O site de arquitetura mais visitado do mundo
i

Inscreva-se agora e organize a sua biblioteca de projetos e artigos de arquitetura do seu jeito!

Inscreva-se agora para salvar e organizar seus projetos de arquitetura

i

Encontre os melhores produtos para o seu projeto em nosso Catálogo de Produtos

Encontre os produtos mais inspiradores do nosso Catálogo de Produtos

i

Instale o ArchDaily Chrome Extension e inspire-se a cada nova aba que abrir no seu navegador. Instale aqui »

i

En todo el mundo, arquitectos están encontrando maneras geniales para reutilizar edificios antiguos. Haz clic aquí para ver las mejores remodelaciones.

Quer ver os melhores projetos de remodelação? Clique aqui.

i

Mergulhe em edifícios inspiradores com nossa seleção de 360 ​​vídeos. Clique aqui.

Veja nossos vídeos imersivos e inspiradores de 360. Clique aqui.

Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
Navegue entre os artigos utilizando o teclado
  1. ArchDaily
  2. Projetos
  3. 5° Lugar no concurso para Moradia Estudantil da Unifesp Osasco / Bacco Arquitetos Associados

5° Lugar no concurso para Moradia Estudantil da Unifesp Osasco / Bacco Arquitetos Associados

5° Lugar no concurso para Moradia Estudantil da Unifesp Osasco / Bacco Arquitetos Associados
5° Lugar no concurso para Moradia Estudantil da Unifesp Osasco / Bacco Arquitetos Associados, Cortesia de Bacco Arquitetos Associados
Cortesia de Bacco Arquitetos Associados
  • Arquitetos

  • Localização

    Osasco - SP, Brasil
  • Autor

    Marcelo Consiglio Barbosa.
  • Coautores

    André Ko, Edson Maruyama, Gustavo Fontes e Laís Labate
  • Colaboradores

    Larissa Urbano, Yuri Kokubun, Diego Gonçalves, Cristina Gialain, Bruno Manzatto, João Paulo Procópio e Vivian Santinon
  • Consultores

    Renato Pompéia Gioielli
  • Equipe

    Jupira Corbucci, Camila Sousa, Débora Ribeiro, Emely Flores, Heralcir Césari, Jacqueline Dias Bueno, Jonas Henriqson, Laura Poggio, Ludmila Cavalli, Pablo Morales, Paula Miranda, Pedro Martins e Vinícius Barreto
  • Ano do projeto

    2015

Apresentamos a seguir o projeto selecionado como 5° Pré-Classificado no Concurso Nacional para a Moradia Estudantil da Unifesp em Osasco, desenvolvido pelo escritório paulistano Bacco Arquitetos Associados. Veja na sequência algumas imagens e a descrição pelos autores da proposta.

Cortesia de Bacco Arquitetos Associados Cortesia de Bacco Arquitetos Associados Cortesia de Bacco Arquitetos Associados Cortesia de Bacco Arquitetos Associados + 16

Dos arquitetos: Durante o processo de desenvolvimento da Unidade de Habitação Estudantil de Osasco para a UNIFESP, a questão acerca das relações da cidade com o objeto foi constantemente levantada e por fim, acabou se tornando o ponto central que definiu as diretrizes do projeto.

Ao compreendermos que as grandes metrópoles contemporâneas são idealizadas para serem centros de produção e consumo, além da publicidade e imagens, temos como consequência o excesso de informações, ruídos e construções que tornam o ambiente urbano massacrante. Desta forma, na implantação da habitação, buscamos a horizontalidade intercalando cheios e vazios onde evidencia-se “a busca pelo que é pequeno dentro da hegemonia do grande”. (WENDERS, 1994).

Cortesia de Bacco Arquitetos Associados
Cortesia de Bacco Arquitetos Associados

Em relação ao programa, dissonante do convencional, onde através da verticalização busca-se um ponto focal, o projeto utiliza o vazio como marco territorial, um vazio que constrói um ‘lugar’, ao invés de somente uma localização, a qual passa a ter um novo significado como espaço de acontecimentos e atração.

Assim, acabamos por conectar a multiplicidade de atividades através de uma rede interna de ruas, praças e salas sociais, em busca de desenvolver um ambiente mais voltado à interação humana nas diferentes escalas de projeto, atuando como uma extensão da cidade dentro do campus.

APROVEITAMENTO DO TERRENO

Implantação. Image Cortesia de Bacco Arquitetos Associados
Implantação. Image Cortesia de Bacco Arquitetos Associados

O terreno e sua grande inclinação natural foi um dos elementos que mais influenciariam na tipologia escolhida para o projeto.

