O site de arquitetura mais visitado do mundo
i

Inscreva-se agora e organize a sua biblioteca de projetos e artigos de arquitetura do seu jeito!

Inscreva-se agora para salvar e organizar seus projetos de arquitetura

i

Encontre os melhores produtos para o seu projeto em nosso Catálogo de Produtos

Encontre os produtos mais inspiradores do nosso Catálogo de Produtos

i

Instale o ArchDaily Chrome Extension e inspire-se a cada nova aba que abrir no seu navegador. Instale aqui »

i

En todo el mundo, arquitectos están encontrando maneras geniales para reutilizar edificios antiguos. Haz clic aquí para ver las mejores remodelaciones.

Quer ver os melhores projetos de remodelação? Clique aqui.

i

Mergulhe em edifícios inspiradores com nossa seleção de 360 ​​vídeos. Clique aqui.

Veja nossos vídeos imersivos e inspiradores de 360. Clique aqui.

Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
Navegue entre os artigos utilizando o teclado
  1. ArchDaily
  2. Concursos
  3. Chamada de projetos para o 2º Prêmio {CURA}: Transposições

Chamada de projetos para o 2º Prêmio {CURA}: Transposições

Chamada de projetos para o 2º Prêmio {CURA}: Transposições
Chamada de projetos para o 2º Prêmio {CURA}: Transposições

O 2º Prêmio {CURA} dá continuidade à proposta de realização de concursos de ideias com temas que se alinham às discussões atuais da cidade, buscando aprofundar-se nos temas do desenho urbano.

Para o 2º Prêmio CURA, o tema do concurso está na pergunta: como as cidades tem tratado o tema das transposições? A pergunta provoca e confronta a estratégia do urbanismo rodoviarista que, felizmente, parece estar chegando ao fim se forem considerados os caminhos tomados por diversas cidades brasileiras e estrangeiras. Por isso, as propostas para o concurso deverão ter os pedestres, ciclistas e outros modais ativos (skate, patins, carroças de reciclagem, etc) como prioridade.

Para estimular o debate de modo mais amplo possível, o edital é simples, tornando cada escolha critério de avaliação. Não abriremos seções de perguntas e respostas, portanto, caso não esteja escrito no edital, arrisque. 

Participação

  • Podem participar estudantes de arquitetura e/ou arquitetos formados* entre 2013 e 2015, brasileiros ou estrangeiros;
  • Com o objetivo de estimular a multidisciplinaridade do assunto, as equipes poderão incluir estudantes e/ou profissionais formados* entre 2013 e 2015 de outras áreas de conhecimento, brasileiros ou estrangeiros, desde que integrando equipes junto à estudantes de arquitetura e/ou arquitetos formados (considerando o ano de formação aquele em que o participante apresentou o trabalho final de graduação);
  • Com o objetivo de promover a integração entre estudantes e profissionais de instituições de ensino diferentes, as equipes poderão ser formadas por integrantes de faculdades distintas;
  • Os participantes poderão ou não incluir o nome de professores orientadores e co-orientadores na ficha de inscrição;
  • A inscrição pode ser individual ou em equipe com até 5 integrantes;
  • Sem taxa de inscrição;
  • Para realizar a inscrição, acesse www.premiocura.com.br e clique no link “Inscrição”.

 Local

A proposta pode ser implantada em qualquer cidade do mundo, desde que dentro do perímetro urbano. É fundamental que as peças gráficas expressem claramente a relação da proposta com seu entorno.

Objetivo / Objeto

O tema do concurso tem como objetivo discutir os assuntos relacionados ao espaço público, paisagem urbana, contemplação, passeio, conexão e costura urbana, mobilidade, mobiliário urbano, design, técnica, qualidade de vida, meio ambiente, ou seja, as transposições pensadas para as pessoas envolvem muitos dos temas que qualificam a vida nas cidades.

Programa de Necessidades

  • Integração através da transposição de barreiras naturais ou artificiais dentro do perímetro urbano;
  • Desenho pensado para pedestres e modais ativos, como bicicletas, triciclo para entregas, carroças para reciclagem, skate, patinetes, patins, ou seja, para modais não poluentes;
  • A transposição não deve prever vias para veículos motorizados de qualquer tipo;
  • A transposição deve conciliar qualidades de passagem, permanência e contemplação;
  • A transposição deve ser pensada de modo compartilhado. Deve-se evitar sem grandes barreiras separando os usos de pedestres;
  • A inserção de programas complementares é livre.

Critérios de Avaliação

  • 1. Escolha do local ou dos locais de implantação;
  • 2. Leitura do território e justificativas;
  • 3. Integração com a cidade;
  • 4. Interpretação do programa de necessidades;
  • 5. Desenho urbano e sistema construtivo;
  • 6. Outros programas propostos junto à transposição;
  • 7. Qualidade gráfica e clareza da apresentação.

