O site de arquitetura mais visitado do mundo
i

Inscreva-se agora e organize a sua biblioteca de projetos e artigos de arquitetura do seu jeito!

Inscreva-se agora para salvar e organizar seus projetos de arquitetura

i

Encontre os melhores produtos para o seu projeto em nosso Catálogo de Produtos

Encontre os produtos mais inspiradores do nosso Catálogo de Produtos

i

Instale o ArchDaily Chrome Extension e inspire-se a cada nova aba que abrir no seu navegador. Instale aqui »

i

En todo el mundo, arquitectos están encontrando maneras geniales para reutilizar edificios antiguos. Haz clic aquí para ver las mejores remodelaciones.

Quer ver os melhores projetos de remodelação? Clique aqui.

i

Mergulhe em edifícios inspiradores com nossa seleção de 360 ​​vídeos. Clique aqui.

Veja nossos vídeos imersivos e inspiradores de 360. Clique aqui.

Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
Navegue entre os artigos utilizando o teclado
  1. ArchDaily
  2. Projetos
  3. Apartamento Luz / Laclau + Borelli Arquitectos Asociados

Apartamento Luz / Laclau + Borelli Arquitectos Asociados

Apartamento Luz / Laclau + Borelli Arquitectos Asociados
Apartamento Luz / Laclau + Borelli Arquitectos Asociados, © MCA Studio e Luciano Bogado
© MCA Studio e Luciano Bogado

© MCA Studio e Luciano Bogado

O projeto deste apartamento, situado em um condomínio na Barra da Tijuca, na cidade do Rio de Janeiro, surgiu do desejo dos proprietários, um casal jovem e sem filhos, de unir dois imóveis vizinhos que haviam herdado.

Os dois apartamentos ocupavam um volume inteiro da planta radial do edifício, o que proporcionaria ao novo imóvel, de 230m², uma grande área de fachada, sendo boa parte dela com vista para a praia, localizada ao sul.

© MCA Studio e Luciano Bogado

O perfil informal dos clientes, somado ao fato das salas serem o ponto de junção entre os apartamentos (ver planta original abaixo), permitiu que projetássemos uma distribuição menos hierarquizada, definindo uma grande área social contínua, que articula os diversos ambientes da casa.

No projeto, procuramos aumentar a sensação de amplitude do espaço do apartamento e a luminosidade dos ambientes. Para isso, minimizamos a área de circulação, optamos pelo uso de materiais de cores claras, como base, e criamos eixos visuais, privilegiando as vistas e aumentando a relação com a paisagem.

Planta Original
Planta Baixa Reforma

Os moradores desejavam ter duas confortáveis suítes; uma boa área de sala, onde pudessem relaxar, ver filmes e receber os amigos; dois escritórios, já que ambos trabalham em casa; quarto e banheiro espaçosos para a empregada; um depósito para pranchas de surf, com acesso direto pela circulação de serviço do edifício; um banheiro extra, para a eventual construção de mais um quarto no futuro; cozinha e área de serviço bem iluminadas e arejadas.

As modificações de alinhamentos de paredes, decorrentes da definição de ambientes mais generosos e confortáveis, acarretaram diversas adaptações em função da estrutura existente. O aparecimento de vigas no teto, por exemplo, sugeriu a definição de diferentes pés-direitos e procuramos utilizar as transições de altura como elemento de desenho dos espaços – a viga no meio da sala foi utilizada como suporte para uma calha de iluminação indireta e o desnível no teto dos escritórios ajudou a definir modulações na marcenaria, entre outros exemplos.

© MCA Studio e Luciano Bogado

A articulação entre os ambientes mereceu especial atenção no projeto e a relação entre a cozinha e a sala ilustra essa questão. A grande porta divisória, de correr, quando aberta, fica totalmente oculta em um painel, que compõe a parede da sala de jantar, contribuindo para a sensação de continuidade espacial.

