O site de arquitetura mais visitado do mundo
i

Inscreva-se agora e organize a sua biblioteca de projetos e artigos de arquitetura do seu jeito!

Inscreva-se agora para salvar e organizar seus projetos de arquitetura

i

Encontre os melhores produtos para o seu projeto em nosso Catálogo de Produtos

Encontre os produtos mais inspiradores do nosso Catálogo de Produtos

i

Instale o ArchDaily Chrome Extension e inspire-se a cada nova aba que abrir no seu navegador. Instale aqui »

i

En todo el mundo, arquitectos están encontrando maneras geniales para reutilizar edificios antiguos. Haz clic aquí para ver las mejores remodelaciones.

Quer ver os melhores projetos de remodelação? Clique aqui.

i

Mergulhe em edifícios inspiradores com nossa seleção de 360 ​​vídeos. Clique aqui.

Veja nossos vídeos imersivos e inspiradores de 360. Clique aqui.

Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
Navegue entre os artigos utilizando o teclado
  1. ArchDaily
  2. Concursos
  3. Resultado do Concurso [UN] RESTRICTED ACCESS

Resultado do Concurso [UN] RESTRICTED ACCESS

Resultado do Concurso [UN] RESTRICTED ACCESS
Resultado do Concurso [UN] RESTRICTED ACCESS , Primeiro Prêmio: OCO – Ocean & Coastline Observatory, Portugal / João Segurado
Primeiro Prêmio: OCO – Ocean & Coastline Observatory, Portugal / João Segurado

 

 

Architecture for Humanity  anunciou os vencedores do concurso Open Architecture Challenge [UN] RESTRICTED ACCESS 2011. O desafio dos participantes era de realizar em conjunto com grupos comunitários de todo o mundo  soluções inovadoras para instalações militares abandonadas.

A resposta foi surpreendente, com 600 equipes, de 70 países. Um júri com 33 profissionais avaliou as propostas, baseados no impacto na comunidade, apropriação do contexto, pegada ecológica e qualidade de projeto, filtrando em apenas 23 semifinalistas. Agora, os vencedores dentre os finalistas foram revelados.

“Nós pretendíamos que as pessoas olhassem para antigas instalações militares e perguntassem: ‘Como podemos regenerar espaços que se encontram em dificuldades, em entornos hostis, e transformá-los em bons lugares?”’, afirmou o diretor executivo da Architecture for Humanity, Cameron Sinclair, conforme relatado em Wired. “Queremos usar o processo de projeto para tecer a comunidade de volta. Pode se tornar uma colcha de muitos retalhos, mas no final, torna-se uma colcha, e é isso que faz o trabalho.

 

Primeiro Prêmio: OCO – Ocean & Coastline Observatory, Portugal / João Segurado

Primeiro Prêmio: OCO – Ocean & Coastline Observatory, Portugal / João Segurado
O primeiro prêmio foi dado a “OCO – Ocean & Coastline Observatory”, enviado por uma equipe portuguesa, propondo a redefinição de Trafaria – uma série de baterias  sobre o estuário do Tejo, em Lisboa.

“A imagem de Portugal no mundo ainda é muito ligada ao oceano”, segundo os vencedores, “Mais do que economicamente, o oceano é um elemento que nos define e nos dá identidade, e torna-se um recurso rico e desperdiçado simultaneamente.”

A 5a bateria de Trafaria é parte de uma grande rede de construções para proteção militar da costa. Seria sensato que um programa cívico fosse ali instalado, permitindo que o espaço respondesse a uma questão familiar. A equipe reinterpreta as antigas estruturas de defesa: “Locado no topo de uma colina, voltado para o mar para a preservação da costa, agora de uma forma cívica, ecológica e sustentável … ”

 

Prêmio Fundadores: Paicho Huts, Uganda / Andrew Amara

Prêmio Fundadores: Paicho Huts, Uganda / Andrew Amara
O arquiteto de Uganda Andrew Amara recebeu o Prêmio Fundadores por “Paicho Huts” – proposta de reabrir um posto militar como uma clínica, centro comunitário, mercado e memorial. O Prêmio Fundadores é dado à proposta que melhor exemplifica os objetivos de Architecture for Humanity.

