O site de arquitetura mais visitado do mundo
i

Inscreva-se agora e organize a sua biblioteca de projetos e artigos de arquitetura do seu jeito!

Inscreva-se agora para salvar e organizar seus projetos de arquitetura

i

Encontre os melhores produtos para o seu projeto em nosso Catálogo de Produtos

Encontre os produtos mais inspiradores do nosso Catálogo de Produtos

i

Instale o ArchDaily Chrome Extension e inspire-se a cada nova aba que abrir no seu navegador. Instale aqui »

i

En todo el mundo, arquitectos están encontrando maneras geniales para reutilizar edificios antiguos. Haz clic aquí para ver las mejores remodelaciones.

Quer ver os melhores projetos de remodelação? Clique aqui.

i

Mergulhe em edifícios inspiradores com nossa seleção de 360 ​​vídeos. Clique aqui.

Veja nossos vídeos imersivos e inspiradores de 360. Clique aqui.

Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
Navegue entre os artigos utilizando o teclado
  1. ArchDaily
  2. Projetos
  3. Menção Honrosa no concurso Operação Urbana Consorciada Água Branca / Spadoni AA

Menção Honrosa no concurso Operação Urbana Consorciada Água Branca / Spadoni AA

Menção Honrosa no concurso Operação Urbana Consorciada Água Branca / Spadoni AA
Menção Honrosa no concurso Operação Urbana Consorciada Água Branca / Spadoni AA, Cortesia de Spadoni AA
Cortesia de Spadoni AA
  • Arquitetos

  • Localização

    Água Branca - Água Branca, São Paulo - SP, Brasil
  • Autor

    Francisco Spadoni
  • Coautores

    Tiago de Oliveira Andrade, Mayra Simone dos Santos, Marcos da Costa Sartori e Stefano Passamonti
  • Colaboradores

    Lauresto Couto Esher, Julian Munhoz Courtier, Jaime Veja Rocabado, Ari Felipe Miaciro e Giulia Ricci
  • Arquiteto Paisagista

    Iracy Fortes Sguillaro
  • Consultor de Infraestrutura

    Marcio Luiz Bezerra de Menezes de Souza Pacheco
  • Consultor Geotécnico

    Eduardo José Portella da Costa
  • Consultor de Mobilidade

    Nídia Maria Hallage Coltri
  • Ano do projeto

    2015

Apresentamos a seguir o projeto premiado com menção honrosa no concurso para a Operação Urbana Consorciada Água Branca, de autoria do escritório Spadoni AA. O concurso teve abrangência nacional e foi promovido pelo São Paulo Urbanismo – SP Urbanismo e o Departamento de São Paulo do Instituto de Arquitetos do Brasil – IAB-SP.

Cortesia de Spadoni AA Cortesia de Spadoni AA Cortesia de Spadoni AA Cortesia de Spadoni AA + 13

Dos arquitetos: Embora numa pequena fração, trabalhar num dos vazios remanescentes da Operação Urbana Água Branca se apresenta como uma oportunidade para a cidade enfrentar seu caráter quase congênito de se refazer pela espontaneidade. Interessa-nos pensar uma cidade onde o limite entre o público e o privado se exponha sem ambigüidade ou conflito e a infraestrutura se apresente como suporte social.

Propomos a organização do espaço através de uma nova matriz pública, reapresentando a quadra como uma unidade urbana permeável, a rua como uma espécie de burgo, animada pelo comercio e instituições, além do parque articulando-se à cidade ao redor e apresentando-se como uma centralidade.

Cortesia de Spadoni AA
Cortesia de Spadoni AA

Programa e Setorização

Propomos organizar setores funcionais que se contaminam entre si e respondem cada qual às suas fronteiras. Adotamos uma divisão territorial, alinhavado pelo sistema viário, onde a densidade de uso se daria como um gradiente do bairro – Avenida Marques de São Vicente - para a marginal Tietê. Dessa forma, o parque, com taludes e vegetação densa, deve ancorar a marginal, isolando-a o mais possível para o seu funcionamento de estar e lazer, assim como protegendo as habitações e instituições ao centro da gleba.

