1. ArchDaily
  2. Recuperação Urbana

Recuperação Urbana: O mais recente de arquitetura e notícia

Regeneração de espaços urbanos: o trabalho de Jan Kattein Architects

O premiado escritório londrino Jan Kattein Architects usa seus projetos arquitetônicos para concretizar oportunidades cívicas e espaciais. Desta forma, busca estabelecer um legado social e físico, alcançado ao adotar um processo de design aberto e interativo que responde positivamente às necessidades e aspirações dos clientes.

Ao permitir que o processo conduza cada projeto individualmente, seu método estimula uma arquitetura inovadora, buscando agregar benefícios através da educação, do crescimento econômico, das atividades culturais e uma maior coerência comunitária.

Aberfeldy Street / Jan Kattein Architects. Imagem © Jan Kattein ArchitectsSayer Street / Jan Kattein Architects. Imagem © Jack HobhouseSayer Street / Jan Kattein Architects. Imagem © Jack HobhouseSayer Street / Jan Kattein Architects. Imagem © Jack Hobhouse+ 33

130 Lixões de Medellín são transformados em jardins públicos

Alguns terrenos de Medellín que não tinham uso definido começaram a ser usados como lixões informais, trazendo consigo doenças e diversos problemas ambientais.

Por esse motivo, foram reconhecidos como pontos críticos da cidade pela Secretaria do Meio Ambiente, que os incluiu em um novo programa de regeneração urbana.

Três ideias para recuperar os espaços públicos e fomentar a vida urbana

A importância dos espaços públicos na vida urbana é um assunto presente desde a Grécia antiga até os nossos dias. As possibilidades de encontro e de debate nesses espaços são capazes de influenciar a forma como os habitantes participam no desenvolvimento de suas cidades, contando com maiores espaços disponíveis para todos.

Porém, nas sociedades modernas, o papel estratégico dos espaços públicos foi limitado, sendo a massificação dos automóveis um dos principais fatores, segundo o blog de planejamento urbano e mobilidade sustentável, The City Fix. De fato, segundo uma pesquisa do Instituto de Energia e Meio Ambiente do Brasil, cerca de 70% dos espaços públicos dos centros urbanos são consistem nas vias para automóveis, por onde deslocam-se apenas de 20% a 40% da população da cidade.

Como os espaços públicos podem ser recuperados para fomentar a vida urbana? Apresentamos a seguir três ideias.

Galeria de arte a céu aberto em Salvador

Mural Eder Muniz. Image via DivulgaçãoMural Fael. Image via DivulgaçãoObra Pedro Marighella. Image © Antonio ChequerMural Davi Caramelo. Image via Divulgação+ 15

Projeto cultural contribui para a revitalização de espaços pouco valorizados da capital baiana e vira vitrine para artistas da cidade, ocupando com mais de 2400m² de arte a região do Comércio de Salvador. 

Saiba mais, a seguir.

Cinco ideias para aproveitar os espaços subterrâneos das cidades

Um jardim, um aquário, um parque, um estacionamento, um centro de pesquisas...no subsolo. A ideia é aproveitar os espaços nas cidades que não estão sendo utilizados para transforma-los em locais habitáveis.

The Underline, o parque linear de 16 km que será construído sob o metrô de Miami

O metrô de Miami conta com duas linhas de 40 km de extensão e 23 estações. Como se trata de um metrô de superfície, apresenta espaços livres sob sua infraestrutura que, em certos trechos, foram aproveitados para a construção de ciclovias.

No entanto, o desenho destas ciclovias são é mais eficiente, tampouco seguro, apresentando diversas curvas, grandes cruzamentos, pouca distinção dos espaços destinados a ciclistas e pedestres, falta de sinalização e iluminação e pontos cegos, entre outros inconvenientes mostrados no vídeo acima.

“River to the People”: Plano de Recuperação da Costa de Nova York

Durante a passagem do furacão Sandy em Nova Iorque, inundações excederam a capacidade do rio East de Manhattan e atingiram as casas e subestações de energia provocando apagões generalizados. A tempestade enalteceu os efeitos da mudança climática e as preocupações sobre a capacidade da cidade em suportar tais eventos climáticos. Como resposta, o escritório de arquitetura WXY Architecture + Urban Design, desenvolveu um projeto que reforça os 3,5 quilômetros de margem costeira em Manhattan, que se estende desde a ponte Brooklyn até a Rua 38.

Imagem via Architects NewspaperImagem via Architects NewspaperImagem via Architects NewspaperImagem via Architects Newspaper+ 8