O site de arquitetura mais visitado do mundo
Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
  1. ArchDaily
  2. Notícias de Arquitetura
  3. Horta em pendente / Active City Transformation

Horta em pendente / Active City Transformation

  • 17:00 - 25 Dezembro, 2011
  • por Igor Fracalossi
Horta em pendente / Active City Transformation
Horta em pendente / Active City Transformation, Cortesia Active City Transformation
Cortesia Active City Transformation

Um jardim é um lugar atrativo para desfrutar, um lugar onde nos pomos em contato com a natureza e onde podemos aprender dela. Um jardim pode ser também um lugar de trabalho, onde os esforços são recompensados com uma colheita abundante.

“Taste the slope”, a proposta ganhadora no Festival Internacional de Jardins (Ponte de Lima, Portugal) de Active City Transformation, se esforça por criar uma conexão pública significativa entre o cultivo de alimentos e as pessoas.

Cortesia Active City Transformation

Com o fim de gerar uma estrutura verde a modo de horta, o jardim em pendente está desenhado para maximizar a exposição ao sol desde a manhã até a tarde. A forma inclinada do jardim também se traduz na criação de uma área de sombra por baixo, que oferece um espaço de jogos para crianças ou um lugar de picnic.

Planta

Além das jardineiras e plataformas para sentar, os visitantes podem caminhar até a parte superior onde existe uma vista panorâmica dos jardins que o rodeiam, fortalecendo sua conexão com o terreno. As plataformas dos assentos, que se distribuem entre a vegetação, variam em tamanho e altura, gerando diferentes qualidades espaciais; para casais, famílias e grupos maiores. Isto também permite aos visitantes se converterem em parte integral do jardim.

Corte

O processo de crescimento do jardim e os diferentes períodos de maduração das distintas plantas variam ao longo do ano. O processo de colheita das diferentes frutas e vegetais funciona de maneira semelhante. Dessa maneira, o jardim adquire um fator educativo, aumentando o conhecimento do processo da jardineria e os benefícios do auto-cultivo de frutas e verduras, para os visitantes de todas as idades.

Diagrama 2

O plano de semeada organiza-se em torno da relação entre a atividade e a acessibilidade, criando literalmente uma escala vegetal. As frutas e verduras mais “populares” encontram-se na parte superior. Dessa maneira, as pessoas devem fazer um maior esforço para chegar a elas. As frutas e verduras mais saudáveis, geralmente menos populares, encontram-se no primeiro nível, onde são acessíveis, com a esperança de aumentar a consciência de seus benefícios.

Diagrama 6

O plano inclui o cultivo de batatas, espinafres, cenouras, berinjelas, rabanetes, tomates, pepinos, alfaces, morangos, kiwis, limões, avelãs, azeitonas, gengibres, entre muitos outros.

Sobre este autor
Cita: Igor Fracalossi. "Horta em pendente / Active City Transformation" 25 Dez 2011. ArchDaily Brasil. Acessado . <https://www.archdaily.com.br/17004/horta-em-pendente-active-city-transformation> ISSN 0719-8906

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.