Sordo Madaleno Arquitectos projeta novo empreendimento turístico na Ilha de Cozumel, México

Sordo Madaleno Arquitectos projeta novo empreendimento turístico na Ilha de Cozumel, México

A cultura maia foi tão importante para a identidade mexicana que tornou-se uma referência primordial no momento de intervir em seu território por meio da arquitetura, fazendo que os arquitetos locais buscassem sempre uma integração das ideias desta importante cultura mesoamericana pré-colombina com o projetar contemporâneo.

A partir deste interesse, o escritório mexicano Sordo Madaleno Arquitectos projetou a Isla Pasión, um projeto para um novo empreendimento turístico dentro da ilha caribenha de Cozumel, a sudeste do México, que em breve será construído. Com uma planta geral que consta de suítes, chalés, spa, áreas comuns, área residencial e de serviços, este projeto originou-se da compreensão do contexto, tanto arquitetônico, quanto natural do local, traduzindo estas referências no uso dos materiais naturais, como a madeira e a pedra, assim como na solução dos volumes, que respondem a uma reinterpretação da tradicional arquitetura maia.

Mais informações do projeto finalista da categoria Lazer dos prêmios interacionais WAF 2015, a seguir.

Courtesy of Sordo Madaleno ArquitectosCourtesy of Sordo Madaleno ArquitectosCourtesy of Sordo Madaleno ArquitectosCourtesy of Sordo Madaleno Arquitectos+ 21

Courtesy of Sordo Madaleno Arquitectos
Courtesy of Sordo Madaleno Arquitectos

Descrição dos arquitetos

O projeto Isla Pasión é um empreendimento de um hotel de luxo e uma área residencial de alta categoria. Localiza-se em um edifício que, devido à sua conformação, permite concebe-lo como uma ilha independente, quando, na realidade, trata-se de uma península ao norte da ilha de Cozumel, no caribe mexicano. Possui condições naturais muito favoráveis, já que conta com praia, mar, manguezais e uma peculiar faixa de pinheiros.

Courtesy of Sordo Madaleno Arquitectos
Courtesy of Sordo Madaleno Arquitectos

Para a concepção do projeto, foi fundamental compreender como era especial o local, e respeitar ao máximo a natureza existente. Por estas razões, todas as áreas do projeto foram desenhadas com uma arquitetura orgânica, integrada ao contexto e de baixo impacto. Utilizou-se materiais regulamentados e próprios da área, como pedras e madeiras regionais. Busca-se por uma imagem de simplicidade, evitando protagonismos arquitetônicos, porém, por sua vez, buscando pelo conforto máximo.

Courtesy of Sordo Madaleno Arquitectos
Courtesy of Sordo Madaleno Arquitectos

O principal conceito arquitetônico baseia-se em elementos maias originais da região, tais como: pirâmides, as tradicionais casas maios, o calendário maia, os cenotes etc. A planta geral conta de suítes, chalés, spa, áreas comuns, área residencial e de serviços, e distribui-se ao longo da ilha sob a premissa de gerar o menor desmatamento possível, preservar vasta vegetação, conseguir as melhores vistas e percursos, tudo isso com o menor impacto. Sua planta localiza as áreas públicas e o spa no centro, ao lado da área do hotel, e ao lado oposto a área residencial, com o objetivo de separar os diferentes programas, porém permitindo a operação integral de projeto.

Planta Geral
Planta Geral

Os chalés serão os primeiros em toda América Latina. Estes e as suítes do hotel são uma reinterpretação da casa tradicional maia e o desenho faz referência à sua volumetria, textura, traços orgânicos e ventilação natural.

Courtesy of Sordo Madaleno Arquitectos
Courtesy of Sordo Madaleno Arquitectos

São desenhados com três corpos que se mimetizam no contexto. O primeiro, forrado em madeira, contém os banheiros e um pátio privado; o segundo, curvo e de pedra, aloja o dormitório, e o último, que por sua altura, transparência e leveza em relação aos outros volumes, foi concebido com um espaço de transição entre o interior e o exterior.