Antes do projeto, os dois moradores já trabalhavam em casa, em atividades totalmente diferentes e dividiam o mesmo ambiente, pequeno para duas pessoas. O espaço ficava confuso e bagunçado, com pouco lugar para guardar as coisas de cada um e sem delimitação de espaço. Desde a primeira conversa conosco eles deixaram claro que preferiam dois escritórios separados, que deveriam ser tratados como um ponto importante no projeto, já que é onde passam boa parte do dia, e adaptados às necessidades específicas e ao perfil de cada um. Fizemos, então, dois espaços distintos e bem delimitados, mas que se integram a um segundo espaço de estar do apartamento, que lhes complementa: a sala íntima, que conta com uma generosa biblioteca, formada por uma estante curva encaixada em um nicho, onde antes era um banheiro.

© MCA Studio e Luciano Bogado

A transição entre esses ambientes se dá através de portas de madeira e vidro, que isolam o som, mas evitam a sensação de confinamento, tornando-os mais convidativos. Estas portas têm um detalhe curioso: a fim de formar uma fachada interna contínua e reforçar o aspecto minimalista buscado no desenho do apartamento, além de jogar com a percepção do espaço, detalhamos um painel formado por 3 folhas, sendo duas apenas portas pivotantes, onde os montantes das portas ocultam, através de um encaixe no batente, a parede divisória entre os escritórios. A marcenaria, de formas simples e elegantes, foi desenhada com detalhes pensados especificamente para cada um, como o revisteiro para expor os livros escritos por ela e as gavetas com tampo de vidro para ele localizar as ferramentas e equipamentos que utiliza no dia-a-dia, além de grande área de bancada e armários.

© MCA Studio e Luciano Bogado

No desenho dos diversos elementos que compõem o espaço deste apartamento, procuramos enfatizar a continuidade, o jogo de volumes e a relação com o todo, seja através de linhas que se estendem entre os ambientes, ou da escolha dos materiais. Os materiais utilizados foram mármores – travertino, no piso da área social e íntima (paginado sob medida em peças de aproximadamente 1x1m), e branco piguês, nos banheiros – e madeira (freijó lavado) nos móveis e em algumas portas, além das paredes e tetos brancos, basicamente. A escolha dos mesmos se deu pelo seu aspecto natural e sua textura forte – com o objetivo de equilibrar a geometria reta e “seca” dos elementos projetados, criando um interessante contraste – além de sua cor clara, que favorece a reflexão da luz e intensifica a luminosidade dos ambientes.

© MCA Studio e Luciano Bogado

A iluminação artificial, por sinal, foi objeto de um cuidadoso projeto luminotécnico, que levou em consideração a alternância entre luz geral e luz pontual e a correta especificação de luminárias para as diversas atividades a serem desempenhadas, garantindo assim o conforto dos moradores.

Além daqueles já citados, merecem destaque,  ainda, o detalhe do painel em madeira da suíte do casal, que com seu ripado vertical esconde a divisão entre os trechos fixos e as portas do closet e do banheiro, e o hall do elevador social, que passou a servir somente a esse apartamento, após a junção dos dois originais, e apresenta um desenho que conjuga a solução de iluminação, através de sanca de luz indireta, uma prateleira para quadros e objetos e o encaixe da porta pivotante de  entrada.

Detalhes escritorios

 

Ficha técnica:

Equipe:

  1. Projeto de arquitetura e decoração: Christiane Laclau e Rafael Borelli

 

 

Informação Complementar:

  1. Construção: Osborne
  2. Fotografias: MCA Studio e Luciano Bogado
  1. Marcenaria: Cap Marcenaria
  2. Projeto de Cozinha: Florense
  3. Bancadas de aço inox: Mekal
  4. Esquadrias em madeira: CAP Marcenarias
  5. Esquadrias de alumínio: Metalúrgica Inafer
  6. Iluminação: Prolight
  7. Bancada lavabo: Bancada em mármore Travertino Navona Levigado estucado com resina transparente: design do escritório e execução da Marmoraria Nouveaux
  8. Piso: Mármore branco Travertino Navona Levigado estucado da Marmoraria Nouveaux
  9. Varanda: Piso e parede em mármore Travertino Bruto

Sobre este escritório
Laclau + Borelli Arquitectos Asociados - Christiane Laclau, Rafael Borelli
Escritório
Cita: Gica Fernandes. "Apartamento Luz / Laclau + Borelli Arquitectos Asociados" 07 Mai 2012. ArchDaily Brasil. Acessado . <https://www.archdaily.com.br/47343/apartamento-luz-laclau-mais-borelli-arquitectos-asociados> ISSN 0719-8906