O site de arquitetura mais visitado do mundo
i

Inscreva-se agora e organize a sua biblioteca de projetos e artigos de arquitetura do seu jeito!

Inscreva-se agora para salvar e organizar seus projetos de arquitetura

i

Encontre os melhores produtos para o seu projeto em nosso Catálogo de Produtos

Encontre os produtos mais inspiradores do nosso Catálogo de Produtos

i

Instale o ArchDaily Chrome Extension e inspire-se a cada nova aba que abrir no seu navegador. Instale aqui »

i

En todo el mundo, arquitectos están encontrando maneras geniales para reutilizar edificios antiguos. Haz clic aquí para ver las mejores remodelaciones.

Quer ver os melhores projetos de remodelação? Clique aqui.

i

Mergulhe em edifícios inspiradores com nossa seleção de 360 ​​vídeos. Clique aqui.

Veja nossos vídeos imersivos e inspiradores de 360. Clique aqui.

Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
Navegue entre os artigos utilizando o teclado
  1. ArchDaily
  2. Projetos
  3. Restaurantes & Bares
  4. Canadá
  5. Jean de Lessard
  6. 2014
  7. Restaurante Kinoya / Jean de Lessard

Restaurante Kinoya / Jean de Lessard

  • 13:00 - 6 Novembro, 2014
  • Traduzido por Camilla Sbeghen
Restaurante Kinoya / Jean de Lessard
 Restaurante Kinoya  / Jean de Lessard, © Adrien Williams
© Adrien Williams

© Adrien Williams © Adrien Williams © Adrien Williams © Adrien Williams + 13

© Adrien Williams
© Adrien Williams

Descrição enviada pela equipe de projeto. Para o mais recente Kinoya, o designer de interiores Jean de Lessard aproveitou suas pesquisas para emular no seu projeto o espírito primário: a função e estética do izakaya [2], um lugar originalmente informal onde as pessoas bebiam cerveja e saquê. A transformação é particularmente incomum, explorada através de um desenho intimista, baseado nas relações entre as pessoas, o que faz do Kinoya uma verdadeira representação da abordagem particular que o designer costuma criar ao desenvolver diferentes maneiras de ocupar um espaço.

Planta Baixa
Planta Baixa

A noção de confinamento é encenado com simplicidade utilizando a geometria fractal e a linha quebrada: uma caixa a qual sua forma lembra uma cobra em movimento, agora preenche o interior da caixa preta do Kinoya anterior, onde só sobraram os padrões florais. A caixa cria uma ruptura entre o conhecido/previsível (o mundo exterior, a abertura) e desconhecido/imprevisível (interior caótico fechado, cheio de cantos e recantos). "Um espaço que se torna evento ou emoção, deve gerar a sua própria energia.

© Adrien Williams
© Adrien Williams

Eu projetei um espaço fechado que está totalmente focado na indústria de festas. Os elementos de design são deliberadamente opressivos ou agressivos, de modo que tornam-se anárquicos, ásperos",  explica Jean de Lessard. A queda vertical de 4 a 5 metros entre as partes dianteira e posterior da cobertura contribui para o efeito casulo.

© Adrien Williams
© Adrien Williams

O lugar é sempre cheio desde sua abertura. E apesar de estar, muitas vezes superlotado, a iluminação suave e a atmosfera acolhedora criam um ambiente amigável, onde o cheiro de madeira se mistura agradavelmente com os aromas dos pratos de dar água na boca.

© Adrien Williams
© Adrien Williams

Impacto social

O espaço interno, por exemplo, pode ser imaginado como um origami, composto por triângulos de vários tamanhos colocados de forma aleatória." Jean me disse o que ele queria sentir neste lugar. É uma caverna de fantasia onde as pessoas estão em constante modo de exploração visual", diz o artista Dominic Samson, que construiu a estrutura, trabalho o que o deixou orgulhoso.

© Adrien Williams
© Adrien Williams

Como material durável, a madeira tem uma capacidade excepcional de ressonância e absorção. A irregularidade e angularidade das superfícies desviam mais ondas sonoras, ajudando a abafar o ruído ambiente. A madeira reutilizada de celeiros é local e cobre uma área que representa 4.500 metros quadrados. Bordas feitas com madeira de pinheiro e de abeto de diferentes espessuras foram instaladas em todas as direções. Se por um lado, isso reforça a ideia de caos, por outro, a técnica da madeira laminada colada oferece um acabamento perfeito.

© Adrien Williams
© Adrien Williams

A decoração estilo taberna deixa sua expressão mais simples: o mobiliário e iluminação foram resgatados do Kinoya anterior, enquanto que os desenhos e graffitis confirmam o caráter urbano do estabelecimento. Posters de kakemono são utilizados ​​para esconder a rua e também perpetuar a tradição japonesa.

© Adrien Williams
© Adrien Williams

No Japão, o izakaya é um lugar de socialização e de relaxamento. Aqui no Kinoya, as formas estreitas aumentam as possibilidades de se relacionar com o outro. O projeto apresenta as crenças do Ocidente e do Extremo Oriente (Ásia Oriental) sobre o espírito de comunidade, proximidade e fraternidade, de uma maneira divertida e alegre.

Fachada
Fachada

Ver a galeria completa

Localização aproximada, pode indicar cidade/país e não necessariamente o endereço exato.
Sobre este escritório
Jean de Lessard
Escritório
Cita: " Restaurante Kinoya / Jean de Lessard" [Kinoya Restaurant / Jean de Lessard] 06 Nov 2014. ArchDaily Brasil. (Trad. Sbeghen Ghisleni, Camila) Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/757100/restaurante-kinoya-jean-de-lessard> ISSN 0719-8906

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.