O site de arquitetura mais visitado do mundo
i

Inscreva-se agora e organize a sua biblioteca de projetos e artigos de arquitetura do seu jeito!

Inscreva-se agora para salvar e organizar seus projetos de arquitetura

i

Encontre os melhores produtos para o seu projeto em nosso Catálogo de Produtos

Encontre os produtos mais inspiradores do nosso Catálogo de Produtos

i

Instale o ArchDaily Chrome Extension e inspire-se a cada nova aba que abrir no seu navegador. Instale aqui »

i

En todo el mundo, arquitectos están encontrando maneras geniales para reutilizar edificios antiguos. Haz clic aquí para ver las mejores remodelaciones.

Quer ver os melhores projetos de remodelação? Clique aqui.

i

Mergulhe em edifícios inspiradores com nossa seleção de 360 ​​vídeos. Clique aqui.

Veja nossos vídeos imersivos e inspiradores de 360. Clique aqui.

Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
Navegue entre os artigos utilizando o teclado
  1. ArchDaily
  2. Concursos
  3. Primeiro Lugar no Concurso para o Plano Diretor do Campus da Universidade Católica de Córdoba

Primeiro Lugar no Concurso para o Plano Diretor do Campus da Universidade Católica de Córdoba

Primeiro Lugar no Concurso para o Plano Diretor do Campus da Universidade Católica de Córdoba
Primeiro Lugar  no Concurso para o Plano Diretor do Campus da Universidade Católica de Córdoba, 01 Edifício Praça Ágora. Imagem Cortesia de Equipe Primeiro Lugar
01 Edifício Praça Ágora. Imagem Cortesia de Equipe Primeiro Lugar

A Pró-reitoria de Economia da Universidade Católica de Córdoba, Argentina, convocou o Concurso Interno de Anteprojetos "Plano Diretor Campus Universidade Católica de Córdoba e ideias para a nova área de Serviços" na qualidade de Entidade Promotora, e a Faculdade de Arquitetura e de Engenharia da Universidade, como Entidades Organizadoras.

A seguir apresentamos a proposta que obteve o Primeiro Lugar. O projeto é resultado do trabalho de uma equipe de docentes e alunos de diferentes unidades acadêmicas da Universidade. Deste grupo de projeto interdisciplinar participaram arquitetos, engenheiros civis, biólogos e engenheiros agrônomos com a colaboração de estudantes dos últimos anos desses cursos.

Veja o projeto completo a seguir.

00 Projeto. Imagem Cortesia de Equipe Primeiro Lugar
00 Projeto. Imagem Cortesia de Equipe Primeiro Lugar

As escalas de interação social como ferramenta de desenho para o Plano Diretor do Campus da UCC.

Descrição da equipe. Nossa proposta para o Plano Diretor integral e nova Área de Serviços, parte do objetivo de gerar espaços para encontro e interação social no campus da UCC. Para isso criamos espaços de diferentes escalas que favorecem o encontro entre as pessoas que são parte da instituição, e também para a inter-relação com os bairros vizinhos. A nova praça-edifício ÁGORA será o espaço para o macro encontro, definindo uma nova centralidade do campus com escala e caráter institucional, destacando seu papel de entrada do Campus.

A ideia principal que seguimos é a de reordenar o campus tendo como objetivo conseguir a maior interação social entre a comunidade UCC. Dessa forma abordamos o projeto em 3 escalas:

Interação em cada FACULDADE

Espaço físico: Pátios Internos. Terraços. Espaços que rodeiam cada faculdade (recuperação da arborização nos estacionamentos sul). 
Tipo de vínculo desejado: vínculos gerados entre companheiros de um mesmo curso que compartilham os espaços comuns de cada faculdade, tanto os educativos quanto os de recreação. Atividades: leitura e aulas ao ar livre, seminários, reuniões, exposições, recessos.

09 Imagem setor bar. Imagem Cortesia de Equipe Primeiro Lugar
09 Imagem setor bar. Imagem Cortesia de Equipe Primeiro Lugar

Interação INTER-FACULDADES/COMUNIDADE UCC

Espaço físico: Praça ÁGORA. Possibilita o encontro da comunidade universitária.
Tipo de vínculo desejado: Vínculos gerados pelo sentimento de pertencimento à Universidade Católica de Córdoba.
Atividades: Encontros, integração. Atividades extra-curriculares, acadêmicas e de difusão: recitais, cinema ao ar livre, festas institucionais. Espaços esportivos e comerciais. Vivenciar os rituais universitários.

11 Recuperação de espaços verdes. Imagem Cortesia de Equipe Primeiro Lugar
11 Recuperação de espaços verdes. Imagem Cortesia de Equipe Primeiro Lugar

Interação UCC com a SOCIEDADE

Espaço físico: Jardim botânico, Ginásios / poliesportivo coberto / escola de cultivos intensivos e orgânicos / Feiras de Exposição e Venda. Centro de serviços.
Tipo de vínculo desejado: fortalecimento e geração de vínculos entre a Universidade e seu entorno urbano.
Atividades: Culturais / Recreativas / De formação / Produtivas / Esportivas / Consultorias compartilhadas entre a comunidade universitária e a sociedade.