Amara procura maneiras de restaurar a paz na área rural de Uganda após décadas de conflito. Enquanto a cidade de Gulu é agora animada, Amara afirma, “os subúrbios nas periferias estão aumentando aos poucos com as pessoas voltando para suas casa para refazer suas vidas, devastadas pela guerra”. “Durante as hostilidades entre as Forças de Defesa do Povo de Uganda (Uganda People’s Defense Force) e o Exército de Resistência do Senhor (Lord’s Resistance Army) surgiram muitos campos de refugiados no país, onde se estima que, de uma só vez, viveram 2 milhões de pessoas. Um desses campos é Paicho, onde um posto avançado do exército foi locado para monitorar e proteger.

“Entretanto, após abril de 2009, todos os campos de refugiados foram fechados e as pessoas puderam retornar para suas vilas. Em julho de 2009, estimou-se que 80,7% dos 1.840.000 pessoas que viviam nestes campos saíram voluntariamente para retornar à casa, deixando apenas 388.000, que estão em processo de desocupação ou resolvendo onde ficarão permanentemente.”

O arquiteto vê em Paicho a oportunidade “de catalisar o processo de reconstrução e reassentamento da comunidade” para os residentes que ainda restam. Amara avalia todas as demandas de serviços desta população e estabelece uma saída vernacular e poderosa para atingir os resultados.

 

Finalistas Impacto Ambiental:

 

- Humboldthain Food Cooperative, Alemanha / Emi Bryan

Finalista Impacto Ambiental: Humboldthain Food Cooperative, Alemanha / Emi Bryan
- Ecological Processing Zone (EPZ), Estados Unidos / Nick Robinson

Finalista Impacto Ambiental: Ecological Processing Zone (EPZ), Estados Unidos / Nick Robinson
- REGENERATE FORT CARROLL: A Gateway Ecological Park, Estados Unidos / Colin Curley + Sara Allen Harper

Finalista Impacto Ambiental: REGENERATE FORT CARROLL: A Gateway Ecological Park, Estados Unidos / Colin Curley + Sara Allen Harper
 

Finalistas Resposta Política:

 

- ALTER YOUR NATIVE BELFAST // ALTERNATIVE BELFAST, Reino Unido / Mick Scott

ALTER YOUR NATIVE BELFAST // ALTERNATIVE BELFAST, Reino Unido / Mick Scott
- Kikotemal’ Rik K’aslem Memorial, Guatemala / AHPN

Kikotemal’ Rik K’aslem Memorial, Guatemala / AHPN
- Healing a Nation: Healing the Wounded, Líbia / Rana Elmghirobi

Healing a Nation: Healing the Wounded, Líbia / Rana Elmghirobi
 

Finalistas Desenvolvimento Econômico:
- Magazine Hill: A weathered continuum, South Africa / Cliff Gouws

Magazine Hill: A weathered continuum, South Africa / Cliff Gouws
- [ARCH]itecture for Comm[UNITY], United States / Jennifer Stewart

[ARCH]itecture for Comm[UNITY], United States / Jennifer Stewart
- The Store – Pillbox Conversion, New Zealand / Andrew Florkowski

The Store – Pillbox Conversion, New Zealand / Andrew Florkowski
 

Finalistas Intervenções em Pequena Escala:
- PLUG-In HEBRON – People Liberated Urban Gaps In Hebron; Old City of Hebron, Israeli Occupied Palestinian West Bank / The Building Sumud Project

PLUG-In HEBRON – People Liberated Urban Gaps In Hebron; Old City of Hebron, Israeli Occupied Palestinian West Bank / The Building Sumud Project
- B-tower (TM), Netherlands / Gerrit Schilder, Jr., Hill Scholte

B-tower (TM), Netherlands / Gerrit Schilder, Jr., Hill Scholte
- Paicho Huts, Uganda / Andrew Amara

Paicho Huts, Uganda / Andrew Amara
Os finalistas de [Un]restricted Access finalistas serão apresentados na Bienal de Veneza 2012 e em uma exposição itinerante

Referências: Architecture for Humanity, Wired

Ficha técnica:

  • Arquitetos:
  • Ano: 2012
  • Tipo de projeto: Otro
  • Operação projetual:Requalificação
  • Status:Concurso
  • Localização:
  • Implantação no terreno: Isolado

Cita: Eduardo Souza. "Resultado do Concurso [UN] RESTRICTED ACCESS " 11 Ago 2012. ArchDaily Brasil. Acessado . <https://www.archdaily.com.br/63314/resultado-do-concurso-un-restricted-access> ISSN 0719-8906