O site de arquitetura mais visitado do mundo
i

Inscreva-se agora e organize a sua biblioteca de projetos e artigos de arquitetura do seu jeito!

Inscreva-se agora para salvar e organizar seus projetos de arquitetura

i

Encontre os melhores produtos para o seu projeto em nosso Catálogo de Produtos

Encontre os produtos mais inspiradores do nosso Catálogo de Produtos

i

Instale o ArchDaily Chrome Extension e inspire-se a cada nova aba que abrir no seu navegador. Instale aqui »

i

En todo el mundo, arquitectos están encontrando maneras geniales para reutilizar edificios antiguos. Haz clic aquí para ver las mejores remodelaciones.

Quer ver os melhores projetos de remodelação? Clique aqui.

i

Mergulhe em edifícios inspiradores com nossa seleção de 360 ​​vídeos. Clique aqui.

Veja nossos vídeos imersivos e inspiradores de 360. Clique aqui.

Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
Navegue entre os artigos utilizando o teclado
  1. ArchDaily
  2. Projetos
  3. Casa Formiga / Espegel – Fisac Arquitectos

Casa Formiga / Espegel – Fisac Arquitectos

Casa Formiga / Espegel – Fisac Arquitectos
Casa Formiga / Espegel – Fisac Arquitectos, © Joaquín Mosquera
© Joaquín Mosquera

A Casa Formiga é concebida formalmente com premissas meio-ambientais fruto de sua localização em um terreno de grande extensão dentro do Parque del Manzanares, na Serra de Madrid. A residência devia dominar a grandeza do mundo natural que ocultava por trás de sua entrada. O vazio modela seu volume que, como uma mão estendida, encontra lugar entre as amendoeiras que a circundam, surgindo por entre seus ramos em diferentes lugares, luzes e sóis.

© Joaquín Mosquera

A escolha do lugar combina duas condições básicas: a proximidade ao centro urbano e sua fácil acessibilidade, e o desfrute do monte com todo seu potencial natural. Dualidade que também contem a casa: o artificial versus o natural.

Corte

A casa tem dois andares unidos por uma escada central de concreto. O térreo, que se adapta ao terreno mediante uma ampla rampa, é um único grande espaço com diferentes usos, recanto de leitura, chaminé, zona de descanso, mirante ao pátio e uma área de serviço com cozinha, lavanderia, armazém e instalações.

Planta térreo

O espaço unitário dilata-se sobre o terraço sul, circunda a piscina e um grande beiral para terminar, sob o vão de laje de concreto, em uma sala de jantar exterior coberta.

Finalmente, a estrutura de grandes vãos, resolvida com lajes e paredes de concreto, é envolvida com uma pele de vidro translucido e se protege com lâminas de alumínio do terrível sol do oeste.

© Joaquín Mosquera

No inverno, a entrada de calor da casa é realizada por um ganho solar direto nas zonas mais ao sul, e por insolação indireta através de coletores solares na cobertura, nas zonas mais internas. Durante a noite busca-se um isolamento máximo, fechando-se seu perímetro com pesadas cortinas de veludo. Foram previstas uma caldeira de gás e uma lareira à lenha que estão no espaço de leitura, como apoios à calefação da casa.

No verão, o sol do sul é evitado protegendo-se as fachadas mediante os balanços do piso superior, enquanto que a fachada oeste é protegida com lâminas horizontais de alumínio, e se reduz a temperatura interior da habitação mediante o uso de janelas tipo gravent para ventilação cruzada permanente, situadas nas partes altas dos panos de vidro na sala e dormitório principal.

© Joaquín Mosquera

Esta solução permite, no verão, evacuar o calor e refrescar o teto, enquanto que alguns ventiladores de grandes pás, pendurados na laje de concreto, deslocam o ar quente no inverno e proporcionam frescor subjetivo no verão. O isolamento da ampla superfície dos terraços é conseguido por uma cobertura vegetal, que impede a passagem de calor solar por evapotranspiração.

© Joaquín Mosquera

As esquadrias e os vidros utilizados são de elevado isolamento e baixa emissividade. Em algum caso como no hall de entrada e no pátio são utilizados vidros coloridos como uma clara expressão de artificialidade.

Devido ao grande uso de vidro a habitação escolhe uma estrutura pesada de paredes e lajes de concreto armado que dota de grande inércia térmica ao conjunto que, junto com o pavimento de concreto polido, é aproveitada para aumentar a eficácia de aquecimento do solo. Não se prevê a instalação de refrigeração, já que esta é desnecessária graças ao projeto bioclimático.

© Joaquín Mosquera

 

 

Ficha técnica:

  • Arquitetos:Espegel-Fisac Arquitectos
  • Ano: 2010
  • Endereço: Urbanización Collado-Villalba Madrid Espanha
  • Tipo de projeto: Residencial
  • Status:Construído
  • Características Especiais: Ecológico
  • Materialidade: Vidro
  • Estrutura: Concreto
  • Localização: Urbanización Collado-Villalba, Madrid , Espanha
  • Implantação no terreno: Isolado

Equipe:

  1. Arquitetos: Espegel-Fisac Arquitectos (Carmen Espegel Alonso – Concha Fisac de Ron)
  2. Equipe de projeto: Cristina Hernández Vicario, Laia Lafuente García-Valdecasas, Isabel Camacho Bretones, Lucila Urda Peña

Informação Complementar:

  1. Assessoria bioclimática: Emilio Miguel Mitre (ALIA S.L.)
  2. Assessoria em energia solar: ENERPAL
  3. Estruturas: Juan Rey – Mecanismo
  4. Instalações: Nieves Plaza Serrano
  5. Assessoramento iluminação: Jenny Moscoso (Años Luz Iluminación)
  6. Construtor: Construcciones Luva Urosa S.L. / Construcciones y Contratas Garpol S.L.
  1. Custo estimado: 500.000 €

Sobre este escritório
Espegel-Fisac Arquitectos
Escritório
Cita: Marina de Holanda. "Casa Formiga / Espegel – Fisac Arquitectos" 28 Ago 2012. ArchDaily Brasil. Acessado . <https://www.archdaily.com.br/66264/casa-formiga-espegel-fisac-arquitectos> ISSN 0719-8906