Cortesia de Spadoni AA
Cortesia de Spadoni AA

Para o binômio habitação e comercio assume-se a antiga vocação de atuarem juntos, num modelo de cidade que se pretende restaurar. A experiência mostra que a vitalidade dos setores urbanos vincula-se a sua capacidade de se renovarem ao longo do dia, o que só se verifica com a fusão de usos, sobretudo com a habitação. Galerias comerciais no embasamento e o comercio de rua são cimentados pela habitação e junto com as instituições - CEU e UBS - dinamizam o bairro em todos os três períodos.

Embasamento. Image Cortesia de Spadoni AA
Embasamento. Image Cortesia de Spadoni AA

O modelo que adotamos para as quadras mistas é o da supressão dos lotes. Adotamos o princípio da quadra única, que relaciona todos os edifícios habitacionais em estrutura condominial, articulados por uma praça permeável e um embasamento comercial.

O sistema viário apoia-se em três eixos principais:

  • Eixo institucional: que organiza os equipamentos públicos: CEU e CGMI, em quadra própria e UBS, no embasamento da quadra residencial.
  • Eixo Comercial: composto pelas fachadas comerciais nos embasamentos, definindo um corredor ativo e especializado.
  • Rua Parque: intermedia o parque e o bairro.

Cortesia de Spadoni AA
Cortesia de Spadoni AA

Habitação + Comércio

Os edifícios de habitação são implantados sobre a cobertura das galerias comerciais, no que definimos como um piso condominial, espécie de segundo térreo, por onde são acessados. Esse piso concentra a área comunitária de todos os blocos, incluindo as laminas sobre o mercado na quadra que em frente, que a ele se interliga com passagens de nível sobre a rua.

Implantação. Image Cortesia de Spadoni AA
Implantação. Image Cortesia de Spadoni AA

Foram definidas duas tipologias principais com variações: os edifícios altos, com 12 e 16 andares e as laminas de quatro andares. Os tipos das unidades se alternam com o gabarito. Nas quadras centrais, as laminas altas foram implantadas voltando sua face de estar ao Norte, privilegiando também a vista do parque. As laminas baixas, ortogonais, foram resolvidas com duas bandas em faces opostas em torno de um vazio central, com unidades para as faces leste e oeste. Destacamos ainda a quadra frontal com duas laminas de gabaritos distintos que se alinham sobre o mercado.

Infraestrutura e drenagem

A questão central a impactar a área de várzea é o histórico de alagamentos e as complicações advindas dos sistemas de drenagem. Um único conceito foi adotado e deverá ser posto em prática com ações estratégicas: Manter as águas dentro do próprio empreendimento.

Corte leste-oeste. Image Cortesia de Spadoni AA
Corte leste-oeste. Image Cortesia de Spadoni AA

Para tanto propomos quatro operações:

  • Aproveitamento de águas de cobertura, através da implantação de rede coletora e reservatórios subterrâneos.
  • Reaproveitamento das águas sujas, com a implantação de estação de tratamento de esgotos.
  • Implantação de sistema de drenagem superficial com: biovaletas e bacias de detenção, aliadas a sistemas de infiltração no solo. Esse sistema visa a filtragem inicial de resíduos sólidos, contribuindo com a redução da poluição das águas que recomporão o lençol freático.
  • Implantação de reservatório de detenção (piscininhas) como elemento paisagístico no parque. Esse sistema será alimentado através de tubulação, pelo excesso de águas oriundos das valetas e bacias, que não consigam ser infiltrados devido a saturação do solo.

Ver a galeria completa

Sobre este escritório
Spadoni AA
Escritório
Cita: Romullo Baratto. "Menção Honrosa no concurso Operação Urbana Consorciada Água Branca / Spadoni AA" 30 Jun 2015. ArchDaily Brasil. Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/769344/mencao-honrosa-no-concurso-operacao-urbana-consorciada-agua-branca-spadoni-aa> ISSN 0719-8906

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.