O site de arquitetura mais visitado do mundo
i

Inscreva-se agora e organize a sua biblioteca de projetos e artigos de arquitetura do seu jeito!

Inscreva-se agora para salvar e organizar seus projetos de arquitetura

i

Encontre os melhores produtos para o seu projeto em nosso Catálogo de Produtos

Encontre os produtos mais inspiradores do nosso Catálogo de Produtos

i

Instale o ArchDaily Chrome Extension e inspire-se a cada nova aba que abrir no seu navegador. Instale aqui »

i

En todo el mundo, arquitectos están encontrando maneras geniales para reutilizar edificios antiguos. Haz clic aquí para ver las mejores remodelaciones.

Quer ver os melhores projetos de remodelação? Clique aqui.

i

Mergulhe em edifícios inspiradores com nossa seleção de 360 ​​vídeos. Clique aqui.

Veja nossos vídeos imersivos e inspiradores de 360. Clique aqui.

Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
Navegue entre os artigos utilizando o teclado
  1. ArchDaily
  2. Concursos
  3. Segundo Lugar no concurso para o Pavilhão do Brasil – Expo Milão 2015 / ATRIA + TiarStudio

Segundo Lugar no concurso para o Pavilhão do Brasil – Expo Milão 2015 / ATRIA + TiarStudio

Segundo Lugar no concurso para o Pavilhão do Brasil – Expo Milão 2015 / ATRIA + TiarStudio
Segundo Lugar no concurso para o Pavilhão do Brasil – Expo Milão 2015 / ATRIA + TiarStudio, Cortesia de ATRIA+TiarStudio
Cortesia de ATRIA+TiarStudio
  • Competição

    Pavilhão do Brasil – Expo Milano 2015
  • Arquitetos

  • Equipe de Projeto

    Gustavo Costa, Federico Florena, Antonello de Leo, Danilo Fontes, Larissa Sudbrack, Matheus Mendes, Rafaella Brasileiro
  • Ano do projeto

    2014

Dos arquitetos: O projeto para o edifício destinado ao Pavilhão do Brasil para a Expo 2015 revelou-se à nossa equipe como um desafio de duas nobres facetas – a retomada da participação de nosso país em evento internacional de tamanha envergadura e a compreensão de que o objeto deste concurso é um daqueles poucos e raros momentos históricos em que a arquitetura pode exercer de forma tão pujante o seu papel humanista, impulsionando a sociedade através de novas ideias e conceitos.

A abrangência do tema abordado pela Expo e as reflexões que ele enseja acabaram por impor, também ao projeto, um cenário de elevada complexidade técnica, exigindo a busca de soluções arquitetônicas que atendam não só aos preceitos de estética e funcionalidade, mas que dediquem atenção especialíssima aos pré-requisitos mais elevados de bioclimatismo, eficiência energética e conservacionismo ambiental. Neste sentido, o pavilhão do Brasil poderá ser a materialização do jovial papel que nosso país passou a exercer no cenário internacional e do exemplar respeito com que tratamos as mais diversificadas culturas. Sua construção, enfim, poderá exprimir uma lição de humildade e governança, oferecendo a inventividade de nosso povo como um paradigma capaz de respaldar as novas mudanças que o mundo exige.

Cortesia de ATRIA+TiarStudio
Cortesia de ATRIA+TiarStudio

O partido arquitetônico baseia-se no equilíbrio de diferentes requisitos, porquanto nos pareceu essencial responder ao desafio de fazer duelar beleza arquitetônica e simplicidade funcional, alta demanda técnica e custo de execução razoável, controle térmico ambiental e os gastos energéticos do edifício.

Assim, fundamentado nesse entendimento de compensações, o projeto do novo pavilhão resultará em objeto construído de presença urbana comedida, de excelsa conformidade técnica, congruente com sua função civil, correto para com as demandas do programa, mas atento à obrigação de apresentar-se atraente, amigável aos visitantes e visualmente rico.

Cortesia de ATRIA+TiarStudio
Cortesia de ATRIA+TiarStudio

O edifício se insere na malha urbana da exposição, lote 9, limitado ao sudoeste pela principal via de acesso pedonal, o Decumanus, a nordeste pelo CanaleVilloresi, a noroeste e sudeste pelas circulações secundárias de pedestres. A opção de implantação do edifício foi determinada pela necessidade de ligação entre os espaços do térreo do pavilhão e as alamedas de circulação de pedestres, considerando o grande público visitante como um forte condicionante de projeto.

Cortesia de ATRIA+TiarStudio
Cortesia de ATRIA+TiarStudio

Os recuos da composição volumétrica formam bolsões internos ao lote, servindo para o convívio social e os eventos do pavilhão. O maior dos bolsões, denominado “Piazza Brasil” é ladeado por outras duas áreas destinadas a redários e zonas de descanso. É possível ainda observar os espaços de pérgola que funcionam como canais de circulação cruzada.

Cortesia de ATRIA+TiarStudio
Cortesia de ATRIA+TiarStudio

Outro aspecto importante do projeto é a combinação de espaços expositivos internos e externos que, por sua vez, contribuem para um ambiente de entretenimento educativo (edutainment). Esta variação de áreas fechadas e abertas, avarandadas, configura uma relação interespacial inovadora, possibilitando ao visitante frequentar ambientes diversificados e estimulantes, muito bem iluminados e ventilados.

Cortesia de ATRIA+TiarStudio
Cortesia de ATRIA+TiarStudio

Por fim, asimbiose proposta entrearquitetura e expografia procura romper as regras tradicionalmente estabelecidas para a concepção de espaços expositivos, contribui para o controle dos fluxos de pessoas, evita filas indesejadas, permite ao transeunte uma experiência sensorial diferenciada e, como resultado, o entendimento da mensagem temática da exposição brasileira.

Ver a galeria completa

Sobre este autor
Romullo Baratto
Autor
Cita: Romullo Baratto. "Segundo Lugar no concurso para o Pavilhão do Brasil – Expo Milão 2015 / ATRIA + TiarStudio" 29 Jan 2014. ArchDaily Brasil. Acessado . <https://www.archdaily.com.br/171636/segundo-lugar-no-concurso-para-o-pavilhao-do-brasil-nil-expo-milao-2015-slash-atria-plus-tiarstudio> ISSN 0719-8906