O site de arquitetura mais visitado do mundo
i

Inscreva-se agora e organize a sua biblioteca de projetos e artigos de arquitetura do seu jeito!

Inscreva-se agora para salvar e organizar seus projetos de arquitetura

i

Encontre os melhores produtos para o seu projeto em nosso Catálogo de Produtos

Encontre os produtos mais inspiradores do nosso Catálogo de Produtos

i

Instale o ArchDaily Chrome Extension e inspire-se a cada nova aba que abrir no seu navegador. Instale aqui »

i

En todo el mundo, arquitectos están encontrando maneras geniales para reutilizar edificios antiguos. Haz clic aquí para ver las mejores remodelaciones.

Quer ver os melhores projetos de remodelação? Clique aqui.

i

Mergulhe em edifícios inspiradores com nossa seleção de 360 ​​vídeos. Clique aqui.

Veja nossos vídeos imersivos e inspiradores de 360. Clique aqui.

Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
Navegue entre os artigos utilizando o teclado
  1. ArchDaily
  2. Projetos
  3. Museu
  4. Chile
  5. SUMO arquitectura y diseño
  6. 2014
  7. Museografia do Museu de História Natural de Valparaíso / SUMO arquitectura y diseño

Museografia do Museu de História Natural de Valparaíso / SUMO arquitectura y diseño

Museografia do Museu de História Natural de Valparaíso / SUMO arquitectura y diseño
Museografia do Museu de História Natural de Valparaíso / SUMO arquitectura y diseño, © Aryeh Kornfeld
© Aryeh Kornfeld

© Aryeh Kornfeld © Aryeh Kornfeld © Aryeh Kornfeld © Aryeh Kornfeld + 46

  • Arquitectos

  • Localização

    Condell 1546, Valparaíso, Chile
  • Direção Geral

    Andrea Müller B
  • Arquiteto Responsável

    Michael Bier
  • Projeto Gráfico

    Lolamundo
  • Projeto e Execução de Iluminação

    LLD
  • Área

    900.0 m²
  • Ano do Projeto

    2014
  • Fotografias

Planta Primeiro Pavimento
Planta Primeiro Pavimento

Descrição enviada pela equipe de projeto. Foi proposto um percurso que simula um corte transversal à região de Valparaíso, de maneira que o visitante realize uma viagem por toda a biodiversidade da região. Se resgata as particularidades, sintetizando com um traço que parte das profundas fossas submarinas até as alturas do cumes do Aconcágua.

© Aryeh Kornfeld
© Aryeh Kornfeld

O percurso começa nas profundidades do oceano Pacífico, à -6.000 m, onde a presença humana apenas é possível com um batiscafo dada grande pressão, neste primeiro âmbito se contextualiza sobre a inexistência da luz natural e a incidência que tem tanto na flora como na fauna.

Envolvente Batiscafo
Envolvente Batiscafo

Logo passamos a  -1.000 m, onde apenas as baleias cachalotes, tubarões, tartarugas e algumas raias podem acessar.

© Aryeh Kornfeld
© Aryeh Kornfeld

A seguir temos a zona fótica a -100 m, onde chega luz solar e com ela, o zoplâncton e fitoplâncton produzem um habitat muito rico em vida e diversidade de espécies. Quando chegamos na superfície, saímos da água mas ainda não chegamos em terra firme, nos encontramos no ambiente destinado aos rochedos erguidos no oceano, os que dão refúgio a grandes quantidades de aves oceânicas, como os diferentes tipos de albatroz.

© Aryeh Kornfeld
© Aryeh Kornfeld

Saímos ao grande hall do antigo Palacio Lyon, o maior espaço do edifício e onde estão dispostas três grandes vitrines que conectam o primeiro pavimento com o segundo. Cada uma destas vitrines mostra as diferenças entre as espécies que habitam nas rochas e a areia, e como elas devem se adaptam às marés.

Modelo 3D
Modelo 3D

A sala seguinte demonstra como se formaram as ilhas, para logo passar a sala da Ilha de Páscoa e Juan Fernandez, onde se mostra que dado a diferença de localização geográfica, o sol pigmenta mais as algas de Rapa Nui e por isso os peixes também adquirem são mais pigmentados em suas escamas. 

Escotilha circular caseta proa - sala Corbeta
Escotilha circular caseta proa - sala Corbeta

Logo passamos por uma embarcação que exemplifica como viajavam as primeiras expedições científicas.

Sala Corbeta
Sala Corbeta

Subimos ao segundo pavimento, onde foram dispostas réplicas das aves em vitrines. Ao avançar em nosso percurso, nos encontramos com o vale, onde a primeira ala explica a alimentação segundo o movimento do sol, iniciando pelas aves que se alimentam de madrugada, passando por caçadores diurnos e finalizando com os noturnos.

© Aryeh Kornfeld
© Aryeh Kornfeld

A seguir, entramos em uma semente, onde é explicado as diferenças entre estas, para então entrar no âmbito do Parque Nacional de la Campana, onde através de réplicas de árvores nativas em escala real explicam as diferenças entre espécies de sombra e de sol, onde o visitante pode experimentar as diferenças entre estas duas zonas.

Cortes sala La Campana
Cortes sala La Campana

Finalmente o percurso termina na sala do Aconcágua, que foca como a água percorre este vale e como a variação de altitude influencia nas diferenças de flora e fauna.

Planta sala Aconcágua
Planta sala Aconcágua

Ver a galeria completa

Localização aproximada, pode indicar cidade/país e não necessariamente o endereço exato. Cita: "Museografia do Museu de História Natural de Valparaíso / SUMO arquitectura y diseño" [Museografía Museo de Historia Natural Valparaíso / SUMO arquitectura y diseño] 10 Ago 2015. ArchDaily Brasil. (Trad. Santiago Pedrotti, Gabriel) Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/771555/museografia-museu-de-historia-natural-valparaiso-sumo-arquitectura-y-diseno> ISSN 0719-8906