O site de arquitetura mais visitado do mundo
i

Inscreva-se agora e organize a sua biblioteca de projetos e artigos de arquitetura do seu jeito!

Inscreva-se agora para salvar e organizar seus projetos de arquitetura

i

Encontre os melhores produtos para o seu projeto em nosso Catálogo de Produtos

Encontre os produtos mais inspiradores do nosso Catálogo de Produtos

i

Instale o ArchDaily Chrome Extension e inspire-se a cada nova aba que abrir no seu navegador. Instale aqui »

i

En todo el mundo, arquitectos están encontrando maneras geniales para reutilizar edificios antiguos. Haz clic aquí para ver las mejores remodelaciones.

Quer ver os melhores projetos de remodelação? Clique aqui.

i

Mergulhe em edifícios inspiradores com nossa seleção de 360 ​​vídeos. Clique aqui.

Veja nossos vídeos imersivos e inspiradores de 360. Clique aqui.

Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
Navegue entre os artigos utilizando o teclado
  1. ArchDaily
  2. Projetos
  3. Igreja
  4. China
  5. Tsushima Design Studio
  6. 2010
  7. Igreja Mei Li Zhou / Tsushima Design Studio

Igreja Mei Li Zhou / Tsushima Design Studio

Igreja Mei Li Zhou / Tsushima Design Studio
Igreja Mei Li Zhou / Tsushima Design Studio, © Masao Nishikawa
© Masao Nishikawa

© Masao Nishikawa © Masao Nishikawa © Masao Nishikawa © Masao Nishikawa + 17

  • Arquitetos

  • Localização

    Hangzhoug, China
  • Principal

    Toshio Tsushima
  • Projeto arquitetônico

    Takeaki Nakamoto
  • Designers

    Shangjie Jin, Noriko Ohata
  • Arquiteto local

    ACO
  • Engenheiro estrutural

    Misawa International
  • Paisagismo

    Plat Design
  • Cliente

    Zhejiang Vanke
  • Área

    1025.0 m2
  • Ano

    2010
  • Fotografias

© Masao Nishikawa
© Masao Nishikawa

Descrição enviada pela equipe de projeto. Situado dentro de um desenvolvimento florestal em Hangzhoug, China, a Igreja Mei Li Zhou foi uma tentativa de fundir-se perfeitamente, não no ambiente natural existente, mas também na vida de quem vive no seu entorno. Cuidadosamente desenvolvida em colboração com TDS (Tsushima Design Studio) e o nosso cliente Zhejiang Vanke, a Igreja Mei Li Zhou não foi criada apenas para serviços religiosos, mas para servir como um retiro espiritual e comunitário para toda a comunidade do entorno, independentemente de crenças religiosas. Cercada pela natureza, a Igreja aparece, não como um objeto a ser visto de longe, mas tenta se misturar naturalmente no ambiente circundante. Durante o processo de projeto não se levou em contar apenas experiência do usuário e funcionalidade, mas também o desejo de trabalhar com materiais de impacto ambiental baixo e, assim, minimizar os danos ambientais foi muito importante para o sucesso dos projetos. Como resultado de nossos extensivos estudos em arquitetura e na paisagem, os limites da igreja fundem-se com a paisagem, permitindo um fluxo contínuo entre a construção e a natureza.

© Masao Nishikawa
© Masao Nishikawa

A Igreja Mei Li Zhou foi projetada com dois temas poderosos. Primeiro, a criação de um fluxo contínuo de espaço entre os espaços interiores e os da natureza, enquanto o segundo analisa a idéia de eternidade e pureza.