Através da organização das suas curvas de nível, foi-se proposto o redesenho da topografia em platôs separados por taludes, deixando a utilização de contenções apenas em áreas que realmente precisam de tais intervenções. As habitações são então dispersas pelos planos e conectadas entre si através de rampas e escadarias que vencem as diferenças de níveis e que entram em harmonia com a morfologia dos taludes que foram gerados.

O PROJETO

O projeto se estrutura primeiramente com a observação e zoneamento das distintas áreas especificadas no programa de necessidades. Assumem-se então dois acessos principais para o complexo de moradias: um na cota mais alta do terreno que se conecta diretamente com a malha viária da cidade de Osasco, atuando como uma via especializada para a carga/descarga e atividades técnicas do campus, e uma segunda mais baixa, de fácil acesso aos estudantes através da Alameda Parque pré-existente.

Cortesia de Bacco Arquitetos Associados
Cortesia de Bacco Arquitetos Associados

A partir disso, as habitações são delimitadas no centro do lote sendo circundadas pelos demais blocos de equipamentos, desenvolvendo-se diferentes níveis de coletividade de programas do público ao mais privado.

A transição de tais esferas se inicia através do acesso mais baixo, por uma praça seca de livre acesso para qualquer transeunte, seja usuário do campus ou simplesmente alguém da cidade. Em seguida, passamos ao bloco de equipamentos, que cria um espaço de transição entre o público e privado, pois através desse objeto temos o controle de acesso para as moradias estudantis.

O próximo nível é contemplado pelo uso das áreas de estar e estudo que se encontram entre as habitações dispostas pelo terreno, onde as interações dos estudantes são mais fortalecidas pela possibilidade de reunião. Dessa forma esses ambientes atuam também como uma espécie de subtração física entre os módulos habitacionais, sendo um local, que através da transparência visual de seu uso, consegue criar uma relação de compreensão com o desenho do terreno e ao mesmo tempo um ponto de dinâmica social entre os estudantes, um nível mais íntimo de usos e relações.

Áreas de estar e estudo. Image Cortesia de Bacco Arquitetos Associados
Áreas de estar e estudo. Image Cortesia de Bacco Arquitetos Associados

Por fim, a habitação que age como célula elementar repetida, que dita o desenho do complexo e a disposição dos demais níveis de interação social e de programas, ao mesmo tempo que desenvolve uma identidade de vizinhança entre cada módulo devido ao seu desenho e implantação, sendo o último patamar para a privacidade.

Desse modo, a organização entre as tipologias solicitadas pelo programa: 148 unidades “individuais”, 74 unidades “duplos” e 24 unidades “família”, apresentam-se distribuídas nos três pavimentos dos blocos justapostos e rebatidos nos platôs, conectados por passarelas que vencem o espaço do recuo. A insolação e ventilação preservados nesta implantação, que faz da proximidade a condição da boa vida das relações de vizinhança, foi dimensionada seguindo os conceitos de porosidade urbana, onde os vazios das circulações comuns horizontais e verticais, permitem a entrada de luz e ventilação para as unidades.

Tipologias habitacionais. Image Cortesia de Bacco Arquitetos Associados
Tipologias habitacionais. Image Cortesia de Bacco Arquitetos Associados

MORADIA E LAYOUT

As moradias se desenvolvem através de blocos de grande densidade, abrigando 16 moradores. O propósito de adensar a unidade residencial era promover ainda mais a ligação entre os alunos. Para isso, todas as áreas de serviço foram potencializadas nas suas dimensões, gerando grandes espaços de convivência entre os alunos que habitam a unidade. Os banheiros são previstos junto aos quartos - posicionados nos pavimentos superiores para melhor insolação e maior conforto dos habitantes, os mesmos foram subdivididos em espaços individuais de bacia, chuveiro e pia, possibilitando a otimização de seu uso por vários usuários simultaneamente.

O pátio interno com um talude para acomodação do terreno é uma área de respiro para todo o módulo, criando um fosso que possibilita a ventilação cruzada dos cômodos e uma maior iluminação dos mesmos. A ligação entre os dois elementos habitacionais é feita por passarelas. Na cobertura, um teto verde se estende ao longo da repetição dos módulos, criando mais uma área de estar e convivência entre os alunos.

Cortesia de Bacco Arquitetos Associados
Cortesia de Bacco Arquitetos Associados

As unidades familiares mantêm a horizontalidade do projeto, tendo quatro pavimentos. Em cada um, acomoda-se uma família. Por seu caráter distinto, essas unidades se localizam mais afastadas do centro do projeto, para uma maior privacidade e conforto.

