O site de arquitetura mais visitado do mundo
Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
  1. ArchDaily
  2. Projetos
  3. Centro De Visitantes
  4. Reino Unido
  5. Denton Corker Marshall
  6. 2013
  7. Centro de Visitantes Stonehenge / Denton Corker Marshall

Centro de Visitantes Stonehenge / Denton Corker Marshall

  • 19:00 - 1 Março, 2014
  • Traduzido por Camilla Sbeghen
Centro de Visitantes Stonehenge / Denton Corker Marshall
Centro de Visitantes Stonehenge / Denton Corker Marshall, © Peter Cook
© Peter Cook

© Peter Cook © Peter Cook © Peter Cook © Peter Cook + 30

  • Engenheiros Estruturais

    Sinclair Knight Merz
  • M&E consultoria

    Norman Disney Young
  • Técnico

    Firmingers
  • Supervisor

    Chris Blandford Associates
  • Arquiteto Paisagista

    Chris Blandford Associates
  • Diretor de Projeto

    Gardiner + Theobald Main contractor: Vinci Construction UK
  • Cliente

    English Heritage
  • Orçamento

    £27M
  • Mais informações Menos informações
© Peter Cook
© Peter Cook

Descrição enviada pela equipe de projeto. O novo Centro de Visitantes Stonehenge de Denton Corker Marshall abriu suas portas no dia 18 de dezembro, para receber os mais de um milhão de visitantes que vem a cada ano para conhecer antigo local, agora transformado.

Planta de Situação
Planta de Situação

Situado a 1,5 km a oeste do círculo de pedra na Airman’s Corner, justamente no local definido como Patrimônio da Humanidade, mas fora da vista do monumento, o novo centro de visitantes foi desenhando com um toque especial de luz na paisagem - um edifício de discreto e sensível à seu entorno.

© Peter Cook
© Peter Cook

Localizado no relevo acidentado de Salisbury Plain, o projeto consiste em um grupo sutil de caixas simples que se apoiam sob uma plataforma de pedra calcária, tudo protegido por uma cobertura ondulada e perfurada.

© Peter Cook
© Peter Cook

Barrie Marshall, diretor do Denton Corker Marshall disse, "O desenho do centro está baseado na ideia que é um prelúdio do Stones, e sua forma arquitetônica e o caráter não deve de nenhuma maneira diminuir seu impacto visual, sentido de força atemporal e potente composição escultórica.

© Peter Cook
© Peter Cook

Enquanto o Stones está exposto, massivo e propositalmente posicionado, o centro está coberto, leve e informal. E enquanto o Stones parece estar incrustado na terra, o centro se apoia em sua superfície".

Fachada Leste
Fachada Leste

Três ranhuras, com acabamento em diferentes materiais, criam o principal espaço. O maior, revestido de madeira, abriga o museu e os serviços. O segundo maior, revestido em vidro, acomoda a base educativa, um elegante café e as instalações comerciais. Situado entre eles está o terceiro, de longe o menor, é revestido em zinco, e oferece os serviços de bilheteria e guias.

© Peter Cook
© Peter Cook

Apoiada sobre 211 colunas inclinadas  irregularmente posicionadas, encontra-se uma cobertura de metal revestida na parte inferior com painéis de zinco formando uma complexa geometria que reflete a geografia local.

© Peter Cook
© Peter Cook

Foram utilizados materiais locais, recicláveis e renováveis, sempre quando possível. A paleta de materiais inclui os de revestimento feitos em madeira de castanheira e pedra calcária de Salisbury.

Stephen Quinlan, sócio do Denton Corker Marshall, disse: "Várias estratégias foram adotadas no projeto para assegurar que o centro respeite o meio ambiente e utilize os recursos naturais de uma maneira responsável.

Fachada Norte
Fachada Norte

Elas vão desde as características de proteção solar natural utilizando a copa das árvores, que favorece ventilação natural e reduz a necessidade de refrigeração nos espaços, até as soluções mais técnicas, como as bombas de calor e isolamento de alta eficiência".

O novo edifício permite que Stonehenge possua instalações dedicadas à ele, para a educação e interpretação, pela primeira vez, com exposições de qualidade de um museu que contam a história do monumento de 5.000 anos.

Do novo centro, os visitantes podem ir caminhando até o monumento ou dar um passeio motorizado de dez minutos. Durante o passeio, o Stonehenge emerge lentamente no horizonte ao leste.

© Peter Cook
© Peter Cook

O Dr. Simon Thurley, diretor executivo do Patrimônio Inglês, disse: "Durante muito tempo, a valorização do Stonehenge pelas pessoas é de que esse monumento é misterioso, impressionante mais anônimo. O próprio período Neolítico é quase uma extensão obscura do tempo, coberto por muitas noções antiquadas. Queremos que as pessoas venham aqui e saiam com um novo ponto de vista".

Também haverá uma galeria ao ar livre incluindo a reconstrução de três casas Neolíticas, baseadas na estranha evidência forense encontrada próxima ao Stonehenge. Essas casas serão construídas por voluntários capacitados e devem ser finalizadas para a Páscoa de 2014.

© Peter Cook
© Peter Cook

Projeto Sustentável

O edifício está desenhado com sensibilidade para ser assentando de uma maneira leve sobre a paisagem. Reversibilidade - capacidade de devolver ao local o seu estado natural - foi um conceito fundamental do projeto. O edifício vai perdurar o tempo que for necessário, mas poderá, se for o caso, ser retirado do local com um baixo impacto permanente na paisagem.

Isso se consegue construindo sobre uma base de concreto que é assentada em área de "enchimento" com um recorte mínimo no solo. A construção moderna, o uso excessivo de colunas esbeltas de metal, paredes leves emolduradas e espaços semi-externos permitem que a profundidade das fundações seja minimizada.

© Peter Cook
© Peter Cook

Outras características ecológicas incluem:

- Um sistema aberto de terra como fonte de calor que bombeia água subterrânea através de um elemento que injeta/extrai a energia térmica. Isso permite o aquecimento da construção e proporciona um resfriamento sem a necessidade de combustíveis fósseis.

- Paredes totalmente isoladas - o revestimento de madeira está feito de painéis estruturais isolados (SIPS), que confere eficiência na construção, reduzindo ao mínimo o desperdício de material e assegura o bom isolamento do edifício.

Corte C C
Corte C C

- Modo de ventilação mista - o edifício será ventilado de modo natural quando as condições externas o permitam, transformado-se em um sistema de ventilação mecânica eficiente que permite que a energia térmica no ar de saída seja "recuperada", transferindo o fornecimento de ar, reduzindo a carga de aquecimento e economizando energia.

- "Água cinza", incluindo água da chuva coletada no terraço do edifício, será utilizada na parte da água mais requerida pelo centro de visitantes, por exemplo, para os sanitários. Outras águas - para beber - serão extraídas dos aquíferos, um recurso local e renovável.

- As instalações utilizarão tratamento de água no local para a sustentabilidade e para evitar a abertura de valas para as conexões da rede de água e esgoto.

© Peter Cook
© Peter Cook

Ver a galeria completa

Localização do Projeto

Localização aproximada, pode indicar cidade/país e não necessariamente o endereço exato.
Sobre este escritório
Cita: "Centro de Visitantes Stonehenge / Denton Corker Marshall" [Stonehenge Visitor Centre / Denton Corker Marshall] 01 Mar 2014. ArchDaily Brasil. (Trad. Sbeghen Ghisleni, Camila) Acessado . <https://www.archdaily.com.br/179666/centro-de-visitantes-stonehenge-slash-denton-corker-marshall> ISSN 0719-8906

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.