O site de arquitetura mais visitado do mundo
i

Inscreva-se agora e organize a sua biblioteca de projetos e artigos de arquitetura do seu jeito!

Inscreva-se agora para salvar e organizar seus projetos de arquitetura

i

Encontre os melhores produtos para o seu projeto em nosso Catálogo de Produtos

Encontre os produtos mais inspiradores do nosso Catálogo de Produtos

i

Instale o ArchDaily Chrome Extension e inspire-se a cada nova aba que abrir no seu navegador. Instale aqui »

i

En todo el mundo, arquitectos están encontrando maneras geniales para reutilizar edificios antiguos. Haz clic aquí para ver las mejores remodelaciones.

Quer ver os melhores projetos de remodelação? Clique aqui.

i

Mergulhe em edifícios inspiradores com nossa seleção de 360 ​​vídeos. Clique aqui.

Veja nossos vídeos imersivos e inspiradores de 360. Clique aqui.

Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
Navegue entre os artigos utilizando o teclado
  1. ArchDaily
  2. Projetos
  3. Museu
  4. Itália
  5. Giorgio Armani
  6. 2015
  7. Galpão Armani / Giorgio Armani

Remodelaçao

Apresentado por the MINI Clubman

Galpão Armani / Giorgio Armani

Galpão Armani / Giorgio Armani
Galpão Armani / Giorgio Armani, © Davide Lovatti
© Davide Lovatti

© Davide Lovatti © Davide Lovatti © Davide Lovatti © Davide Lovatti + 8

© Davide Lovatti
© Davide Lovatti

Descrição enviada pela equipe de projeto. Temos o prazer de informar que por motivo das celebrações do 40º aniversário de sua carreira, Giorgio Armani recentemente inaugurou seu novo espaço expositivo Galpão Armani. Este é um espaço vivo, aberto ao público que ilustra a experiência profissional de Giorgio Armani, revelando um rico patrimônio de conhecimento: um espaço para desenhar o futuro, uma vitrine de novas atitudes e estilos de vida que capturam a mudança dos tempos e das culturas.

© Davide Lovatti
© Davide Lovatti

A inauguração oficial do espaço contou com o apoio e o patrocínio da Prefeitura de Milão, combinando datas com a Expo Milão 2015. O projeto encontra-se no antigo celeiro de uma grande empresa. Decidi chamá-lo de Galpão porque este edifício foi utilizado para armazenar alimentos, o que é essencial para a vida. Para mim, tanto quanto a comida, a roupa também é uma parte da vida." explica Giorgio Armani. Depois da reforma, o edifício que foi construído em 1950, mede cerca de 4.500 m² organizados em quatro níveis. O próprio designer concebeu e supervisionou o projeto de renovação.

© Davide Lovatti
© Davide Lovatti

A busca por simplicidade, a preferência por formas geométricas regulares e um desenho uniforme produziram um edifício sóbrio porém monumental, baseado nas regras de ordem e rigor. Indo contra a tendência atual da arquitetura por uma estética mais elaborada, neste edifício buscou-se alcançar uma forma racional. As áreas onde acontecem diversas atividades foram projetadas com um mesmo objetivo em mente: uma resposta racional às necessidades práticas, com espaços que demonstram respeito pela arquitetura original. Usando o formato predefinido dos galpões, o estilista também mostra sua filosofia estética de buscar simplicidade e eliminação de ornamentação desnecessária e tudo o que é supérfluo. O único elemento decorativo distinto do projeto é uma linha de aberturas no perímetro do edifício, tal como uma coroa, que define uma massa compacta.

© Davide Lovatti
© Davide Lovatti

No interior, o edifício está organizado com base em um layout de uma basílica: um espaço aberto de quatro pavimentos com dois níveis de naves com vista para ele em ambos os lados. Os tetos são pintados de preto, em contraste com os pisos de cimento cinza, e revelam não só a estrutura metálicas das novas lajes, mas também todas as instalações elétricas para aquecimento, refrigeração e iluminação do edifício. A escadaria principal que liga os quatro níveis e organiza o percurso expositivo a abertura vertical que permite às pessoas subirem as escadas para perceber a altura e tamanho do edifício. A fachada de vidro nua simples e o hall de entrada, atrai o interesse e a curiosidade das pessoas que passam.

© Davide Lovatti
© Davide Lovatti

O espaço inclui as áreas de exposição, mas também uma loja de presentes e um plano aberto, cafetaria interior. Além disso, abriga um arquivo digital de esboços, desenhos técnicos e equipamentos no prêt-à-porter e alta costura coleções de Giorgio Armani Privé. Destina-se a pesquisadores e os fãs que querem saber mais sobre o trabalho de Giorgio Armani e seu estilo. Localizado no piso superior, o arquivo é aberto para consulta gratuita e possui um sistema de catalogação especificamente desenvolvido para Galpão Armani. Estações de trabalho, mesas touchscreen e uma área de triagem estão entre as ferramentas disponíveis para o público.

Croqui
Croqui

A exposição de abertura, abrangendo todos os quatro pavimentos do edifício, oferece uma visão geral de 40 anos de carreira do estilista , incluindo 600 trajes e 200 acessórios de coleções de Giorgio Armani, de 1980 até o hoje em dia. A seleção é dividida em uma série de temas que inspiraram e continuam a inspirar o trabalho criativo do designer: daywear no piso térreo, exotismo no primeiro pavimento e esquemas de cores no segundo andar. O terceiro e último andar se concentra no tema da luz.

© Davide Lovatti
© Davide Lovatti

Giorgio Armani diz: "a criação do Galpão Armani, decidir o que e como expor, com foco nos melhores temas, que representam uma forma de pensar e um estilo - tudo isso ajudou-me a olhar para trás em minha carreira em um apaixonado, mas equilibrado caminho. Porque a moda, que parece querer viver em um eterno presente, precisa refletir sobre si mesma e suas próprias raízes, a fim de enfrentar o futuro. Através deste processo de reflexão, vemos como a moda muitas vezes acompanha e antecipa mudanças sociais importantes. Lembrando o que éramos no passado pode nos ajudar a entender o que poderíamos ser no futuro".

Ver a galeria completa

Localização aproximada, pode indicar cidade/país e não necessariamente o endereço exato.
Sobre este escritório
Giorgio Armani
Escritório
Cita: "Galpão Armani / Giorgio Armani" [Armani Silos / Giorgio Armani] 21 Out 2015. ArchDaily Brasil. (Trad. Santiago Pedrotti, Gabriel) Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/775652/galpao-armani-giorgio-armani> ISSN 0719-8906