Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
  1. ArchDaily
  2. Políticas Urbanas

Políticas Urbanas: O mais recente de arquitetura e notícia

Chamada aberta: 4ª Mostra de Projetos de Urbanismo Colaborativo

O Instituto COURB convida equipes de todo o Brasil a enviarem projetos para apresentação no 4º COURB - Encontro de Urbanismo Colaborativo, a ser realizado em Belém/PA nos dias 26 e 27 de setembro de 2019.

A 4ª Mostra encoraja o poder público, organizações, associações de bairro, coletivos, estudantes, grupos de pesquisa e empresas a demonstrarem como tem se organizado e articulado na elaboração de projetos e iniciativas de melhorias da qualidade da vida urbana e na transformação da cidade em lugares mais democráticos, reforçando a identidade coletiva e o senso de pertencimento.

São elegíveis iniciativas que tenham sido realizadas integralmente ou

Mulheres e mobilidade urbana: indicadores para a formulação de políticas urbanas sensíveis ao gênero

Diversos estudos têm se dedicado a compreender a relação entre gênero e mobilidade urbana. Eles concluem que mulheres  enfrentam desafios maiores para exercer o direito à cidade e acessar as oportunidades oferecidas no espaço urbano. As desigualdades na divisão do trabalho doméstico implicam em maior carga para as mulheres, que acumulam funções como levar e buscar as crianças na escola, o cuidado com membros idosos e doentes da família, a ida às compras entre outras atividades, o que determina em grande parte um padrão de deslocamento consolidado por viagens em sequência, para múltiplos destinos e com uso preponderante do transporte público e da caminhada.

Cursos online gratuitos sobre política do solo urbano

O Instituto Lincoln de Política do Solo é uma organização independente fundada em 1946 que busca melhorar a qualidade de vida nas cidades através das políticas do solo urbano.

Chácara do Jockey em São Paulo será transformada em parque municipal

Após ser desapropriada pela prefeitura de São Paulo por uma dívida de Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU) de cerca de R$ 60 milhões, a Chácara do Jockey será entregue como parque municipal amanhã, dia 30 de abril. A área verde tem 143,5 mil metros quadrados e reunirá um centro cultural, pistas de skate, quadras poliesportivas, uma creche e uma pré-escola.

A elaboração do projeto contou com a participação dos moradores do Butantã, região oeste da cidade. Foram 30 anos de parque privado, sem acesso da população. A mata local foi preservada, não havendo necessidade de investimentos para recuperação da área verde.

É possível pôr em prática políticas progressistas nas grandes cidades latino-americanas de hoje?

Nestes primeiros anos do século XXI a maioria das grandes capitais latino-americanas está sob governo de partidos ou coalisões progressistas ou de esquerda, com um importante apoio popular. São cidades de alta visibilidade, com meios para realizar políticas transformadoras num sentido democrático e de justiça social. Referimo-nos a Cidade do México, Bogotá, Quito, Lima, La Paz, Santiago, Montevidéu, São Paulo, Caracas. Destaca-se a ausência de Buenos Aires, que teve governos duvidosamente progressistas nos anos 90 e início dos 2000 e hoje é governada por uma direita neoliberal que substitui a justiça pela demagogia. Uma experiência (ruim) a ser levada em conta.

Um governo progressista que pretende consolidar políticas de reforma precisa durar, ao menos, dois ou três mandatos. Para fazer progredir a cultura política democrática nos parece muito conveniente realizar uma análise dessas experiências, como começaram suas jornadas, os primeiros resultados de suas políticas e seus atuais desafios. Não pretendemos agora realizar esta análise de todas as cidades citadas, o conhecimento não seria suficiente e não caberia em um artigo de periódico. Exigiria ao menos uma série. Apenas pretendemos propor alguns critérios do que pode ser uma política de esquerda ou progressista a partir de um conhecimento básico dos casos citados. Como avaliar uma política de esquerda? Consideramos três critérios e cada um deles se situa em uma escala diferente.