MATERIALIDADE E ESTRUTURA

Buscando a racionalização do sistema construtivo, o projeto é totalmente composto por uma malha de 7,5m por 7,5m; e subdivididos em módulos de 1,25m. Dessa forma, propomos que todo o sistema construtivo seja industrializado.

Pensamos num sistema estrutural utilizando perfis metálicos usinados e lajes steel deck com fechamentos em painéis pré-moldados, visando um adequado desempenho ambiental e flexibilidade para se adequar a diversos sítios.

Sistema estrutural. Image Cortesia de Bacco Arquitetos Associados
Sistema estrutural. Image Cortesia de Bacco Arquitetos Associados

O esqueleto metálico pode conter diversas organizações tipológicas, em lotes diferentes articulando os módulos “dormitório” com as salas de estudo, possibilitando replicar e customizar os blocos, conforme a situação local, proporcionando situações de cheios e vazios, varandas, tetos-jardim e vedos que alternam componentes de caixilhos, painéis cegos e portas, formando um mosaico na paisagem.

Buscamos neste sistema estrutural, organizador dos blocos de habitações, um objeto simples, que ressalta a noção do conjunto, da vila, do singelo gesto de conviver.

De montagem simples e seca, os blocos não geram sobras: os componentes são racionalmente montados, começando pela estrutura metálica com lajes em steel deck, fechamentos em painéis em concreto, paredes em gesso acartonado, placas cimentícias, caixilhos em ferro ou alumínio e acabamentos internos.

Calculamos as fundações em estacas Straus, sendo esta uma das poucas construções não racionalizadas da obra. Os pilares e vigas são constituídos por perfis “I” com ligações soldadas e tirantes rígidos nas faces dos vedos cegos para estabilizar a estrutura.

SUSTENTABILIDADE

Esquema de sustentabilidade. Image Cortesia de Bacco Arquitetos Associados
Esquema de sustentabilidade. Image Cortesia de Bacco Arquitetos Associados

VENTILAÇÃO

Requisito importante quanto à sua localização na cidade de Osasco (Zona Bioclimática 3), a ventilação cruzada é uma importante diretriz durante a maior parte do ano a qual possui climas com características mais quentes. Diante disso, a torre de circulação possui venezianas em toda sua extensão as quais proporcionam a passagem de ar por grande parte da habitação, escoando pelo fosso existente entre os módulos. Além disso, nas habitações duplas, o cruzamento é sempre existente por duplicidade de fachada.

INSOLAÇÃO

As edificações são distribuídas no terreno na orientação nordeste/sudeste. Preserva-se as aberturas para a fachada nordeste , e a insolação é garantida com os espaçamentos efetuados entre os módulos. Além disso, a torre de circulação atua de maneira importante no controle de iluminação difusa dentro das habitações.

CAPTAÇÃO E REUSO DE ÁGUA

Aproveitando a topografia existente do terreno, além da captação de água existente nas coberturas dos módulos habitacionais, foram introduzidos reservatórios enterrados sob as ruas, afim de também recolher grande parte da água das chuvas, através de calhas existentes em pontos estratégicos no terreno. Sendo assim, esse volume é armazenado num reservatório específico e usufruída em vasos sanitários e torneiras de jardim.

AQUECIMENTO SOLAR DA ÁGUA

Painéis de aquecimento solar d´água instalados na cobertura do equipamento superior (áreas técnicas), são responsáveis pelo aquecimento da água e enviam para os Boilers também situados na torre de caixa dágua. A partir daí, são distribuídas para reservatórios existentes em cada tipologia habitacional, e por fim utilizadas.

ENERGIA SOLAR

Por se tratar de uma Universidade, pesquisas sempre são muito presentes. Dessa forma, sugere-se a utilização de placas fotovoltaicas na cobertura dos módulos de cota mais alta, afim de suprir ou abater consideravelmente o custo com a energias no complexo de moradias.

Ver a galeria completa

Sobre este escritório
Bacco Arquitetos Associados
Escritório
Cita: Romullo Baratto. "5° Lugar no concurso para Moradia Estudantil da Unifesp Osasco / Bacco Arquitetos Associados" 02 Jun 2015. ArchDaily Brasil. Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/767877/5-degrees-lugar-no-concurso-para-moradia-estudantil-da-unifesp-osasco-bacco-arquitetos-associados> ISSN 0719-8906
Ler comentários
Ler comentários

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.