O site de arquitetura mais visitado do mundo
Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
  1. ArchDaily
  2. Artigos
  3. Poesia e Arquitetura: Igual-Desigual / Carlos Drummond de Andrade

Poesia e Arquitetura: Igual-Desigual / Carlos Drummond de Andrade

Poesia e Arquitetura: Igual-Desigual / Carlos Drummond de Andrade
Poesia e Arquitetura: Igual-Desigual / Carlos Drummond de Andrade, © flickr Eliel Freitas Jr
© flickr Eliel Freitas Jr

Eu desconfiava:
todas as histórias em quadrinho são iguais.
Todos os filmes norte-americanos são iguais.
Todos os filmes de todos os países são iguais.
Todos os best-sellers são iguais.
Todos os campeonatos nacionais e internacionais de futebol são
iguais.
Todos os partidos políticos
são iguais.
Todas as mulheres que andam na moda
são iguais.
Todas as experiências de sexo
são iguais.
Todos os sonetos, gazéis, virelais, sextinas e rondós são iguais
e todos, todos
os poemas em verso livre são enfadonhamente iguais.

Todas as guerras do mundo são iguais.
Todas as fomes são iguais.
Todos os amores, iguais iguais iguais.
Iguais todos os rompimentos.
A morte é igualíssima.
Todas as criações da natureza são iguais.
Todas as ações, cruéis, piedosas ou indiferentes, são iguais.
Contudo, o homem não é igual a nenhum outro homem, bicho ou
coisa.
Não é igual a nada.
Todo ser humano é um estranho
ímpar.

 

Referência: DRUMMOND DE ANDRADE, Carlos. “Igual-Desigual”, em A Paixão Medida, 1980.

Sobre este autor
Cita: Igor Fracalossi. "Poesia e Arquitetura: Igual-Desigual / Carlos Drummond de Andrade" 31 Out 2012. ArchDaily Brasil. Acessado . <https://www.archdaily.com.br/77843/poesia-e-arquitetura-igual-desigual-carlos-drummond-de-andrade> ISSN 0719-8906

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.