Courtesy of Sordo Madaleno Arquitectos
Courtesy of Sordo Madaleno Arquitectos

O spa retoma o conceito de cenote e o calendário maia, traduzindo-se em um espaço contido. Ao redor dele, distribuem-se as diferentes áreas de tratamento, projetadas também sobre os preceitos da arquitetura maia, por meio de uma série de muros curvos, com diferentes alturas, que buscam enfatizar a vasta vegetação que integra-se tanto ao exterior quanto ao interior. Sua distribuição radial, é uma abstração do calendário maia.

Planta Spa
Planta Spa

As áreas públicas não foram concebidas como grandes espaços com a ideia de ponderar a natureza, por isso conta simplesmente com um restaurante, bar, lobby, bar da piscina e recepção. Esta área do projeto encontra-se integrada a uma série de varandas que geram diferentes ambientes em torno da praia, onde encontra-se com a área de piscinas e com o mar.

Courtesy of Sordo Madaleno Arquitectos
Courtesy of Sordo Madaleno Arquitectos
Planta Áreas Comunss
Planta Áreas Comunss

A área residencial pretende gerar 20 vilas, as quais foram projetadas em dois níveis, para ter um menor desmatamento com os mesmos elementos, muros de pedra e madeira regional, vegetação integrada, ventilação natural e formas orgânicas.

Courtesy of Sordo Madaleno Arquitectos
Courtesy of Sordo Madaleno Arquitectos
Planta Vilas
Planta Vilas

As áreas de serviço encontram-se na parte posterior do spa, com um acesso independente por meio de um deque exclusivo, próximo à área de mangue e dos pinheiros que praticamente ocultam a edificação.

Courtesy of Sordo Madaleno Arquitectos
Courtesy of Sordo Madaleno Arquitectos
  • Arquitectos

  • Localização

    Cozumel, Q.R., Mexico
  • Projeto Arquitetônico

    Sordo Madaleno Arquitectos
  • Presidente SMA

    Javier Sordo Madaleno Bringas
  • Director de Arquitetura

    Javier Sordo Madaleno de Haro
  • Director de Projeto

    Alejandro Quiros
  • Gestão de Projeto

    Jorge Jiménez
  • Coordenação de engenharia

    Marcos Hernández
  • Equipe de engenharia

    Juan Carlos Díaz, Héctor Ruiz
  • Meios e Marketing

    Rosalba Rojas, María Luisa Guzmán, Jimena Orvañanos
  • Equipe de desenho

    Fermín López, Alberto Ramírez, Bernardo Martinez, Andrés Muñoz, Avelino Espinosa
  • Desenho de Interiores

    Sordo Madaleno Arquitectos
  • Direção de Interiores

    Nadia Borrás y Enrique Ralph
  • Equipe de Interiores

    Fernanda Patiño
  • Engenharia Estrutural

    RIOBOO
  • Energia Elétrica

    DECSA
  • Engenharia A/C

    IACSA
  • Engenharia de Sistemas e Instalações Especiais

    Innovative Design
  • Engenharia Hidrosanitária

    KCM
  • Ano de conclusão prevista

    2016
  • Área

    12500.0 m2
  • Fotografias

    Cortesía de Sordo Madaleno Arquitectos

Galeria do Projeto

Ver tudoMostrar menos

Localização do Projeto

Endereço:Cozumel, Q.R., Mexico

Clique para abrir o mapa
Localização aproximada, pode indicar cidade/país e não necessariamente o endereço exato.
Sobre este escritório
Cita: Cruz, Daniela. "Sordo Madaleno Arquitectos projeta novo empreendimento turístico na Ilha de Cozumel, México" [Sordo Madaleno Arquitectos diseña nuevo desarrollo turístico en la isla de Cozumel, México] 26 Nov 2015. ArchDaily Brasil. (Trad. Daudén, Julia) Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/777717/sordo-madaleno-arquitectos-projeta-novo-empreendimento-turistico-na-ilha-de-cozumel-mexico> ISSN 0719-8906

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.