Levantamos 3 etapas de consolidação que tornam a proposta factível a curto (2016: 60 anos de UCC), médio (2036: 80 anos de UCC) e longo prazo (2056: 100 anos de UCC).

As primeiras duas etapas visam a universidade internamente, buscando resolver as necessidades internas da UCC. Já a terceira etapa constrói o eixo de ligação entre a Universidade e a sociedade.

02 Linha do tempo. Imagem Cortesia de Equipe Primeiro Lugar
02 Linha do tempo. Imagem Cortesia de Equipe Primeiro Lugar

Plano Diretor integral

O plano Diretor integral é executado a partir de 3 eixos de ação que contribuem para os objetivos gerais:

Infraestrutura de edifícios e esportiva: a proposta contempla os edifícios existentes e os futuros respeitando a totalidade das edificações existentes. Também são previstos o máximo de volumes edificáveis e as localizações dos futuros edifícios do campus buscando obter os melhores resultados aproveitando infraestruturas existentes e preservando áreas verdes. Estes volumes poderiam  abrigar mais unidades acadêmicas, mais centros de serviços e residências para estudantes.

Planimetria com referência
Planimetria com referência

Um papel fundamental para o objetivo de criar uma nova centralidade que contribua ao ordenamento do Campus é o da localização da nova área de serviços concebida como EDIFÍCIO-PRAÇA. Suas atividades e usos são potencializados para gerar um espaço de interação social na escala do Campus. Os atores deste novo cenário são os alunos, professores e pessoal administrativo e de serviços da UCC.

Ambiental: com a arborização busca-se transmitir uma imagem da universidade-parque que oferece serviços ambientais para melhorar a qualidade de vida para si mesma e seu entorno. A proposta resgata as alfarrobeiras centenárias, as árvores existentes implantadas nos estacionamentos da área sul e possibilita o acesso do público ao jardim botânico (arboretum + alfarrobas + bosque nativo + pântano + fauna associada) e a nova arborização que busca a continuidade da massa verde, mantendo a biodiversidade e proteção da erosão eólica e hídrica do Campus. Propõe também a intensificação de usos dos espaços existentes oferecendo frescor, abrigo e conforto para passeios e aulas ao ar livre. É prevista a definição de barreiras corta fogo no perímetro do campus para a proteção ambiental do edifícios e vizinhança. Parte da proposta ambiental consiste na arborização e reflorestamento das massas de bosques (tanto autóctones quanto exóticas) que cumprem com valiosos serviços ambientais que colaboram com o desenvolvimento do edifício; oxigenação, filtro de contaminação, regulação térmica, contenção de ventos e como reserva de população animal. É previsto o tratamento das águas pluviais para evitar inundações no edifício e bairros vizinhos. Isto é possível com a criação do parque do pântano localizado no setor noroeste coincidindo com a cota mais baixa do edifício. Este irá atuar como uma lagoa de retenção somando um atrativo ao edifício por sua fauna e vegetação.

04 Esquemas do eixo ambiental e de ova infraestrutura.Imagem Cortesia de Equipe Primeiro Lugar
04 Esquemas do eixo ambiental e de ova infraestrutura.Imagem Cortesia de Equipe Primeiro Lugar

Mobilidade: pensada a partir da acessibilidade/possibilidade de caminhar. Tomando o conceito de "superquadra", onde o conjunto de vias atuais formam um polígono ou área interna que contem a grande maioria dos edifícios das faculdades. Esta nova célula excluirá de seu interior os fluxos motorizados, liberando seu espaço interno para o uso do pedestre e para espaços para a interação social. É prevista uma re-funcionalização da infraestrutura para pedestres atual, para alcançar maior acessibilidade e possibilidade de caminhar no campus.
Foi desenhado um novo sistema de circulação para o transporte público e minivans, definindo sua circulação apenas pelo novo eixo institucional onde também se localizam a parada e a mini estação terminal. A simplificação da rota tem como aspectos positivos a menor contaminação, menor tempo de circulação de veículos de grande porte no campus, menor desgaste das vias e a redução de acidentes, entre outros. Os novos sistemas de circulação foram acompanhados por soluções de acordo com o volume de tráfego e dimensão dos veículos. São previstas aberturas de eixos de veículos que liguem o campus aos bairros vizinhos criando uma integração física entre o Campus e a sociedade (nova entrada Leste).

03 Esquema das diferentes escalas de interação social.Imagem Cortesia de Equipe Primeiro Lugar
03 Esquema das diferentes escalas de interação social.Imagem Cortesia de Equipe Primeiro Lugar

Nova Área de serviços: edifício-praça ÁGORA

A nova área de serviços é concebida como edifício-praça e suas atividades e usos são potencializados para gerar um espaço de interação social na escala do Campus. A localização da área de serviços junto à praça (Ágora) define uma nova centralidade do edifício de escala e caráter institucional, vinculado o edifício da reitoria e a biblioteca a esta nova cena universitária.

