O site de arquitetura mais visitado do mundo
Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
  1. ArchDaily
  2. Projetos
  3. Hotel
  4. Botsuana
  5. Nicholas Plewman Architects
  6. 2014
  7. Hotel Sandibe Okavango Safari / Nicholas Plewman Architects in Association with Michaelis Boyd Associates

Hotel Sandibe Okavango Safari / Nicholas Plewman Architects in Association with Michaelis Boyd Associates

  • 17:00 - 2 Setembro, 2015
  • Traduzido por Camilla Sbeghen
Hotel Sandibe Okavango Safari / Nicholas Plewman Architects in Association with Michaelis Boyd Associates
Hotel Sandibe Okavango Safari  / Nicholas Plewman Architects in Association with Michaelis Boyd Associates, © Dook
© Dook

© Dook © Dook © Dook © Dook + 27

  • Arquitetos

  • Localização

    Okavango Delta, Botsuana
  • Equipe Projeto Arquitetônico

    Nick Plewman, Duran Bezuidenhout, Alex Michaelis, Karolina Szarmach
  • Colaborador

    Michaelis Boyd Associates
  • Área

    5384.0 m2
  • Ano do projeto

    2014
  • Fotografias

  • Gestão

    &Beyond
  • Colaborador

    Michaelis Boyd Architects (Londres, Reino Unido)
  • Designer de Interiores

    Fox Browne Creative (Johannesburg, RSA)
  • Engenheiros

    De Villiers Sheard Consulting Engineers (Cape Town, RSA)
  • Construtora

    Lodge Builders Botswana (Maun, Botswana)
  • Soluções de Energia Alternativa

    New Southern Energy (Cape Town, RSA)
  • Paisagismo

    Mr. Gordon W Kershaw
  • Propriedade

    &Beyond
  • Mais informações Menos informações
© Dook
© Dook

Descrição enviada pela equipe de projeto. Um hotel de luxo com 24 dormitórios no coração de Okavango Delta, Botswana. Okavango Delta é considerado uma das sete maravilhas naturais do continente africano. A casa de campo original foi construída há 17 anos e já é declarada patrimônio da humanidade. Em consequência disso, uma série de apropriadas restrições formidáveis foram impostas durante a construção.

© Dook
© Dook

O desenho de Sandibe não somente cumpre com estes requisitos, mas também valoriza e se inspira neles. Este lugar é um manifesto de todas as criaturas que nunca encontraram um lugar para refugiar-se embaixo das árvores centenárias do local. A inspiração vem dos animais que carregam seus refúgios com eles e os tecem a mão através de materiais orgânicos. Escolhemos o pangolim - espécie de tatu africano - como um motivo específico devido ao seu caráter tímido, evasivo e completamente inofensivo e sua capacidade de esconder-se na sua própria carapaça protetora de escamas. A última edificação parece ter crescido organicamente do terreno ribeirinho, ou metaforicamente falando, para ser uma criatura endêmica, gentil e maternal levando-a para fora através do bosque pantanoso.

Planta Baixa
Planta Baixa

Apesar das certificações LEED ou GREENSTAR não terem sido aplicadas nesta obra, o projeto admitiu que, no caso de sua aplicação, os padrões mais altos de reconhecimento seriam buscados. Os imperativos de sustentabilidade do projeto foram:

© Dook
© Dook

- Os novos edifícios tiveram que ser inteiramente construídos com materiais bio-degradáveis;
- O local, separado da civilização por pântanos e rios, teve de ser completamente limpo de todo o material anterior não degradável - literalmente centenas de toneladas de tijolos e argamassa removidos cuidadosamente por caminhões fora do delta;
- 70% da casa de campo de luxo necessitava de energia sustentável implicando no mínimo de impacto possível em relação ao local, fauna e flora;
- Um tratamento completo de esgoto e eliminação de resíduos.

Corte
Corte

Além de tudo, o cliente esperava um hotel que oferecesse os mais altos padrões de luxo aos seus hóspedes. Basicamente, isto significa, além de um desenho único e inspirador, um compromisso com a energia, abundante abastecimento de água quente, banheiros de luxo e de preparação de alimentos, como os melhores hotéis do mundo.

© Dook
© Dook

O projeto terminado cumpre ou excede todos os imperativos anteriores.

Sandibe está construído quase em sua totalidade de madeira. As vigas de pinos laminado conferem a forma curvilínea. A pele do edifício é formada como um barco invertido a partir de camadas de tábuas de pinos impermeabilizado com uma membrana de acrílico e coberto por telhas de cedro canadense. A biblioteca possui 'envidraçamento' - uma membrana permeável mas altamente resistente a intempérie e termicamente eficiente. 

© Dook
© Dook

As paredes externas de telas e grades são formadas a partir de lâminas de eucalipto conectadas por um arame rígido. As coberturas e os pisos foram feitos de madeiras aprovadas pelo FSC (Conselho de Gestão Florestal). A potência é obtida através de um gerador fotovoltaico de 100 KVA, que necessitam de uma duração de 3 a 4 horas do dia. A água quente está disponível inclusive para a cabana mais afastada, a partir de um painel solar apoiado por bombas de calor que continuamente bombeiam a água através de um duto principal de 2,5 km. Apesar da distância, a perda média de temperatura entre a fonte e a torneira mais distante é de apenas 1,7 graus.

Planta Baixa
Planta Baixa

Toda a água, o solo e resíduos são coletados através de um tratamento biológico de efluentes que é comprovadamente seguro para descarga no meio ambiente. Finalmente, o sucesso ambiental do projeto é talvez melhor julgado a partir do fato de que a vida selvagem prolífica da área, incluindo grandes animais como elefante, hipopótamo, leão e leopardo continuaram vivendo e usando o local como se a edificação não existisse. Eles simplesmente não o veem. Como IM Pei disse: "A boa arquitetura permite que a natureza entre."

© Dook
© Dook

Ver a galeria completa

Localização do Projeto

Localização aproximada, pode indicar cidade/país e não necessariamente o endereço exato.
Sobre este escritório
Cita: "Hotel Sandibe Okavango Safari / Nicholas Plewman Architects in Association with Michaelis Boyd Associates" [Sandibe Okavango Safari Lodge / Nicholas Plewman Architects in Association with Michaelis Boyd Associates] 02 Set 2015. ArchDaily Brasil. (Trad. Sbeghen Ghisleni, Camila) Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/772722/sandibe-okavango-safari-lodge-nicholas-plewman-architects-in-association-with-michaelis-boyd-associates> ISSN 0719-8906

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.