© Masao Nishikawa
© Masao Nishikawa

O complexo da igreja é composto por três edifícios separados, ainda conectados (a capela Mei Li Zhou , a capela Jardim, bem como os escritórios pátio) e uma única torre que recebe o sino . Os dois edifícios menores são considerados galerias públicas. Apesar de cada edifício utilizar diferentes materiais e recursos de projeto, o conceito de espaços fluídos, conecta-os. A capela Mei Li Zhou serve como porta de entrada para o projeto, juntando arquitetura e natureza. Sua simples configuração, o vasto espaço interior e grandes fachadas abertas permitem um fluxo ininterrupto da natureza e da iluminação natural no edifício. Junto com as duas grandes aberturas na parte da frente e de trás da capela, uma série de grandes claraboias verticais são colocadas no púlpito, criando um sentimento muito efêmero dentro da igreja.

© Masao Nishikawa
© Masao Nishikawa

A capela Jardim e os escritórios também tentam trazer a natureza, mas a um nível muito mais sutil. Enquanto a Capela principal utiliza a sua altura e grandes vistas para trazer a natureza para dentro, os dois edifícios menores usam janelas cuidadosamente colocadas para permitir que os espaços fluam sem problemas. Embora tanto a capela principal quanto os edifícios menores tenham evoluído a partir do mesmo conceito, o desenho final e as vistas criadas são únicas. A integração do edifício com a paisagem permite a criação de um fluxo contínuo de espaço ao longo do projeto. Situada no centro de todos os três edifícios e habitações, a Torre do Sino é um grande espaço publico ao ar livre. O espaço atua como um dispositivo, que continua através de cada uma das três construções, ligando-as umas nas outras, bem como à natureza. Nos dois edifícios galeria, cada sala é cuidadosamente ligada a este pátio, criando uma série de espaços interligados. Cada espaço é único e oferece diferentes pontos de vista sobre a paisagem do entorno. Esta sequência de espaços guia os visitantes a um caminho, encorajando-os a explorar os edifícios e todas as experiências que ele tem para oferecer.

© Masao Nishikawa
© Masao Nishikawa

Por outro lado, examinamos os conceitos de intemporalidade/pureza, e o que isso significa para a arquitetura e seus habitantes. Como pode um objeto fixo, dentro de um ambiente em mudança constante, fundir-se com as diferentes cores das estações, até se misturar às diferentes fés e culturas das pessoas? Para nós, essa atemporalidade foi encontrada nos materiais e detalhes. Esta atemporalidade pode ser encontrada na capela principal, e na sua estrutura de madeira. Despojado de todos os elementos decorativos, este edifício ergue-se puro e digno. Em um momento em que as estruturas de concreto são norma na construção chinesa, nossa estrutura se parece a um sistema de madeira mais tradicional japonês. Projetado e construído no Japão, o telhado de madeira permite um belo e detalhado espaço de 11m x 35m. Além da estrutura de madeira, as paredes são revestidas também de madeira sem acabamento, em contraste com o revestimento de azulejos brancos. Atemporalidade é criada com as cores da madeira, com a luz, e a abertura dos espaços interiores, que mudam constantemente em conjunto com a mudança da natureza que rodeia o edifício. Enquanto a capela principal tenta se misturar mais com a floresta, os dois edifícios Galeria assumem uma materialidade mais monolítica, combinando-se com a paisagem circundante. Com uma abordagem mais minimalista a respeito do detalhamento, estes edifícios usam materiais como o concreto aparente no exterior, e um acabamento de madeira mais leve no interior, brincando com o contraste entre leve e pesado. A paisagem do entorno também utiliza pedras locais, tratadas da mesma forma permitindo a natureza de cada pedra seja elegantemente expressa.

Corte
Corte
Localização aproximada, pode indicar cidade/país e não necessariamente o endereço exato. Cita: "Igreja Mei Li Zhou / Tsushima Design Studio" [Mei Li Zhou Church / Tsushima Design Studio] 21 Dez 2012. ArchDaily Brasil. (Trad. Alves, Jorge) Acessado . <https://www.archdaily.com.br/88562/igreja-mei-li-zhou-slash-tsushima-design-studio> ISSN 0719-8906