05 Imagem Edifício Praça Ágora . Imagem Cortesia de Equipe Primeiro Lugar
05 Imagem Edifício Praça Ágora . Imagem Cortesia de Equipe Primeiro Lugar

Este ponto de encontro é reforçado com a reabertura dos ingressos das distintas unidades acadêmicas até a praça (avaliado como de alta viabilidade) e a realocação das paradas de transporte de passageiros junto à erradicação do veículo privado do eixo institucional em uma segunda etapa do plano.

O espaço praça (Ágora) possibilita múltiplas atividades (acadêmicas, festas institucionais, extra-curriculares e de difusão como recitais e cinema ao ar livre, entre outros). Estes espaços são fornecidos como um equipamento flexível e de baixa manutenção que possibilita a adaptação a distintos usos possíveis. Tudo isso fomenta o encontro da comunidade universitária e contribui para reforçar vínculos gerados pelo sentimento de pertencimento à Universidade Católica de Córdoba.

Cortes
Cortes

Demos atenção especial à continuidade dos espaços verdes do campus, onde as novas edificações respeitam os exemplares existentes de alto valos ornamental (alfarrobeira centenária, arboretum, bosques nativos, entre outros), permitindo o deslocamento do pedestre por espaços verdes de qualidade. É assim que sombras, cores, texturas e sons se constituem como atributos imateriais que caracterizam e tornam mais habitáveis os cantos do Campus universitário.

A nova área de serviços suscita seu desenvolvimento em etapas nos 3 cenários temporais levantados. Na primeira etapa se contempla a localização do conjunto de banheiros para ambos sexos, banheiros para deficientes, o Banco, Livraria/Xerox, creche, farmácia e área comercial de 40 m². Na segunda etapa (2016) é prevista a realocação do bar junto aos serviços mencionados na primeira etapa. Dessa forma a infraestrutura atual do bar fica disponível para um novo uso de aulas para a unidade acadêmica que precise ou para áreas comuns para a totalidade das carreiras do campus. A terceira etapa busca consolidar o eixo de serviços de acordo com as futuras necessidades da universidade.

06 Esquemas e ideias que favoreçam a interação social para o novo edifício-praça Ágora.Imagem Cortesia de Equipe Primeiro Lugar
06 Esquemas e ideias que favoreçam a interação social para o novo edifício-praça Ágora.Imagem Cortesia de Equipe Primeiro Lugar

Esta etapa é possível a partir de um sistema construtivo modular de caráter racional que permite o crescimento sem interromper o uso e garantindo sua economia. Os materiais utilizados permitem uma manutenção fácil e condições térmicas (cobertura verde) e de acústica necessárias para o conforto. A linguagem arquitetônica utilizada. derivada de seu desenho modular, dialoga com as edificações existentes reforçando uma imagem institucional austera própria da Universidade. Os escritórios para a Secretaria de Infraestrutura e Manutenção (15 m²) se localizam na parada de minivans atual que com poucas ações arquitetônicas pode ser convertida em um ótimo espaço para estas tarefas.

Planimetria edifício Ágora
Planimetria edifício Ágora

primer lugar

Competição : Concurso Interno de Anteproyectos “Master Plan Campus Universidad Católica de Córdoba
Premio : Primer Lugar
Projeto :
Autores : Mgtr. Arq. José MARTIN SCHMÄDKE , Mgtr. Arq. Mauro PEDRAZZOLI, Mgtr. Arq. Omar PARIS, , Santiago ANCONETANI, Tomás GASTALDI, Francisco LIEBAU, María Victoria MAGLIONE, Mariano POGNANTE , Ing. Agr. Diana PERAZZOLO, Biol. María Laura PERASSO, Ing., Ing. Agr. Ana HOFMANN Agr. Leticia DELACULA, Fátima GUZMAN, Florencia JUNCOSA, Agustín RAMOS, Leandro RUFEIL, Estanislao LARA, Ing. Italo MARTIN SCHMÄDKE, Mauro J. PUIGDELLIVOL, Daniel JUAREZ, Matías PAIRA, Luis Martín PONCIO

Ver a galeria completa

Sobre este autor
Constanza Cabezas
Autor
Cita: Cabezas, Constanza. "Primeiro Lugar no Concurso para o Plano Diretor do Campus da Universidade Católica de Córdoba" [Primer Lugar Concurso para el “Master Plan Campus Universidad Católica de Córdoba"] 12 Dez 2013. ArchDaily Brasil. (Trad. Marcon, Naiane) Acessado . <https://www.archdaily.com.br/159111/primeiro-lugar-no-concurso-para-o-plano-diretor-do-campus-da-universidade-catolica-de-cordoba> ISSN 0719-8906