O site de arquitetura mais visitado do mundo
i

Inscreva-se agora e organize a sua biblioteca de projetos e artigos de arquitetura do seu jeito!

Inscreva-se agora para salvar e organizar seus projetos de arquitetura

i

Encontre os melhores produtos para o seu projeto em nosso Catálogo de Produtos

Encontre os produtos mais inspiradores do nosso Catálogo de Produtos

i

Instale o ArchDaily Chrome Extension e inspire-se a cada nova aba que abrir no seu navegador. Instale aqui »

i

En todo el mundo, arquitectos están encontrando maneras geniales para reutilizar edificios antiguos. Haz clic aquí para ver las mejores remodelaciones.

Quer ver os melhores projetos de remodelação? Clique aqui.

i

Mergulhe em edifícios inspiradores com nossa seleção de 360 ​​vídeos. Clique aqui.

Veja nossos vídeos imersivos e inspiradores de 360. Clique aqui.

Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
Navegue entre os artigos utilizando o teclado
  1. ArchDaily
  2. Projetos
  3. “Learning Commons” da Biblioteca da Universidade de York / Levitt Goodman Architects

“Learning Commons” da Biblioteca da Universidade de York / Levitt Goodman Architects

“Learning Commons” da Biblioteca da Universidade de York / Levitt Goodman Architects
“Learning Commons” da Biblioteca da Universidade de York / Levitt Goodman Architects, © Bob Gundu
© Bob Gundu

A Biblioteca Scott na Universidade de York é um edifício monumental de concreto, construído nos anos 60 que, reflete o espírito social e político daquele período. Buscando aproximar este edifício às atuais necessidades da Universidade, foi pedido que o interior do mesmo se tornasse mais acolhedor – adequando-se à população heterogênea de estudantes que utiliza a biblioteca – e que envolvesse os usuários em uma metodologia de aprendizado mais relaxada, pró-ativa e colaborativa. Em resposta, estabelecemos um “Learning Commons” (centro de aprendizagem coletivo) no piso principal que conta com uma variedade de espaços de estudo e pesquisa.

© Bob Gundu

Tendo como foco modificar a atmosfera interna e não a estrutura arquitetônica, nosso conceito surgiu do design personalizado, elementos e mobiliários internos híbridos, que induzem diversas experiências de estudo informais e socializadas. Suas cores fortes e geometrias simples se difundem no ambiente imponente, criando uma escala inteiramente nova para a biblioteca, renovada, moderna e relaxada; como os próprios alunos. Isso garantiu que o projeto fosse mais eficiente e tivesse um custo-benefício mais atraente do que uma construção inteiramente nova, além de ser facilmente modificável, se adequando às necessidades presentes e futuras da universidade. Se os alunos preferem estudar sozinhos ou em grupos; em uma mesa, em uma poltrona, no chão; em um lugar aberto ou em um ambiente fechado; com luz do sol ou luz difusa; com barulho ou em silencio, o “Learning Commons” oferece uma variedade de locais confortáveis para encontros, acomodando a cultura em transformação do campus e um programa diversificado de serviços e eventos.

© Bob Gundu

Bem visível da circulação principal, os usuários da biblioteca são primeiramente saudados pelo “Quiosque de Informações” cercado de anúncios digitais que ficam passando. Neste ponto os estudantes podem pedir informações ou procurar livros com a ajuda de funcionários. O quiosque delimita “o Hub” uma área com vários “Learning Pods” (nichos de aprendizagem) – mobiliários muito funcionais e facilmente reconfiguráveis projetados para orientações e oficinas. Estes “pods” são nichos interessantes na paisagem da biblioteca: possuem assentos estofados, tomadas de energia elétrica, monitores e prateleiras. Os usuários podem adaptar os nichos conforme o desejado, modificando suas paredes de monitores para realizar apresentações e mesmo exibições de arte. A popularidade destes nichos está na mistura de qualidades extrovertidas e introvertidas. Por exemplo, eles oferecem, simultaneamente, semi-privacidade e visibilidade externa enquanto que o interior é acusticamente tratado, criando um espaço muito silencioso.

© Bob Gundu

No “Colaboratório” que se encontra ao lado, uma paisagem lúdica com platôs circulares vermelhos chamados “The Hill” (A Colina) convida os estudantes a se deitarem no chão, próximos a tomadas elétricas onde podem conectar seus laptops, celulares, etc. Estes níveis podem, inclusive, ser usados como anfiteatro para discursos e apresentações. O ambiente é também mobiliado com mesas móveis – leves o bastante para serem movidas à vontade, com cabines acopladas que contam com monitores para apresentações em grupo, navegação ou teleconferências. Do outro lado da divisória dos monitores, indivíduos podem se sentar em mesas mais isoladas que contam, também, monitores. No “Salão” os estudantes podem se aconchegar em grandes poltronas e estudar em um ambiente silencioso. Para aqueles que necessitam locais de encontro completamente isolados, há salas de estudo em grupo.

© Bob Gundu

O “Learning Commons” possui espaços dinâmicos, abertos e sociais ao mesmo tempo que conta com áreas de trabalho mais íntimas e privadas. Os estudantes se apropriam de seus locais favoritos de trabalho e desenvolvem um sentimento de propriedade em relação aos espaços que estimulam colaboração, interação e orgulho. Agora que os serviços são acessados a partir do “Hub”, os estudantes navegam mais facilmente pela biblioteca. Este investimento reinventa e revigora a biblioteca, incorpora a diversidade e a mudança pedagógica para a aprendizagem social da Universidade de York e transforma o “Learning Commons” no maior espaço público do campus.

Planta

Ficha técnica:

  • Arquitetos:Levitt Goodman Architects
  • Ano: 2010
  • Área construída: 1580 m²
  • Endereço: Biblioteca Scott, Universidade de York Toronto Canadá
  • Tipo de projeto: Educacional
  • Operação projetual:Reforma
  • Status:Construído
  • Materialidade: Madeira
  • Localização: Biblioteca Scott, Universidade de York, Toronto, Canadá

Equipe:

Arquitetos: Levitt Goodman Architects
Localização: Biblioteca Scott, Universidade de York, Toronto, Canadá
Arquiteto Encarregado: Brock James
Equipe de Projeto: Kris Payne, Amanda Reed

Fotografias: Bob Gundu, Ben Rahn © A-Frame Inc.
Ano Projeto: 
2010
Área Projeto: 
1.580m²
Cliente: 
Universidade de York
Orçamento:
 $1.9 Milhões

Cita: Romullo Baratto Fontenelle. "“Learning Commons” da Biblioteca da Universidade de York / Levitt Goodman Architects" 30 Out 2012. ArchDaily Brasil. Acessado . <https://www.archdaily.com.br/78211/learning-commons-da-biblioteca-da-universidade-de-york-levitt-goodman-architects> ISSN 0719-8906