O site de arquitetura mais visitado do mundo
i

Inscreva-se agora e organize a sua biblioteca de projetos e artigos de arquitetura do seu jeito!

Inscreva-se agora para salvar e organizar seus projetos de arquitetura

i

Encontre os melhores produtos para o seu projeto em nosso Catálogo de Produtos

Encontre os produtos mais inspiradores do nosso Catálogo de Produtos

i

Instale o ArchDaily Chrome Extension e inspire-se a cada nova aba que abrir no seu navegador. Instale aqui »

i

En todo el mundo, arquitectos están encontrando maneras geniales para reutilizar edificios antiguos. Haz clic aquí para ver las mejores remodelaciones.

Quer ver os melhores projetos de remodelação? Clique aqui.

i

Mergulhe em edifícios inspiradores com nossa seleção de 360 ​​vídeos. Clique aqui.

Veja nossos vídeos imersivos e inspiradores de 360. Clique aqui.

Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
Navegue entre os artigos utilizando o teclado
  1. ArchDaily
  2. Projetos
  3. Centro Polideportivo
  4. Espanha
  5. Batlle i Roig Arquitectes
  6. 2005
  7. Edifício Poliesportivo / Batlle i Roig Arquitectes

Edifício Poliesportivo / Batlle i Roig Arquitectes

Edifício Poliesportivo / Batlle i Roig Arquitectes
© José Hevia
© José Hevia
  • Arquitetos

  • Localização

    Barcelona, Espanha
  • Autores

    Enric Batlle, Joan Roig
  • Colaboradores

    Francesc Puig, Oriol Marin, Gerardo Rodríguez
  • Área

    4300.0 m²
  • Ano do Projeto

    2005
  • Fotografias

© José Hevia © José Hevia © José Hevia © José Hevia + 45

© José Hevia
© José Hevia

Descrição enviada pela equipe de projeto. O distrito da Ciutat Vella, que é um dos mais povoados de Barcelona, está em constante busca de zonas livres para satisfazer as necessidades de seus 111.290 habitantes. A grande densidade do bairro, a terceira em relação à cidade com 24.786 hab/km², assim como as edificações históricas de seu subsolo fazem que a possibilidade de encontrar locais para equipamentos urbanos requeria um complicado desenvolvimento de engenharia urbanística. Um dos equipamentos deficientes no distrito era um centro poliesportivo de 4.500 m² que reunisse em suas instalações uma quadra de basquete coberta, uma quadra poliesportiva externa, uma piscina coberta, uma piscina ao ar livre, um ginásio divisível em várias salas, além dos vestiários e serviços correspondentes.

© José Hevia
© José Hevia

Na revisão do Plano Diretor do Parque de la Ciudadela, integrado no distrito da Ciutat Vella decidiu-se destinar uma área significativa à localização de um equipamento esportivo que substituísse e melhorasse um conjunto de quadras ao ar livre de grande utilização pela população, que se encontravam junto à entrada do parque a partir do Paseo del Marqués de la Argentera.

Planta Baixa
Planta Baixa

O local escolhido para situar o equipamento está alinhado com o conjunto de edifícios que constituem a fachada do Parque da Ciudadela em direção ao Paseo Picasso: O antigo restaurante da Exposição Universal de 1888, atual Museu de Zoologia, obra de Lluís Domènech i Montaner; o Hivernacle, de Josep Amargós i Samaranch; o museu de Geologia e Ciências Naturais de Antoni Rovira i Trias e por último o Umbracle, de Josep Fontseré i Mestres. O projeto original do Parque da Ciudadela data de 1873, também obra de Fontseré, já contemplava a construção de mais um edifício, junto à Puerta de Marqués de la Argentera, completando a sequência de edifícios que dão fechamento ao parque pelo lado da Ciutat Vella. A proposta afeta uma superfície de aproximadamente 750m². Sua localização obrigou o Zoológico de Barcelona a remodelar o conjunto de jaulas e gaiolas de pássaros e rever sua localização.

© José Hevia
© José Hevia

O projeto busca assimilar a escala do Centro Poliesportivo à escala dos outros edifícios do Parque, procurando reordenar o programa para ocupar o mínimo de área no solo possível e ao mesmo tempo não ultrapassar os outros edifícios em altura. Para isso, os usos principais de equipamentos como a quadra de esportes, piscina e vestuários estão no subsolo, 3,5 metros sob o nível do parque. No pavimento térreo, estão os vestiários gerais e o controle de entrada dos pavimentos que são restringidos aos usuários. Deste pavimento, estão os acessos abertos para as arquibancadas da pista esportiva e permite uma conexão através do edifício entre o Paseo Picasso e o Parque da Ciudadela, assim como ocorre em Hivernacle. No primeiro pavimento estão as quadras poliesportivas e musculação, e no segundo pavimento está o restante do programa que este tipo de equipamento requer, como um centro médico e instalações técnicas, por exemplo. Esta organização em altura aproveita a diferença de pé direito entre a piscina e o centro poliesportivo para escalonar o edifício, e portanto, diminuir a altura geral à 14 metros, o que resulta consideravelmente inferior à altura dos edifícios do entorno, das copas das árvores inclusive.

© José Hevia
© José Hevia

Durante a elaboração do anteprojeto foram localizados no terreno do projeto, à 5 metros de profundidade no nível do parque, os restos das muralhas da antiga Cidadela construída por Felipe V em 1714. Sua qualidade arquitetônica e seu valor arqueológico nos fizeram adaptar o projeto à forma dos muros e proporcionar a possibilidade de torná-los visíveis e visitáveis, ao menos na área de piscina. Seu traçado delimita e separa a zona de água mais lúdica da zona de piscina, protegendo a ruína através de um pequeno fosso.

© José Hevia
© José Hevia

O exterior do edifício, assim como acontece com os demais edifícios do Paseo Picasso, atua como fechamento do Parque, instalado além das bases da futura vala do Pase de Circunvalación. Por isso o pavimento térreo se fecha com vidro, buscando o máximo de transparência entre rua e parque. O restante dos pavimentos alterna os fechamentos com as transparências envidraçadas, de acordo com seu uso no interior. O edifício é recoberto com camadas de madeira para proteger do aquecimento excessivo, misturar-se com as árvores e encontrar um local própria perto do Umbracle.

Planta Baixa
Planta Baixa

Ver a galeria completa

Sobre este escritório
Batlle i Roig Arquitectes
Escritório
Cita: "Edifício Poliesportivo / Batlle i Roig Arquitectes" [Edificio Polideportivo / Batlle i Roig Arquitectes] 21 Jan 2014. ArchDaily Brasil. (Trad. Santiago Pedrotti, Gabriel) Acessado . <https://www.archdaily.com.br/169737/edificio-poliesportivo-slash-batlle-i-roig-arquitectes> ISSN 0719-8906

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.