1. ArchDaily
  2. Fabricação Robótica

Fabricação Robótica: O mais recente de arquitetura e notícia

Automação no canteiro de obras

Há anos, o setor da construção civil vem enfrentando uma escassez de mão de obra especializada, algo que tem impulsionado o desenvolvimento de novas tecnologias e sistemas automatizados de construção. A recente crise sanitária apenas exacerbou essa tendência, fazendo com que muitas empresas de automação—que antes se dedicavam principalmente à fabricação de automóveis—voltassem sua atenção à indústria da construção civil. Neste contexto, espera-se que a automatização dos meios de produção na engenharia e na arquitetura cresça até um 30% ao longo dos próximos anos. No artigo a seguir procuramos explorar as atuais capacidades desta tecnologia e as futuras possibilidades que ela ainda poderá trazer para os processos de construção, além de como tem sido integrada na atual prática e as possíveis mudanças que ela poderá nos trazer no futuro.

Elytra Filament Pavilion ICD-ITKE University of Stuttgart. Image Courtesy of ICD-ITKERobotic Collaboration. Image Courtesy of ETH ZurichRobotic Collaboration. Image Courtesy of ETH ZurichElytra Filament Pavilion ICD-ITKE University of Stuttgart. Image © Julien Lanoo+ 10

Bjarke Ingels Group utiliza princípios de sustentabilidade em projeto de usina metalúrgica

O premiado escritório de arquitetura Bjarke Ingels Group se juntou à empresa Metal Company, que busca uma atuação de baixo impacto na produção de baterias, para imaginar o tradicional processo de produção de baterias considerando um contexto sustentável. O projeto, uma indústria circular que funciona sem produzir resíduo sólido, inclui instalações de manufatura, processamento e armazenamento, junto com escritórios, centro de visitantes e instalações de inovação.

Cortesia de Bjarke Ingels GroupCortesia de Bjarke Ingels GroupCortesia de Bjarke Ingels GroupCortesia de Bjarke Ingels Group+ 40

Neri Oxman e MIT desenvolvem biocompósitos programáveis para fabricação digital

Cortesia de MIT Media Lab
Cortesia de MIT Media Lab

Neri Oxman e MIT desenvolveram biocompósitos programáveis à base de água para projeto e fabricação digital. Chamado de Aguahoja, o projeto exibiu um pavilhão e uma série de artefatos construídos a partir de componentes moleculares encontrados em galhos de árvores, exoesqueletos de insetos e nossos próprios ossos. Utiliza ecossistemas naturais como inspiração para um processo de produção de material que não produz desperdício. “Derivado de matéria orgânica, impresso por um robô e moldado pela água, este trabalho aponta para um futuro em que o natural e o feito pelo homem se unem”.

Cortesia de MIT Media LabCortesia de MIT Media LabCortesia de MIT Media LabCortesia de MIT Media Lab+ 15