1. ArchDaily
  2. Projetos Urbanos

Projetos Urbanos: O mais recente de arquitetura e notícia

Entre a água e a terra: 10 projetos de passeios e orlas marítimas e fluviais

O espaço que margeia um rio, lago, lagoa ou costa marítima representa uma zona de transição entre a água e a terra. Por isso, a conversão das margens dos corpos d’água em espaços públicos ativos e atrativos busca delinear um certo equilíbrio entre a rigidez do espaço construído e a fluidez da água.

Chicago Riverwalk / Departamento de Transporte de Chicago. Imagem: © Kate Joyce StudiosParque "Victoria on the River" / Edwards White Architects. Imagem: © Simon WilsonRequalificação do Balneário da Praia dos Moinhos / M-Arquitectos. Imagem: © Paulo GoulartReabilitação Urbana da Orla de Antalya Konyaalti / OZER/URGER Architects. Imagem: © Yercekim Architectural Photography+ 21

Projetos Urbanos de Infraestrutura Verde - Curso de Extensão Universitária

São Paulo, assim como outras metrópoles do mundo, enfrenta hoje sérios desafios no manejo de seus recursos hídricos – dentre eles, a poluição das águas urbanas e as inundações – fruto de um acelerado processo de urbanização que, diante de algumas circunstâncias, desconsidera as potencialidades das bases biofísicas de suas paisagens naturais.

É nesse âmbito que a Infraestrutura Verde (IV) apresenta–se como um método de planejamento e projeto da paisagem, capaz de articular a conservação da natureza ao desenvolvimento urbano a partir da criação de uma rede de paisagens multifuncionais que oferecem espaço para a realização das atividades humanas, sem prejuízo

Calçadas Verdes - Curso de Extensão Universitária

Apresentação
As calçadas, também chamadas de passeios públicos, podem ser compreendidas como espaços livres multifuncionais, onde ocorrem uma série de atividades tanto de fluxo de pedestres quanto de convivência social.
Nesta perspectiva, o passeio público tem grande potencial para abrigar soluções de infraestrutura verde – como jardins de chuva, biovaletas e canteiros pluviais –, capazes de promover uma série de serviços ambientais para as cidades, tais como mitigação da poluição urbana – das águas, do ar e do solo – fornecer espaços para a fauna urbana, contribuir para o controle da quantidade e velocidade das águas do escoamento pluvial, oferecer melhoria

Espanha e Polônia vencem o Prêmio Europeu de Espaço Público Urbano 2016

Um projeto público na Espanha e outro na Polônia foram os vencedores (ex aequo) do Prêmio Europeu Público Urbano do Centro de Cultura Contemporânea de Barcelona (CCCB). Os vencedores são o projeto do sistema de irrigação de hortas termais de Caldes de Montbui (Espanha) de Cíclica e Cavaa Arquitectes, e o centro para o diálogo 'Przelomy' na praça Solidarność em Szczecin (Polônia), de KWK Promes.

Escolhidos entre 25 finalistas e 276 candidatos, os dois projetos ganhadores da nona edição compartilham o primeiro lugar com quatro menções especiais: "Melhoria do centro de Barkingside" em Londres (Reino Unido); "Sala polivalente" em Molenbeek-Saint-Jean (Bélgica); Anel da memória: Memorial internacional de Notre-Dame-de-Lorette" em Ablain-Saint-Nazaire (França) e o "Jardim dos Cem Céus" em Kiev (Ucrânia).

Juntos a eles, o júri concedeu reconhecimento especial à capital da Dinamarca, Copenhague, "por suas políticas públicas de melhoria da qualidade de vida no espaço público".

Recuperação da irrigação das hortas termais / Cíclica + Cavaa Arquitectes. Imagem © Adrià GoulaRecuperação da irrigação das hortas termais / Cíclica + Cavaa Arquitectes. Imagem © Adrià GoulaRecuperação da irrigação das hortas termais / Cíclica + Cavaa Arquitectes. Imagem © Adrià GoulaRecuperação da irrigação das hortas termais / Cíclica + Cavaa Arquitectes. Imagem © Adrià Goula+ 20

Anunciados os 25 finalistas do Prêmio Europeu de Espaço Público Urbano 2016

O Centro de Cultura Contemporânea de Barcelona (CCCB) anunciou os finalistas da 9ª edição do Prêmio Europeu do Espaço Público Urbano 2016. São 25 as intervenções eleitas como as melhores realizadas em espaços públicos das cidades europeias entre os anos 2014 e 2015.

O prêmio, que neste ano recebeu 276 inscrições provenientes de 33 países, "reconhece a criação, recuperação e melhoria dos espaços públicos, compreendendo seu estado como um claro indicador da saúde democrática de nossas cidades”, explicou  a organização do prêmio.

Light Matters: Vídeo-mapeamento 3D, fazendo da arquitetura uma tela para narrativas urbanas

Projetores de vídeo a preços acessíveis abriram o caminho para uma jovem e impressionante forma de arte: vídeo-mapeamento 3D, um modo de projeção que usa a própria arquitetura como tela. Artistas e pesquisadores iniciaram o movimento, desenvolvendo uma nova linguagem visual para interpretar a arquitetura. Mais tarde, a publicidade adotou essa técnica para promoção de marcas, com projeções em larga escala em arranha céus; ativistas políticos também iniciaram diálogos, transformando intervenções efêmeras em interessantes formas de destacar e abordar problemáticas de desenho urbano.

Mais sobre como artistas e outros grupos desenvolveram essa linguagem visual para narrativas urbanas na continuação.

X Bienal de Arquitetura de São Paulo ganha exposição eletrônica sobre projetos urbanos da prefeitura da cidade

Foi inaugurada anteontem, na sala Adoniran Barbosa do Centro Cultural São Paulo, a exposição São Paulo: Projeto Aberto, parte da Mostra Modos de Agir da X Bienal de Arquitetura de São Paulo. Fernando Mello Franco, secretário de Desenvolvimento Urbano do Município, apresentou a projeção em vídeo que mostrará ao público, até o dia 1º de dezembro, os projetos urbanos em sua fase de elaboração, destacando as diferentes abordagens dadas ao processo de construção da cidade.