O site de arquitetura mais visitado do mundo
Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
  1. ArchDaily
  2. Projetos
  3. Arquitetura Educacional
  4. Austrália
  5. Wilson Architects
  6. 2014
  7. Escola de Todos os Santos / Wilson Architects

Escola de Todos os Santos / Wilson Architects

  • 17:00 - 2 Novembro, 2015
  • Traduzido por Maria Julia Martins
Escola de Todos os Santos / Wilson Architects
Escola de Todos os Santos / Wilson Architects, © Christopher Frederick Jones
© Christopher Frederick Jones

© Christopher Frederick Jones © Christopher Frederick Jones © Christopher Frederick Jones © Christopher Frederick Jones + 19

  • Coordenador de Projeto

    CPM (Austrália), Robert Timms
  • Estagiários de Arquitetura

    Phillip Lukin, Hamilton Wilson, Daniel Tsang, Sarah Mahon, Maddie Zahos, Shaun Purcell, Nick Lorenz, Sarah Russell
  • Consultoria

    Michael Jolly, Michael Jolly Surveys
  • Planejamento Urbano

    Steve Craven, Craven Ovenden
  • Paisagismo

    Beth Wilson, Wilson Landscape Architects Michael Kennedy Architect
  • Restauração

    Michael Kennedy Architect
  • Engenharia Estrutural

    Grant Gowan, Ken Gallie, Cardno
  • Engenharia Hidráulica

    Greg Hamilton, H Design Pty Ltd
  • Engenharia Mecânica

    Liam Murray, Andy Bradley, Arup
  • Engenharia Elétrica

    Caitlyn Young, Arup
  • Engenharia Acústica

    Simon Ham, Arup
  • Elevador

    Paul Sullivan, Arup
  • Incêndio

    Darren Horan, Omnii
  • Construção

    Badge Pty Ltd
  • Gerente de Obra

    Ashley Kruck
  • Engenheiro de Obra

    Matt Murphy
  • Mais informações Menos informações
© Christopher Frederick Jones
© Christopher Frederick Jones

O programa

O programa do projeto surgiu de uma revisão do plano diretor da escola, que analisou futuros terrenos para a escola construir 15 novas salas de aula para facilitar a adição do 7º ano de ensino médio em Queensland, na Austrália. O desafio era colocar um novo edifício contemporâneo de salas de aula de cinco pavimentos muito próximo a alguns dos edifícios mais antigos da escola em Brisbane.

© Christopher Frederick Jones
© Christopher Frederick Jones

Objetivo do projeto

Queríamos encorajar os alunos com um comportamento de aprendizagem flexível e aberto, com o arranjo das salas de aula, com muitas janelas e quadros. Também queríamos criar um espaço de pátio legal vibrante para incentivar a interação e aumentar as oportunidades de aprendizagem fora das salas de aula.

© Christopher Frederick Jones
© Christopher Frederick Jones

Nossa intenção de projeto para a escola como um todo foi a de criar uma entrada nova e contemporânea em frente ao Palácio Kemp, e reduzir o tamanho aparente do edifício usando trepadeiras e brises coloridos. Também queríamos maximizar a circulação coberta na entrada e dentro da escola e aumentar os espaços externos para a interação dos alunos.

Planta - 4o Pavimento
Planta - 4o Pavimento

Pensando no futuro, é importante respeitar o contexto do patrimônio através da criação de uma relação direta entre os novos elementos de construção e das camadas de história do local. Também buscamos reduzir o consumo de energia a longo prazo através da instalação de sistemas mais econômicos e eficientes de aquecimento e resfriamento dos ambientes.

© Christopher Frederick Jones
© Christopher Frederick Jones

A integração entre o antigo e o novo

Como um local de patrimônio, as fachadas posteriores da escola se tornaram umas das mais importantes fachadas públicas ao longo do tempo. A nossa estratégia de projeto reconhece isso e, ao mesmo tempo, trabalhamos com um quadro de fachadas hierárquicas sobre os edifícios preservados, onde cada face muda a sua linguagem arquitetônica dependendo dos espaços a que se voltam. A nova envolvente do edifício responde à cada uma das suas fachadas com uma tectônica rotacional, como se parte de cada fachada estivesse sendo puxada em volta e conectada à próxima.

© Christopher Frederick Jones
© Christopher Frederick Jones

A composição da rua redimensiona o edifício de cinco pavimentos em um objeto de dois pavimentos que flutua sobre uma tela verde de altura dupla. O jardim e as as telas com vegetação são dispositivos utilizados no passado pelas freiras para proporcionar privacidade, segurança e sombra.

© Christopher Frederick Jones
© Christopher Frederick Jones

A fachada ocidental responde à escala da ala da Universidade, de 1940, e compõe uma elevação de placas de alumínio levemente suspensa como a famosa fachada do edifício da Queensland Thurlow.

© Christopher Frederick Jones
© Christopher Frederick Jones

Quando o novo edifício se envolve diretamente com a fachada do antigo edifício (essencialmente a fachada traseira da escola) a fachada é teatralmente editada de volta. Ao invés de revelar a totalidade desta fachada bastante mundana, mas importante, as novas construções enquadram um fragmento dela com um arco. Isso coloca a fachada como um pano de fundo para a peça diária de interação do aluno com pátio da escola.

© Christopher Frederick Jones
© Christopher Frederick Jones

Os desafios dos edifícios tombados

Um dos nossos principais desafios não intervir sobre os edifícios tombados. A equipe do projeto, incluindo o arquiteto restaurador Michael Kennedy, trabalhou em colaboração com o Departamento de Meio Ambiente e Defesa do Patrimônio de Queensland e usou uma extensiva modelagem 3D para entender o projeto. 

© Christopher Frederick Jones
© Christopher Frederick Jones

Cada face do edifício tem relações particulares com os seus arredores. Estas foram desenvolvidas com um elevado grau de detalhes durante a fase de concepção, gerando confiança à prefeitura no resultado final.

Ver a galeria completa

Localização do Projeto

Localização aproximada, pode indicar cidade/país e não necessariamente o endereço exato.
Sobre este escritório
Cita: "Escola de Todos os Santos / Wilson Architects" [Mary Place, All Hallows’ School / Wilson Architects] 02 Nov 2015. ArchDaily Brasil. (Trad. Martins, Maria Julia) Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/776353/escola-de-todos-os-santos-wilson-architects> ISSN 0719-8906

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.