Apresentação / Entrega

Os participantes deverão entregar as propostas seguindo as seguintes orientações:

  • Entrega digital de 2 pranchas A1. Os participantes poderão adotar a diagramação no sentido vertical ou horizontal. A técnica de representação é livre;
  • Enviar PDF único contendo as pranchas. Este arquivo deverá ser nomeado apenas com o número de participação recebido ao realizar a inscrição;
  • A apresentação deve ser muito clara com relação aos seguintes itens:
  • Leitura do território e justificativas;
  • Inserção e integração com a cidade; 
  • Técnica e sistema construtivo;

Comissão Julgadora 

Lizete Rubano (FAU Mackenzie)

Arquiteta e Urbanista pela Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade Presbiteriana Mackenzie (1981), mestre em Arquitetura e Urbanismo pela Universidade de São Paulo (1992) e doutora em Arquitetura e Urbanismo pela Universidade de São Paulo (2001). Atualmente é professora adjunto II da Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade Presbiteriana Mackenzie, com trabalho em pesquisa na área da Habitação Coletiva e Cidade, tendo como perspectiva as Condições Contemporâneas. 

Marina Grinover (Base Urbana)

Arquiteta urbanista FAU USP 1993; Mestre FAU-USP em 2010, sobre Lina Bo Bardi e seus textos; Doutora FAU-USP em 2015, sobre os Laboratórios de Projeto e Construção. Sócia do escritório de arquitetura Base Urbana. Anteriormente trabalhou com Paulo Mendes da Rocha (1994) e na Itália, com o arquiteto Vittorio Gregotti (1995). Pesquisadora do Instituto Lina Bo Bardi em 2009 e da Fondazione Renzo Piano em 2014. Professora de projeto na Escola da Cidade e na FAAP. Organizou os livros Maquetes de Papel de Paulo Mendes da Rocha (2006) com Catherine Otondo; e Lina por Escrito (2009) com Silvana Rubino, ambos para a Ed. Cosac Naify. Em 2014 recebeu Prêmio APCA de Melhor Urbanidade do ano com o Projeto de Reurbanização da Favela do Sapé. Em 2013 seu escritório foi selecionado, pela Prefeitura de São Paulo, no chamamento público Arco Tietê com proposta "Transposições".

Mario Figueroa (Figueroa.arq)

Formado pela PUCCAMP [1988], Doutor pela FAUUSP [2002]. Premiado em 16 concursos públicos de arquitetura, entre eles dois internacionais e seis primeiros prêmios. Seus croquis para a criação do Museu da Memoria em Santiago, Chile fazem parte desde 2011 da Coleção de Arquitetura do Centre George Pompidou em Paris. Atualmente é professor na Escola da Cidade.

 Marta Moreira (MMBB)

Graduada na FAUUSP – Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade de São Paulo, 1987. Professora da Escola da Cidade desde 2001. Professora visitante da Facultad Arquitectura y Diseño de la Universidad Finis Terrae, Santiago, Chile, 2013. Professora da Universidade Braz Cubas, Mogi da Cruzes, 1992 a 1995. Vice presidente da Associação de Ensino Escola da Cidade.

 Pedro Vada (ArchDaily Brasil)

arquiteto e urbanista graduado em 2008 pela Escola da Cidade. Na mesma instituição cursa a pós-graduação em Arquitetura, Educação e Sociedade e colabora como professor auxiliar na sequência de Urbanismo. Atualmente leciona sobre Urbanismo na pós-graduação da Fundação Escola de Sociologia e Política e atua como Editor de Projetos no site ArchDaily e suas plataformas. Em paralelo, desenvolve projetos e planos urbanos com o setor público e privado destacando as Prefeituras de São Paulo, São Bernardo do Campo e São José dos Campos, Companhia Paulista de Trens Metropolitanos e SABESP. 

 Romullo Baratto (ArchDaily Brasil)

Arquiteto formado em 2013 pela Universidade Federal de Santa Catarina, atualmente cursa o mestrado em arquitetura na FAUUSP. Suas áreas de interesse abrangem o cinema, teoria da arquitetura, arte urbana e espaço público. Atua como Editor de Notícias, Eventos e Concurso no site ArchDaily Brasil, além de atuar frequentemente como colaborador do ArchDaily internacional. Paralelamente, trabalha como filmmaker independente.

Premiação

Todos os trabalhos premiados serão expostos no térreo do edifício Sede do IAB SP, na Livraria Bookstore.

  • Prêmio _ R$2000 + publicação do projeto no Anuário 2016, ArchDaily e outras mídias + certificado;
  • Prêmio _ R$1500 + publicação do projeto no Anuário 2016, ArchDaily e outras mídias + certificado;
  • Prêmio _ R$1000 + publicação do projeto no Anuário 2016, ArchDaily e outras mídias + certificado;
  • Menções Honrosas _ publicação do projeto no Anuário 2016, ArchDaily + certificado.

Calendário

  • 23/11/15 - Lançamento do Concurso
  • 07/12/15 - Lançamento do edital e abertura para inscrições
  • 07/03/16 - Finalização das inscrições e Entrega das propostas
  • 30/03/16 - Divulgação do Resultado 

Referências 

  • Ciclocidade _ www.ciclocidade.org.br
  • CicloBR _ http://www.ciclobr.org.br
  • Cidade a Pé _ http://www.cidadeape.org/
  • Cidade para Pessoas _ http://cidadesparapessoas.com
  • SampaPé _ http://www.sampape.com.br/
  • Transporte Ativo _ http://www.ta.org.br/

Cita: Romullo Baratto. "Chamada de projetos para o 2º Prêmio {CURA}: Transposições " 09 Dez 2015. ArchDaily Brasil. Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/778476/2o-premio-cura-transposicoes> ISSN 0719-8906