho de Milão é mais contemporâneo, composto de fábricas, metrôs, concreto e aço, e não tanto de particulares presenças históricas. Uma testemunha é o fato de que o movimento futurista se desenvolveu principalmente em Milão, um movimento criado para responder às questões da cidade contemporânea. O movimento não teve um relacionamento particularmente importante com as grandes obras-primas existentes, mas sim uma reflexão sobre os temas da cidade contemporânea.

© Alessandra Chemollo
© Alessandra Chemollo

Para desenvolver o projeto, imediatamente pensamos que não seria interessante contar com um único arquiteto para o projeto de todo o complexo, mas sim iniciar um diálogo. Devido ao tamanho da área, decidimos reinterpretar a complexidade da cidade através de muitos arquitetos, o que gerou a ideia de edifícios com diferentes formas e materiais.

© Alessandra Chemollo
© Alessandra Chemollo

Em qualquer rua de Milão há edifícios de diferentes períodos e com diferentes características arquitetônicas. Assim é a vida de uma cidade, na tensão dinâmica entre as obras de períodos posteriores, em um arquipélago de imagens e cores. Esta foi a nossa ambição, a escolha de trabalhar em grupo.

© Alessandra Chemollo
© Alessandra Chemollo

Neste nosso arquipélago, achamos interessante desenvolver a ideia de um arranha-céu sem limite, uma espécie de torre sem fim. Encontramos arranha-céus de todas as formas e tamanhos em todas as partes do mundo. A partir deste estudo, olhamos para um conceito fascinante para ser aplicado a edifícios de grande altura, em vez de estudar apenas uma forma estética.

Corte Transversal
Corte Transversal

Buscando uma máxima verticalidade, não nos limitamos a escolher uma forma completa, preferimos aplicar o conceito de um sistema modular que pode ser repetido de forma infinita.

© Alessandra Chemollo
© Alessandra Chemollo

Os módulos são compostos por seis pavimentos de escritórios com uma planta de 24x61.5 metros. Essas proporções enfatizam a verticalidade dos volumes e os tornam estruturalmente provocadores, devido à forma esguia e tão alta.

Planta Tipo
Planta Tipo

A fachada do módulo é composta por uma unidade de vidro triplo ligeiramente curvada para fora. A sucessão vertical destas formas arredondadas criam uma sensação de ligeira vibração do volume do edifício. As fachadas dos lados mais curtos são totalmente envidraçadas e mostram os elevadores panorâmicos subindo e descendo pelos vários andares do edifício.

© Alessandra Chemollo
© Alessandra Chemollo

A ideia da torre sem fim pode ser comparada às ambições anteriores de outros artistas como Constantin Brancusi, por exemplo, que em 1937 construiu uma de suas colunas infinitas de Targu-Jiu no parque para criar sistemas repetidos indefinidamente. Quando perguntado sobre as razões para esta ideia, Brancusi respondeu: "Temos que apoiar a abertura do céu."

© Alessandra Chemollo
© Alessandra Chemollo
Detalhe 2
Detalhe 2
© Alessandra Chemollo
© Alessandra Chemollo

Ver a galeria completa

Localização aproximada, pode indicar cidade/país e não necessariamente o endereço exato.
Sobre este escritório
Arata Isozaki
Escritório
Andrea Maffei
Escritório
Cita: "Torre ALLIANZ / Arata Isozaki + Andrea Maffei" [ALLIANZ Tower / Arata Isozaki + Andrea Maffei] 07 Fev 2016. ArchDaily Brasil. (Trad. Martins, Maria Julia) Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/781603/allianz-tower-arata-isozaki-plus-andrea-maffei> ISSN 0719-8906