Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
  1. ArchDaily
  2. Kagoshima

Kagoshima: O mais recente de arquitetura e notícia

Campos de golfe abandonados são convertidos em usinas solares no Japão

Com o objetivo de duplicar sua produção de energia renovável até 2030, o Japão começou a converter campos de golfe abandonados em grandes usinas solares. Segundo o jornal Quartz, a Kyocera, companhia, conhecida por suas usinas solares flutuantes, começou a construção de uma usina de 23 megawatts em um antigo campo de golpe em Tóquio (com inauguração prevista para 2017). A companhia também planeja construir ano que vem uma estrutura semelhante, de 92 megawatts, em Kagoshima. A empresa Pacifico Energy também está embarcando em iniciativas similares; com a ajuda da GE Energy Financial Services, a companhia está supervisionando dois projetos em campos de golfe em Okayama. A ideia está se difundindo com rapidez e os EUA já planejam transformar antigos campos de golpe nos estados de Nova Iorque e Minessota em fontes de energia renovável.

Conjunto flutuante de painéis solares chama a atenção no Japão

Painéis solares são frequentemente um acréscimo nos projetos, tornando-se meios para um fim. Mas por que não fazer deles as estrelas do espetáculo? Um artigo publicado recentemente na Metropolis Magazine mostra a Mega Estação de Energia Solar Kagoshima Nanatsujima, a maior instalação deste tipo do Japão. Uma resposta simbólica ao desastre nuclear de 2011 em Fukushima, a estação de energia é apenas um dos projetos nesta transição para o Japão se tornar o mercado de energia solar que cresce mais rápido no mundo. Leia o artigo completo aqui.