O site de arquitetura mais visitado do mundo
i

Inscreva-se agora e organize a sua biblioteca de projetos e artigos de arquitetura do seu jeito!

Inscreva-se agora para salvar e organizar seus projetos de arquitetura

i

Encontre os melhores produtos para o seu projeto em nosso Catálogo de Produtos

Encontre os produtos mais inspiradores do nosso Catálogo de Produtos

i

Instale o ArchDaily Chrome Extension e inspire-se a cada nova aba que abrir no seu navegador. Instale aqui »

i

En todo el mundo, arquitectos están encontrando maneras geniales para reutilizar edificios antiguos. Haz clic aquí para ver las mejores remodelaciones.

Quer ver os melhores projetos de remodelação? Clique aqui.

i

Mergulhe em edifícios inspiradores com nossa seleção de 360 ​​vídeos. Clique aqui.

Veja nossos vídeos imersivos e inspiradores de 360. Clique aqui.

Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
Navegue entre os artigos utilizando o teclado
  1. ArchDaily
  2. Projetos
  3. Museu
  4. China
  5. waa (we architech anonymous)
  6. 2015
  7. Museu de Arte Contemporânea Yinchuan (MOCA) / waa (we architech anonymous)

Museu de Arte Contemporânea Yinchuan (MOCA) / waa (we architech anonymous)

Museu de Arte Contemporânea Yinchuan (MOCA) / waa (we architech anonymous)
Museu de Arte Contemporânea Yinchuan (MOCA) / waa (we architech anonymous), © NAARO
© NAARO

© NAARO © waa © NAARO © NAARO + 13

  • Arquitetos

  • Local

    YinChuan, Província Ning Xia, China
  • Equipe de Projeto

    Zhang Di, Jack Young, Ruben Bergambagt, Huang Yisu
  • Área

    13188.0 m²
  • Ano

    2015
  • Fotografias

  • Arquitetura e Interiores

    waa (we architech anonymous)
  • Consultoria de Fachada

    Buro Happold
  • Empreiteira Principal

    China Railway Construction Group
  • Empreiteira da Fachada

    Jingho+Beilida
  • Revestimento Interno

    Egrow
  • Cliente

    MinSheng Real Estate Development
  • GEA

    15006 m²
  • Mais informações Menos informações
© NAARO
© NAARO

Descrição enviada pela equipe de projeto. Terreno/Exterior:

waa finalizou um novo museu de arte contemporânea numa cidade chinesa junto ao Rio Amarelo, inspirando-se na topografia local para dar ao museu sua identidade.

© NAARO
© NAARO

O MOCA Yinchuan localiza-se na fronteira entre as zonas úmidas exuberantes e o árido deserto dividido pelo rio Amarelo. Uma área com aparentemente nenhuma base para crescer a cultura da arte contemporânea foi escolhida para abraçar essa complexidade do terreno e a rica história ecológica. Colocar a importância da atividade geológica na narrativa do terreno permitiu a formação de um conceito específico e identidade local. Inundações frequentes ao longo do último milênio podem ser observadas através de imagens de satélite que aludem às mudanças da localização dos rios. As atuais zonas úmidas são os únicos remanescentes dessa jornada, inspirando o diálogo do museu com o local.

© NAARO
© NAARO

A volumetria trabalhada responde às forças geológicas (erosão e sedimentação) visíveis nas dobras sedimentares abundantes na fachada. Para visualizar os vincos e textura requereu explorações utilizando técnicas paramétricas em determinados momentos durante o processo de projeto.

Isso ajudou a implantar a identidade desejada, um "fóssil" documentando as marcas do tempo.

Material

um "fóssil" documentando as marcas do tempo.

Os vincos da fachada abordam as ações do tempo através da sedimentação material. Emulando esses processos naturais de acidentes geográficos, o projeto evidencia uma linguagem intrinsecamente conectada com o entorno, enquanto sugere o local como um tempo no passado.

© NAARO
© NAARO

A edificação é composta por mais de 1600 painéis únicos, que variam de 40 m² a 8 m², re-despertando o espírito de artesanato redundante na era da automação.

© NAARO
© NAARO

Interior:

© waa
© waa
© waa
© waa

O arranjo programático interno dita a aparência da envoltória; esperávamos envolver em um ambiente aberto de sentimento de participação para os visitantes locais encurtando o salto para a apreciação da arte através de programas educacionais de lazer. Dessa forma, envolve-se a comunidade, desafiando-a a observar em um ambiente aberto e otimista. O percurso linear através de espaços de galeria ajuda a direcionar os visitantes a olhar com uma percepção de escalada. Galerias do subsolo são representadas em materiais mais escuros e ásperos. Ascendendo, a experiência torna-se mais branca, brilhante e sintética.

O museu transmite uma ambição de idade, escuridão para a luz / aspereza para suavidade / ascensão e queda. Estes ritmos simples esperam focar o visitante a experimentar as marcas do tempo com maior consciência.

© waa
© waa
© NAARO
© NAARO

Equipe waa:

waa foi fundado pelo arquiteto Di Zhang (Bartlett / UCL). Parceiros incluem o membro fundador Jack Young (2010) (Bartlett / UCL) e Ruben Bergambacht (2012) (Delft). O escritório foi criado na sequência de muitos anos de experiências dos três parceiros que trabalhavam no escritório internacional Foster and Partners em Londres, ganhando experiência em vários projetos de grande escala, principalmente o Empreendimento e o Instituto Masdar (Emirados Árabes Unidos), o Terminal de Expansão do Aeroporto de Heathrow e a Sede Europeia da Bloomberg (Londres).

Ver a galeria completa

Localização aproximada, pode indicar cidade/país e não necessariamente o endereço exato.
Sobre este escritório
waa (we architech anonymous)
Escritório
Cita: "Museu de Arte Contemporânea Yinchuan (MOCA) / waa (we architech anonymous)" [银川当代美术馆 / waa 未觉(北京)建筑设计事务所] 17 Jan 2016. ArchDaily Brasil. (Trad. Souza, Eduardo) Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/780379/museu-de-arte-contemporanea-yinchuan-moca-waa-we-architech-anonymous> ISSN 0719-8906