O site de arquitetura mais visitado do mundo
Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
  1. ArchDaily
  2. Projetos
  3. Ponte Veicular
  4. Nova Zelândia
  5. Knight Architects
  6. 2013
  7. Ponte Lower Hatea / Knight Architects

Ponte Lower Hatea / Knight Architects

Ponte Lower Hatea / Knight Architects
© Patrick Reynolds
© Patrick Reynolds

© Patrick Reynolds © Patrick Reynolds © Patrick Reynolds © Patrick Reynolds + 10

  • Empreiteira

    McConnell Dowell / Transfield
  • Consultorias

    Peters & Cheung (Engenharia Estrutural), Eadon Consulting (Mecânica, Hidráulica e Engenharia Elétrica), Northern Civil (Engenheiro de Estradas), Speirs & Major (Projeto de Iluminação)
  • Cliente

    Município de Whangarei
© Patrick Reynolds
© Patrick Reynolds

Descrição enviada pela equipe de projeto. A espetacular Ponte Lower Hatea foi oficialmente aberta em 27 de julho de 2013, por políticos, líderes tribais e autoridades locais, contando com uma powhiri tradicional (cerimônia de boas-vindas Maori) e uma procissão comemorativa de barcos.

© Patrick Reynolds
© Patrick Reynolds

Projetado pelo consultor britânico especialista em pontes Knight Architects, após um concurso público em 2011, a travessia de 265 metros sobre o estuário é um componente-chave na rede de rodovias, projetada para reduzir o congestionamento no centro da cidade e melhorar o acesso à Whangarei Heads e ao aeroporto. A ponte móvel fornece uma altura livre mínima permanente para os usuários do rio e uma seção elevável, com 25 metros, para permitir que os navios mais altos que 7,5 metros possam transitar sob ela.

© Patrick Reynolds
© Patrick Reynolds

O mecanismo de abertura é baseado em um tipo de ponte rolante basculante tradicional, com a estrutura da laje metálica concebida para proporcionar elevações distintas, respondendo tanto sua ação dinâmica, como o contexto cultural - a forma da curva  em "J" é uma interpretação dos anzóis de pesca, motivo amplamente utilizado na cultura maori. A forma foi concebida para ser reconhecível durante dia e noite, fornecendo um portal para a área da cidade e uma estrutura que relaciona-se fortemente com o caráter e a cultura local de Whangarei.

© Patrick Reynolds
© Patrick Reynolds

No início do desenvolvimento, vários aspectos interdependentes foram identificados que afetaram aparência, engenharia, construtibilidade e custo do projeto, exigindo à equipe de projeto a união para criar inovações. As peças rolantes e hidráulicas associadas foram desenhadas em 3D e o uso de programas de modelagem paramétrica complexos permitiu maior controle e manipulação simultânea de múltiplas variáveis, impossíveis em métodos convencionais. Sendo assim, além de as soluções serem muito mais rapidamente atingidas, elas puderam ser refinadas, beneficiando o custo e a aparência da ponte.

© Patrick Reynolds
© Patrick Reynolds

Dada a velocidade a que as variações dentro do projeto puderam ser testadas e compreendidas, como o modelo de custo claro o projeto pôde responder, integrando mudanças no projeto sem prejudicar a qualidade global da proposta.

Corte
Corte

Ver a galeria completa

Localização do Projeto

Localização aproximada, pode indicar cidade/país e não necessariamente o endereço exato.
Sobre este escritório
Cita: "Ponte Lower Hatea / Knight Architects" [Lower Hatea Crossing / Knight Architects] 10 Set 2013. ArchDaily Brasil. (Trad. Souza, Eduardo) Acessado . <https://www.archdaily.com.br/139785/ponte-lower-hatea-slash-knight-architects> ISSN 0719-8906

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.