O site de arquitetura mais visitado do mundo
i

Inscreva-se agora e organize a sua biblioteca de projetos e artigos de arquitetura do seu jeito!

Inscreva-se agora para salvar e organizar seus projetos de arquitetura

i

Encontre os melhores produtos para o seu projeto em nosso Catálogo de Produtos

Encontre os produtos mais inspiradores do nosso Catálogo de Produtos

i

Instale o ArchDaily Chrome Extension e inspire-se a cada nova aba que abrir no seu navegador. Instale aqui »

i

En todo el mundo, arquitectos están encontrando maneras geniales para reutilizar edificios antiguos. Haz clic aquí para ver las mejores remodelaciones.

Quer ver os melhores projetos de remodelação? Clique aqui.

i

Mergulhe em edifícios inspiradores com nossa seleção de 360 ​​vídeos. Clique aqui.

Veja nossos vídeos imersivos e inspiradores de 360. Clique aqui.

Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
Navegue entre os artigos utilizando o teclado
  1. ArchDaily
  2. Projetos
  3. Pontes
  4. Israel
  5. Yoav Messer Architects
  6. Ponte Econtainer / Yoav Messer Architects

Ponte Econtainer / Yoav Messer Architects

Ponte Econtainer / Yoav Messer Architects
Ponte Econtainer  / Yoav Messer Architects, Cortesía de Yoav Messer Architects
Cortesía de Yoav Messer Architects
  • Engenharia Estrutural

    Dani Vainer/ Jacob & Yuval Achbert
  • Design Gráfico

    Bluhm & Tal
  • Cliente

    Parque Ariel Sharon
  • Comprimento

    160 metros

A ponte de 160 metros de comprimento será a porta de entrada para o Parque Ariel Sharon e conectará a rodovia Lod (Rota 461 que vai desdo leste de Tel Aviv à cidade de Bnei Atarot) diretamente à montanha Hiriya ao centro do parque. A ponta será utilizada por pedestres, ciclistas e veículos especiais que funcionam como serviço de transporte para o público visitante a partir de zonas de estacionamento do próprio parque. 

O Parque Ariel Sharon desde o princípio  surgiu como um centro urbano com ênfase na ecologia, motivo pelo qual foi baseada a proposta na ideia da reutilização. A proposta era reciclar containers de transporte (há mais de 800.000 containers percorrendo o mundo a cada ano), que poderiam ser transformados para conformar a ponte que proporcionará uma base para o movimento e a observação: de uma pilha de resíduos à uma linha de vida.

Cortesía de Yoav Messer Architects
Cortesía de Yoav Messer Architects

Sustentabilidade

Esqueleto: a ponte se baseia inteiramente no princípio da reutilização de containers antigos. Estes são a infraestrutura para a construção. O planejamento será coordenado com um consultor estrutural.

Materiais de acabamento: as paredes da ponte (paredes diafragma) a maior parte do teto (para sombra) e um caminho de substrato de madeira se baseiam também no princípio princípio de reutilização.

Sombra: as coberturas são os tetos originais dos containers. Além disto, haverão grades de ventilação nos ângulos adequados para o sombreado ideal. Nestas aberturas se instalarão os painéis solares fotovoltaicos que proverão energia "limpa" para iluminar a ponte e seu entorno. 

Método de construção: além disto, de acordo com os requisitos "verdes", a maior parte dos processos se realizarão na fábrica (fora do local de implantação) para minimizar o dano ao terreno natural.

Cortesía de Yoav Messer Architects
Cortesía de Yoav Messer Architects

Funcionalidade

Movimento: a ponte foi planejada em conjunto com consultores estruturais e de trânsito, permitindo o movimento de veículos rápidos, bicicletas e pedestres. Permite ainda uma livre circulação do trânsito em todas as áreas e pistas da ponte.

Vistas: ao longo do lado oeste, existem vários mirantes em todas as direções, incluindo o céu (através das grades) e o chão (através da malha ciclável). Há também duas varandas e zonas de estar para os transeuntes ou grupos sobre o nível da ponte, e um passeio de visualização adicional em cada trecho. À oeste não está apenas um lugar de passagem, mas também um destino em si mesmo.

Observação: a ponte é visível de vários lugares, tais como a rodovia 4 e uma vista aérea (rota principal que leva ao aeroporto). O desenho gráfico de todas as fachadas mostra uma mensagem ecológica ao público vizinho e distante.

Visualização: Ao longo do lado Oeste, vários painéis de visualização foram incorporados, para abrigar exposições sobre temas ambientais.

Cultura e educação: "A arquitetura é uma ferramenta educativa" (Jean-Jacques Rousseau). Os materiais são parte da educação sobre a reciclagem, o consumo e a reutilização através da criação de espaços para reuniões e eventos. A ponte se constitui como um bem cultural e uma plataforma educativa.

Diagrama
Diagrama

Flexibilidade para mudança

Unidades modulares: o uso repetitivo do container como uma unidade construtiva e funcional permite uma flexibilidade total. Os containers têm uma variedade de dimensões e larguras e longitudes. Se desenvolvem uma grande quantidade de conexões e detalhes de reforço, portanto é possível proporcionar uma grande quantidade de soluções técnicas de acordo com as necessidades.

Planta + Fachada
Planta + Fachada

Relação com o entorno 

Emoldurar a paisagem: A ponte permite vistas emoluradas e a ênfase nos 'pontos de vista'.

Abertura: A ponte permite vistas apuradas, tanto desde o eixo da ponte principal e as varandas que colocam o homem como parte da imagem e como parte do passeio sob a cobertura.

Quase sem tocar o solo: Aproveitando a construção com os containers, foram utilizados apenas quatro colunas para a extensão de 160 metros.

Diagrama
Diagrama

Seja para a educação, a economia e projeto, o uso de containers está cobrando um forte impulso em todo o mundo, portanto, a construção de uma ponte de containers talvez seja um precedente. A ponte ilustra uma conexão pouco comum entre a eficiência da construção, a economia e a sustentabilidade, que anda lado a lado com um linguagem moderno e um desenho elegante. A ponte coloca o homem e sua relação com o meio ambiente no centro, o que é a essência da arquitetura.

A proposta foi ganhadora de concurso, competindo com grandes escritórios de arquitetura. Atualmente o projeto está na etapa de detalhamento para começar sua construção.

Localização aproximada, pode indicar cidade/país e não necessariamente o endereço exato. Cita: Franco, José Tomás. "Ponte Econtainer / Yoav Messer Architects" [Puente Econtainer / Yoav Messer Architects] 24 Fev 2013. ArchDaily Brasil. (Trad. Alves, Jorge) Acessado . <https://www.archdaily.com.br/99223/ponte-econtainer-slash-yoav-messer-architects> ISSN 0719-8906