O site de arquitetura mais visitado do mundo
i

Inscreva-se agora e organize a sua biblioteca de projetos e artigos de arquitetura do seu jeito!

Inscreva-se agora para salvar e organizar seus projetos de arquitetura

i

Encontre os melhores produtos para o seu projeto em nosso Catálogo de Produtos

Encontre os produtos mais inspiradores do nosso Catálogo de Produtos

i

Instale o ArchDaily Chrome Extension e inspire-se a cada nova aba que abrir no seu navegador. Instale aqui »

i

En todo el mundo, arquitectos están encontrando maneras geniales para reutilizar edificios antiguos. Haz clic aquí para ver las mejores remodelaciones.

Quer ver os melhores projetos de remodelação? Clique aqui.

i

Mergulhe em edifícios inspiradores com nossa seleção de 360 ​​vídeos. Clique aqui.

Veja nossos vídeos imersivos e inspiradores de 360. Clique aqui.

Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
Navegue entre os artigos utilizando o teclado
  1. ArchDaily
  2. Projetos
  3. Arquitetura Cultural
  4. Chile
  5. Gonzalo Mardones V Arquitectos
  6. 2014
  7. Centro de Tradições Lo Barnechea / Gonzalo Mardones Viviani

Centro de Tradições Lo Barnechea / Gonzalo Mardones Viviani

  • 20:00 - 8 Outubro, 2014
  • Traduzido por Camilla Sbeghen
Centro de Tradições Lo Barnechea / Gonzalo Mardones Viviani
Centro de Tradições Lo Barnechea  / Gonzalo Mardones Viviani, © Nico Saieh
© Nico Saieh

© Nico Saieh © Nico Saieh © Nico Saieh © Nico Saieh + 42

© Nico Saieh
© Nico Saieh

Descrição enviada pela equipe de projeto. O Centro de Tradições é uma operação cultural e social, localizado na Avenida Lo Barnechea, principal via do povoado de mesmo nome, no setor leste da cidade de Santigo de Chile, onde convivem famílias de grande contraste econômico.

© Nico Saieh
© Nico Saieh

O edifício conta com espaço e infraestrutura para fomentar o encontro comunitário e o acervo cultural. O projeto cultural procura beneficiar mais de 6 mil alunos dos colégios municipais e subsidiados do povoado, além dos 13 agrupamentos folclóricos, a fim de resgatar as raízes de Lo Barnechea. Para isso, o edifício possui espaços destinados a oficinas de teatro, artes visuais, artesanato, trabalhos manuais em geral, música, cinema, literatura, jogos de mesa, ecologia e meio ambiente, dança, artes, cozinha tradicional, entre outros.

Planta baixa - primeiro pavimento
Planta baixa - primeiro pavimento

Situado em um terreno de esquina, o centro cultural foi projetado aberto a via pública, criando um anfiteatro exterior que é a extensão do espaço público, onde os atos e manifestações culturais ficam expostos ao pedestre; e um grande hall que percorre todo o edifício, conectando todos níveis e potencializando o encontro no interior do mesmo.

© Nico Saieh
© Nico Saieh

O edifício foi feito em concreto armado, possibilitando a criação de grandes espaços abertos, de modo a abrigar e integrar o espaço público; com fachadas envidraçadas abertas em direção a rua, criando uma espécie de vitrine da vida que se desenrola no interior do centro cultural; e com fachadas herméticas respeitando a privacidade das casas adjacentes.

© Nico Saieh
© Nico Saieh

A estrutura foi reforçada com pilares tubulares de aço, que dispostos sem ordem aparente, atravessam toda a altura do edifício por dentro e conferindo à ele um caráter lúdico.

© Nico Saieh
© Nico Saieh

Com uma área total de 1425 m, o centro cultural conta com dois pavimentos sobre o nível natural do terreno e dois pavimentos subterrâneos. O uso do subsolo (a "sexta fachada") permite ampliar a superfície disponível (sendo o solo um bem cada dia mais escasso), criando salas iluminadas e ventiladas através de pátios de luz e do hall principal. Dentro dos recintos soterrados, está a sala principal, que está abaixo do anfiteatro, permitindo um grande pé-direito e uma acústica adequada para realizar atividades musicais, dança, etc.

© Nico Saieh
© Nico Saieh

Todo o edifício foi pintado de branco, com a intenção de potencializar a luminosidade natural no interior, e se tornar um marco e um suporte para cidade (como uma folha em branco) onde seja possível desenvolver as habilidades artísticas e culturais dos vizinhos de Lo Barnechea.

© Nico Saieh
© Nico Saieh

"Esse centro é muito simbólico, porque nossos vizinhos sempre demostraram um interesse muito grande por temas relacionados a identidade, tradição e patrimônio cultural imaterial. Por isso, esse edifício representa o valor e a relevância que queremos dar a cultura tradicional". Felipe Guevara, Prefeito de Lo Barnechea.

© Nico Saieh
© Nico Saieh

"Foi um trabalho transcendental realizado entre as autoridades sociais, comunitárias e privadas que atenderam as nossas necessidades e hoje o sonho da edificação onde se desenvolverá o Centro Cultural de Tradições do nosso querido Lo Barnechea, torna-se realidade." María Eugenia Cifuentes, Presidenta do grupo "Tradições Culturais".

Corte 03
Corte 03

Ver a galeria completa

Localização aproximada, pode indicar cidade/país e não necessariamente o endereço exato.
Sobre este escritório
Gonzalo Mardones V Arquitectos
Escritório
Cita: "Centro de Tradições Lo Barnechea / Gonzalo Mardones Viviani" [Center of Traditions Lo Barnechea / Gonzalo Mardones V Arquitectos] 08 Out 2014. ArchDaily Brasil. (Trad. Sbeghen Ghisleni, Camila) Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/734090/centro-de-tradicoes-lo-barnechea-slash-gonzalo-mardones-viviani> ISSN 0719-8906